QUERO FALAR COM CONSULTOR

A ascensão do restaurante virtual

Aplicativos de entrega de alimentos como o Uber Eats, o DoorDash e o Grubhub estão começando a remodelar a indústria

Conteúdo Exame- Às 21h30 na maioria das noites da semana, Ricky Lopez, chef e proprietário do Top Round Roast Beef, em San Francisco, empilha dezenas de sanduíches de carne com acompanhamento de batatas fritas para servir a seus clientes famintos.

Ele também empana filés de frango para outro de seus restaurantes, o Red Ribbon Fried Chicken, grelha hambúrgueres para um terceiro, o TR Burgers and Wings, e mistura o creme de sua sorveteria, a Ice Cream Custard.

Das quatro operações de Lopez, três são “restaurantes virtuais” – não há lojas físicas, nem mesas ou cadeiras. Eles existem apenas dentro de um aplicativo móvel, o Uber Eats, o serviço de entrega de refeições pertencente à Uber.

“A entrega costumava ser talvez um quarto do meu negócio. Agora é cerca de 75 por cento”, disse Lopez, de 26 anos, no Top Round, enquanto sua equipe montava sanduíches de carne assada e de frango e os colocava em sacos de papel branco que seriem entregues pelos motoristas do Uber Eats.

Índia terá restaurante com funcionários robôs