QUERO FALAR COM CONSULTOR

Apps de delivery poderiam reduzir o barulho nas cidades

Conteúdo Folha de São Paulo- Aplicativos de entrega de comida e de outros itens, como iFood, Rappi e Uber Eats fazem fortes campanhas para aumentar o número de pedidos de delivery nas cidades.

Como a maioria dessas entregas são feitas de moto, o sucesso dessas campanhas leva a mais viagens sobre duas rodas nas regiões. E, logo, mais barulho.

É comum entre as motos o uso do chamado escapamento aberto. Os donos retiram partes do veículo que ajudam a conter o ruído do motor.

Assim, cada acelerada gera um som forte, capaz de ser ouvido até numa avenida movimentada, pois o barulho costuma ser mais estridente do que o de ônibus e caminhões.

As empresas de delivery poderiam fazer uma vistoria das motos dos entregadores com quem trabalham, e vetar veículos barulhentos.

Fariam um grande favor às cidades e aos seus clientes, especialmente aqueles que moram perto de vias movimentadas.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir uma moto com o silenciador do motor com defeito ou inoperante é infração grave, punida com multa de R$ 195,13 e retenção do veículo para regularização.

Embora proibida, a prática segue sendo realizada há anos. Um dos argumentos é que, ao fazer barulho, as motos são mais percebidas pelos motoristas, o que diminuiria a chance de acidentes.

Ao realizar também entregas de bicicleta, esses aplicativos ajudam a reduzir a poluição na cidade, mas também precisam ter atenção sobre os impactos que geram pelas motos que utilizam.

Numa espécie de efeito borboleta, cada cupom de desconto enviado que se transforma em compra pode gerar barulho que irá incomodar a concentração e o sono de quem estiver pelo caminho.

Baixe a Planilha de Controle de Estoque