Aprenda como consultar o saldo da Nota Fiscal Paulista

Como consultar o saldo da Nota Fiscal Paulista para seu restaurante

A SAIPOS Sistema para Restaurante criou este guia sobre a Nota Fiscal Paulista (NFP) para você dono de restaurante matar todos os seus questionamentos.

Nesse artigo você irá aprender como fazer parte do programa da Nota Fiscal Paulista, consultar o saldo, restabelecer a senha, desbloquear seu acesso, aprender a ampliar seus créditos e mais!

Restaurantes que participam da Nota Fiscal Paulista pode escolher por adquirir o crédito em dinheiro ou como desconto no IPVA.

Também tem a opção é doar os créditos da Nota Fiscal Paulista a uma instituição de assistência social ou de saúde cadastradas no programa.

No entanto, atenção: por ser facultativa e não obrigatória, a aquisição, do consumidor só é apontada na Nota Fiscal Paulista quando o CPF é informado.

E se você está necessitando de dinheiro da Nota Fiscal Paulista para pagamento de contas, reformar de seu restaurante, trocar trocar de automóvel ou até quitar o cartão, por exemplo, você sabia que pode tomar um Empréstimo de dinheiro online?

 

Afinal, o que é a nota fiscal Paulista?

Como obter nota fiscal paulista para seu restaurante?

A Nota Fiscal Paulista é um programa criado pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Secretaria da Fazenda para estimular o público a fazer a solicitação da nota fiscal na aquisição de produtos e serviços e afastar a sonegação fiscal.

Toda vez que uma compra de produto ou serviço é executada o publico cadastrado no programa recebe de 5% a 30% do ICMS (imposto sobre circulação de produtos e serviços).

Veja como funciona a Nota Fiscal Paulista, conforme as diretrizes da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

1) em cada aquisição, de um produto ou serviço, o consumidor informa seu CPF/CNPJ e pede sua Nota Fiscal/Cupom Fiscal ou Nota Fiscal on-line;

2) A pessoa que vendeu o produto ou serviço irá registrar o CPF/CNPJ do cliente Ele emite o Cupom Fiscal, a Nota Fiscal Tradicional ou gera, no site, a Nota on-line;

3) Após o pagamento do ICMS pela empresa a Secretaria da Fazenda credita ao ao comprador a parcela do imposto a que ele tem direito, proporcional ao valor da compra do produto ou serviço

4) O crédito poderá, dentro de cinco anos, ser utilizado para reduzir o valor do débito do IPVA, transferido para Nota Fiscal Paulista conta corrente ou poupança.

 

Como fazer parte do programa da Nota Fiscal Paulista

Para fazer parte do programa Nota Fiscal Paulista, o consumidor deve informar o CPF no instante da aquisição do produto ou serviço e, para completar o seu registro entrar e acessar o site da Secretaria da Fazenda.

1) Na página, do lado direito, em “Cadastre-se”, clique na opção “Pessoa Física” ou “Pessoa Jurídica”
2) Na próxima página você deve preencher as áreas obrigatórios: CPF, sua data de nascimento, nome completo de sua mãe e imagem de segurança, depois, clique em “Avançar”.

3) Na tela seguinte,deve-se preencher todos os dados para finalizar seu seu registro no programa de Nota Fiscal Paulista e após isto, você poderá realizar a consulta do saldo.

Nota Fiscal Paulista: como se cadastrar

Para consultar o saldo da Nota Fiscal Paulista é muito fácil:

1) É só acessar o site da Secretaria da Fazenda, inserir seu CPF/CNPJ no campo em branco e clique em “Consultar”.

2) Após de informar seu CPF/CNPJ e clicar em “Consultar”, abrirá uma outra aba no seu navegador, para acesso ao sistema da Nota Fiscal Paulista.

Nesta tela, selecione o campo “Consumidor” e informe seu CPF/CNPJ e a senha cadastrada para fazer parte do programa Nota Fiscal Paulista.

Caso tenha esquecido a senha, clique na opção “Esqueci minha senha” e siga as orientações.

 

Nota Fiscal Paulista: consultar o saldo:

Na próxima tela, voce deve  escolher a opção “Utilizar Créditos”,  se por ventura deseje resgatar o dinheiro para a sua conta corrente ou conta poupança cadastrada ou ainda para abater do IPVA.

O saldo da Nota Fiscal Paulista fica disponível para ser resgatado pelo consumidor durante cinco anos.

Como recuperar a senha da Nota fiscal eletrônica

Para restabelecer a senha de acesso ao programa Nota Fiscal Paulista, você deve acessar a página do sistema e escolher, a alternativa “Consumidor”, digite seu CPF/CNPJ e clique em “Esqueci minha senha:

Nota Fiscal Paulista: acesso bloqueado, o que fazer?

​Para pedir o desbloqueio da senha de acesso ao sistema da Nota Fiscal Paulista, procure:

Qualquer Posto Fiscal da Secretaria da Fazenda;
Unidade do PROCON conveniada ao Estado de São Paulo;
Unidade do Poupatempo com atendimento da Secretaria da Fazenda;
Você preencherá a requisição de desbloqueio de senha da Nota Fiscal Paulista e precisará ter em mãos os seguintes documentos:

CPF: uma cópia simples, seguida do original;
RG ou CNH: uma cópia simples, seguida da original;
Se por acaso os documentos sejam encaminhados por terceiros, a requisição precisará possuir empresa reconhecida juntamente com a cópia simples do RG e CPF;

Pelos Correios:

O consumidor precisará completar a requisição de desbloqueio de senha da Nota Fiscal Paulista, assinar e reconhecer empresa. Também precisará mandar juntamente com a solicitação, uma cópia simples de documentação de identidade e do CPF (ou CNH).

Endereço de correspondência:

Secretaria da Fazenda
Central de Pronto Atendimento – CPA/Capital, DEAT
Assunto: “Nota Fiscal Paulista”
Av. Rangel Pestana, 300 – térreo
São Paulo – SP, CEP 01017-911
 

 

Como ganhar mais créditos na Nota Fiscal Paulista?

Em 2017, foi anunciada uma mudança no percentual do crédito a recolher da Nota Fiscal Paulista. Antes, ao realizar uma aquisição de produto ou serviço, e pedir a Nota Fiscal Paulista, 20% do ICMS era devolvido ao consumidor.

Agora, com a nova norma o percentual varia de 5% a 30%, de acordo com o setor. Há setores que não geram créditos na Nota Fiscal Paulista, como tabacarias e lojas de fogos de artifícios.

Confira na tabela onde ganhar mais créditos com a Nota Fiscal Paulista:

 

% de devolução do imposto recolhido Principais setores
30% Comércio varejista de jornais, livros e revistas (bancas);

Açougues e peixarias.

20% Varejo de pneus e câmaras, lubrificantes;
Lojas de conveniência;
Varejo de revestimentos da indústria de construção, vidros, areia, telhas;
Comércio varejista de artigos fotográficos;
Comércio varejista de equipamentos de telefonia;
Loja de instrumentos musicais;
Loja de materiais de construção;
Gás;
Loja de bijuterias e relógios;
10% Restaurantes, lanchonetes, bares, varejo de bebidas, padaria e confeitaria;
Hortifrutigranjeiros;
Comércio varejista de laticínios e frios.
5% Loja de eletrodomésticos, calçados, roupas, brinquedos; tintas;
Carros;
Farmácias;
Floriculturas;
Joalherias;
Petshops.
0% Tabacaria;
Comércio varejista de fogos de artifício;

Nota Fiscal Paulista: sorteios e prêmios

Todo mês, a Nota Fiscal Paulista sorteia prêmios em dinheiro de até R$ 1 milhão! A cada R$ 100 em compras, o consumidor ganha um bilhete eletrônico para concorrer aos prêmios.

Para fazer parte dos sorteios da Nota Fiscal Paulista, você precisa se cadastrar no site do programa e aceite o regulamento.

As adesões até mesmo o dia 25 de cada mês possibilitam a participação no mês seguinte. Após aceitar o regulamento, não é preciso de repetir a adesão, que vale para todos os sorteios.

Para descobrir se você foi contemplado no sorteio da Nota Fiscal Paulista, é preciso deve acompanhar o resultado no site.

O resgate do dinheiro pode ser feito em até cinco anos.

 

 

Conheça o sistema ideal para o seu restaurante