QUERO FALAR COM CONSULTOR

Acabou tudo? Aprenda como fazer controle de estoque de produtos acabados

Saiba exatamente como fazer o controle de estoque de produtos acabados para não deixar de vender!

O ideal para um restaurante é não deixar faltar nada. Por esta razão é importante fazer o controle de estoque de produtos acabados.

Sempre que as suas mercadorias estiverem próximas de acabar, procure fazer o pedido para o seu fornecedor.

Mas cuidado com a demanda da sua produção! Não deixe de vender porque ficou sem algum material.

Tenha total controle no seu estoque e com o armazenamento do seus insumos.

Afinal de contas é necessário ficar de olho na validade deles e usá-los antes que estraguem.

Quer saber mais? Confira como fazer o controle de estoque de produtos acabados.

Como fazer o controle de estoque de produtos acabados?

O mais importante de como fazer o controle de estoque de produtos acabados é evitar ao máximo que isso aconteça.

Não deixe que seus produtos acabem. Procure ter uma previsão de reposição de estoque, seja qual for o seu tipo de negócio.

Em um restaurante é fundamental ter uma previsão do controle de produtos que serão acabados.

Calcule a média de venda dos materiais que estão quase acabando e faça a reposição do estoque programada.

Com a previsão, é possível ter um controle de estoque muito mais eficiente e que nunca deixará você na mão!

Como fazer controle de estoque no restaurante vai tirar um bom tempo de trabalho, mas o esforça será muito bem recompensado.
 


 

Prazos

Fazer qualquer tipo de controle de estoque envolve muito a sua atenção, principalmente em relação aos prazos. Fique bem atento com a validade de tudo, até mesmo dos produtos mais novos. 

Alimentos vencidos podem atrair pragas ou insetos, capazes de prejudicar a saúde dos clientes e funcionários.

Monte um cronograma para controlar os prazos de cada grupo alimentício do estoque no seu restaurante— esta é uma ótima opção para quem tem uma dispensa de grande porte.

Com o passar do tempo, você pode até marcar um dia específico para este tipo de atividade. Isso pode variar de acordo com o produto, por isso, o indicado é não colocar apenas um dia como padrão.

E não coloque fora a fiscalização feita anteriormente. É bom guardar a contagem para analisar as margens de redução e afins.

Fique à frente da demanda

O gestor do seu restaurante precisa estar a frente de tudo e ficar totalmente atento em como fazer controle de estoque corretamente.

A falha nesta supervisão pode afastar a sua clientela gradativamente e isso ninguém quer.

Saiba que uma das principais funções de um líder dentro de um estabelecimento é garantir a qualidade, principalmente do controle de estoque.

Garanta que tudo esteja nas condições corretas e que não falte nada.

Quantidade das peças

Um dos grandes desafios do controle de estoque de produtos acabados é evitar o desperdício.

É realmente difícil fazer a somatória certa para não desperdiçar comida. Para administrar esta parte é preciso achar um ponto de equilíbrio.

Ache uma estratégia que consiga abranger toda a sua necessidade.  Jamais tenha como base o “achismo”, isso pode custar muito caro o restaurante, bar ou lanchonete.

Depois de tudo arquitetado, já é possível ter uma ideia de quantidade mínima e máxima dos ingredientes.

Reposição

Tudo que sai do seu restaurante, ou seja, tudo que é consumido, precisa ser reposto. Para esta função, existem dois modelos que podem ajudar muito. Veja:

Reposição contínua: Para saber como fazer controle de estoque no restaurante você necessita conhecer a reposição contínua.

Como o próprio nome já diz, este tipo de reposição é feito com mais frequência

Este processo é usado porque reduz os custos com estoque e a diminuição de perdas de insumos. Mas também existe o lado negativo dela.

Pelo fato das compras serem em quantidade menor, a negociação de valores corre o risco de ser mais complicada.

Reposição periódica: Este modelo é um pouco diferente do citado anteriormente e é tão importante quanto para saber como fazer controle de estoque de produtos acabados.

Ela é baseado em compras programadas, que são feitas de uma vez só, como as compras do mês da sua casa.

Neste caso, por ser uma compra grande, a negociação acaba sendo mais fácil e vantajosa.

Por outro lado, é necessário um planejamento maior e mais detalhado, pois não é bom que os alimentos fiquem se acumulando.

Montando o controle de estoque 

Caso você ainda faça a gestão do seu estoque através de planilhas no Excel, é importante saber quais itens devem constar na sua planilha.

Confira quais colunas devem ter na sua planilha:

  • Entradas de materiais;
  • Saída de materiais;
  • Código do produto;
  • Descrição do produto;
  • Unidade de medida;
  • Descrição das datas (dia, mês e ano);
  • Quantidade de unidades disponíveis;
  • Custo de cada unidade;
  • Informações fornecedor, como o nome e o telefone.

É importante que tenha na sua planilha os valores dos produtos, as datas de entrada e saída e o número de mercadorias daquele tipo disponíveis em estoque.

É interessante que você insira também uma coluna para que se possa descrever a razão pela qual o produto saiu do seu acervo.

E em relação a coluna de saída de materiais, lembre que deve ser registrada todo o tipo de saída, não apenas as relacionadas a vendas.

Se houver produtos com o prazo de validade vencido, se o produto foi furtado ou está violado, tudo isso conta como saída também.

Como o controle de estoque pode ajudar no seu restaurante? 

Quando você entente o quanto o controle de estoque pode ajudar no seu restaurante, uma parte do seu sucesso está garantido. 

A partir do acompanhamento do seu controle de estoque, anotando tudo o que entra e sai, você vai saber exatamente do que precisa e quando precisa.

Com base nos relatórios é possível entender a quantidade necessária para a compra e assim evitar que algo acabe antes do pedido de reposição.

Quanto melhor for o controle de estoque, mais eficiente o seu restaurante será. Afinal de contas,  isso irá facilitar a produção dos pratos.

Com uma boa organização, a sua equipe saberá identificar com mais agilidade o que precisa pegar. Mas não esqueça de fazer o armazenamento correto dos alimentos. 

Até porquê cada produto tem o jeito certo certo de ser guardado. Jamais toque tudo na geladeira ou nos armários sem pesquisar a forma mais adequada de armazenar.

3 formas de fazer o controle de estoque

O seu estoque pode dizer muito sobre o tipo de restaurante que você tem. Mas, independente do tipo dele, todos devem operar com organização

E o modelo da sua dispensa vai depender da necessidade que o seu estabelecimento vem enfrentando. 

É possível sim fazer tudo à mão ou em planilhas, mas, o ideal, é adquirir um software de sistema de controle de estoque.

A forma manuscrito pode ser considerada a opção mais difícil, pois exige muita organização e tempo.

Com este tipo de sistema de controle de estoque, é provável que tenham erros de todos os tipos, podendo gerar dificuldade em encontrar algum item.

Planilha de controle de estoque 

Uma outro opção é a clássica planilha. Ela ainda é eficiente e teoricamente fácil de usar. Tudo pode ser achado facilmente dentro dela se você entender esta ferramenta. 

Mesmo com outros tipos, um software de sistema para controle de mercadorias é a alternativa mais procurada nos últimos tempos.  

Muitos empreendedores têm aderido a esta última opção pois é bem mais fácil.  

Ele funciona nos mesmos princípios dos manuais, porém é mais flexível e as informações estão a disposição de um modo muito mais facilmente.

Com poucos clicks já é possível saber o valor do estoque pelo preço de compra ou venda e saber quão bem um produto seu está sendo vendido.

Baixe a Planilha de Cadastro de Produtos