FALE COM CONSULTOR SAIPOS

5 Dicas para ajudar seu restaurante na crise

Separamos algumas dicas que você provavelmente já sabe, mas que nunca lembra, de como ajudar seu restaurante a sair da crise.

Provavelmente a maioria dessas dicas para  restaurante você já sabe ou já ouviu em algum momento.

Mas é importante lembrar, principalmente em um momento de crise política e econômica. Então vamos lá!

1 – Reduzir contas como luz, água e gás

Uma boa fatia do seu faturamento é utilizada para pagamento de contas de consumo como luz, água e gás.

Claro que você precisa delas para seu restaurante funcionar, mas nunca é demais lembrar que é possível reduzir essas contas.

Espalhe alguns cartazes nas partes internas do seu restaurante com algumas boas práticas de consumo.

Como por exemplo, como desligar o micro-ondas, fechar bem a torneira, apagar as luzes ao sair, após o horário de pico considerar a possibilidade de desligar a chapa, entre outros.

Além das boas práticas, você pode ainda avaliar seus equipamentos. Um bom exemplo é trocar as lâmpadas tradicionais por lâmpadas de LED que consumem muito menos.

Você já pode encontrá-las por preços bem mais acessíveis já que se tornaram mais populares.

Verifique também freezers e outros equipamentos mais antigos que podem estar consumindo muita energia.

Se fizer o cálculo, talvez valha a pena vender o atual equipamento e parcelar a compra de um novo que consome menos energia.

A economia de luz poderá estar pagando boa parte da parcela do equipamento.

2 – Fortaleça a relação com fornecedores

Pode ter certeza que em um momento de crise não é só o seu restaurante que está comprando menos dos fornecedores.

Os vendedores possuem metas de vendas, então aproveite o momento para renegociar preços e prazos. Pense em algumas ações e promoções e peça apoio dos seus fornecedores.

Geralmente eles apoiam bonificando produtos ou reduzindo preços já que essa promoção tende a aumentar a quantidade vendida.

Fornecedores também podem ajudar seu restaurante, afinal eles dependem de seus clientes.

3 – Planejamento que evita desperdícios

Dedicar um tempo para fazer uma melhor gestão de estoque é fundamental para o seu negócio.

E quando estamos falando de um momento de baixa nas vendas, mais do que nunca requer uma atenção especial.

Analise a quantidade real que vem sendo consumida em relação a quantidade que você está comprando. Um sistema de gestão pode lhe auxiliar nessa tarefa e precisar melhor as compras.

Além das diversas ferramentas que já existem hoje, o mais importante é a disciplina da equipe em evitar o desperdício seja no consumo ou nas compras mal dimensionadas.

4 – Oportunidades aparecem

O momento econômico faz com que o empresário se torne mais criativo para solucionar seus problemas.

Nos últimos anos surgiram diversos modelos de negócio que você pode avaliar, como food trucks, festivais gastronômicos, aplicativos para venda online, menus executivos, aluguel do espaço, entre outros.

Possivelmente, algum desses modelos faz sentido e só depende de você para colocar em prática.

5 – Concorrente é também seu parceiro

E por último, mas possivelmente o mais importante: entenda que seu concorrente pode ser também seu parceiro e é ele quem faz você não se acomodar e sempre ter que inovar e continuar melhorando.

Converse com outros bares, restaurantes e lanchonetes. Mesmo que ao final você veja que não vai ser possível dar andamento em nenhum projeto com eles, mas ao menos você tentou.

Em diversas cidades tem funcionado eventos de rua ou em ginásios em que cada restaurante monta sua tenda e oferece 1 o u 2 pratos ou lanches com um preço justo e com o apoio de todos restaurantes divulgando.

Boa parte da cidade ou do bairro se mobiliza e participa pois é algo diferente.

Pense nisso, os negócios em que mais pessoas cooperam são o que mais tem resultado e podem ajudar seu restaurante.

Resumo

Baixe a Planilha de Fluxo de Caixa Mensal