FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Cardápio japonês: aprenda como criar

Cardápio japonês: aprenda como criar

Criar um cardápio japonês do zero com imagens, informações, cor de fundo, fonte e ainda respeitando a cultura oriental que costuma ser mais sóbria e minimalista pode ser difícil.

Por isso a Saipos preparou este artigo onde você pode tirar todas as suas dúvidas e aprender técnicas para ‘seduzir’ seu cliente. 

O cardápio é, muitas vezes, a primeira impressão que o cliente tem do seu restaurante. Por isso é tão importante ter cuidado com o menu.

Mas se você não sabe como começar, calma que nós da Saipos vamos te ajudar! 

Como criar um cardápio japonês?

O primeiro passo para criar uma carta de pedidos, seja um cardápio japonês ou de qualquer outro segmento, é organizar as informações dos pratos.

Essa arrumação ajudará você até mesmo a controlar o estoque, caso trabalhe com ficha técnica. 

Feito isso, é preciso pensar em como você irá agrupar as categorias, se por ordem alfabética, ordem de consumo (aperitivo, entrada, prato principal e sobremesa) ou outra forma.

Além disso é importante pensar em cruzar o exclusivo cardápio sushi e pensar em oferecer outras opções para quem não é tão chegado no peixe cru.

Assim, opções como Donburi, Gyūdon, Gyoza, Missoshiru, Tempura, Shimeji na manteiga, Sunomono, Yakissoba, podem fazer parte do seu menu.

Agora você pode escolher o modelo de cardápio que deseja utilizar. Para saber mais sobre modelo de cardápio, clique aqui.

Dessa maneira você pode explorar outros sabores e inclusive quem sabe focar em um cardápio bistrô ou quem sabe a lá carte.

Cardápio restaurante japonês: menu degustação

O menu degustação é basicamente uma versão reduzida dos pratos, para que o cliente consiga experimentar todos os preparos da casa.

Assim ele serve como uma série de apresentação da culinária do seu restaurante para o cliente. Por isso ele tende a ser bem mais caro que pratos isolados. 

Embora sejam tamanhos reduzidos, são “amostras” de tudo o que seu cardápio restaurante tem a oferecer.

Para calcular com precisão este valor, você pode utilizar a planilha de custo de pratos do seu restaurante.

Cardápio japonês acessível

No Brasil estabelecimentos de alimentação são obrigados por lei a ter cardápios em braile. 

Mas para mais isso, é necessário pensar também em uma possível opção em áudio. Assim seu restaurante estará preparado para atender também deficientes visuais. 

Cardápio japonês: escolhendo o design

O design de um cardápio é muito importante, pois atrai os clientes visualmente. Esse cuidado demonstra interesse do restaurante em fazer o consumidor se sentir bem.

Além disso, o cardápio japonês é o primeiro contato, a primeira imagem dos seus pratos que chega ao comprador.

Por isso é essencial que o menu seja limpo, de fácil compreensão e também que o design agrade aos olhos. Então fique atento às dicas a seguir. Confira!

Fundo para cardápio japonês

As cores que mais combinam para cardápio japonês são preto, cinza e branco. Isso porque a cultura japonesa costuma ser sóbria e simples.

Então não fique com medo de utilizar essas cores com predominância no fundo do seu cardápio.

No entanto se desejar utilizar padrões arabescos, ou até mesmo imagens de fundo, você pode! 

Mas cuide para o cardápio não se tornar muito poluído visualmente. Por isso sempre busque por utilizar um tom de transparência para que a imagem não fique marcada demais.

Além disso, você pode utilizar detalhes nas cores: rosa, vermelho, laranja que certamente combinarão com as cores de fundo.

Isso porque as cores mais intensas chamam atenção em fundos mais sóbrios e isso é sem dúvidas um trunfo que você deve usar. 

E se você está se perguntando como, pense em “sinalizar” os itens que deseja ter mais saída. 

Fonte para cardápio japonês

As fontes para cardápio dependem muito do estilo que seu restaurante terá e também da identidade visual como um todo.

Por exemplo, se optar por um ambiente mais calmo e zen, não há razão para usar uma fonte “forte” ou muito grossa. 

Nesse caso, o recomendado seria utilizar um estilo de letra mais fino, “limpo” e suave, para que todos os elementos que formam sua marca conversem, se complementem.

Mas se você não faz ideia de como começar, conheça agora algumas das melhores fontes temáticas para usar no seu cardápio japonês:

  • Gang of Three;
  • Zenzai Itacha;
  • Japanese 3017;
  • Makise;
  • Osaka Sans Serif;
  • Moyko;
  • Bonzai;
  • Kamikaze;
  • JSA Lovechonese;
  • FontShui;
  • Dekiru.

Para fazer o download dessas fontes basta que você abra o navegador e digite o nome da fonte mais forte, ficando assim “Gang of Three fonte”.

Ou se preferir ir diretamente ao site dafont.com, basta procurar pelo nome da letra e assim você poderá não só baixar, mas também testar com o nome do seu restaurante ou de algum prato.

Mas lembre-se que não é uma obrigatoriedade você utilizar uma fonte com design oriental. 

Imagens para cardápio japonês

A hora de escolher as imagens chegou! Você pode optar por fotos dos seus preparos, imagens vetoriais ou simplesmente não utilizar imagens.

No entanto, fotos e imagens vetoriais auxiliam pessoas que não estão habituadas a um cardápio japonês.

Por isso as imagens podem servir como uma assistência para os clientes, poupando assim o tempo do garçom e também agilizando o serviço de mesa.

Entretanto, sempre utilize fotos dos seus pratos e utilizem o mesmo fundo, a mesma câmera e também dê o mesmo tratamento.

Assim ficará tudo muito mais padronizado. Mas caso decida utilizar imagens vetoriais, escolha ícones de qualidade e de preferência, do mesmo pack para uniformizar.

Cardápio online

É importante ter um cardápio japonês que possa ser acessado de qualquer lugar caso seu restaurante também faça delivery.

Dessa maneira seu cliente pode visualizar e também fazer o pedido de onde estiver, desde que esteja dentro da sua área de entrega.

Seu cardápio pode estar disponível nas suas redes sociais, em um site próprio, numa página única ou apenas enviar via WhatsApp Business.

Mas é realmente importante que o seu cliente possa visualizar o cardápio. Só não cometa o erro de encaminhar uma foto do cardápio e não a arte em si.

Esse erro tão comum pode ser interpretado pelo cliente como desinteresse ou falta de cuidado.

No Instagram e no Facebook da sua marca deixe salvo nos destaques o seu cardápio online e especifique que aquele highlight é exclusivamente sobre o cardápio.

Assim quem chegar pelas redes já pode acessar seu cardápio de forma rápida ao visitar seu perfil.

Programa para fazer cardápio

Existem diversos programas de edição e criação de imagens que podem ser utilizados para criar o seu cardápio japonês, e você conhece eles agora!

Corel Draw

A diversidade de recursos do Corel Draw permite a criação de cardápios. No entanto, para utilizar a ferramenta e obter um bom resultado, é necessário experiência na plataforma.

Photoshop

O aplicativo de edição de imagens mais usado do mundo é uma ótima pedida para criar um cardápio.

Porém, assim como o Corel Draw, ele possui um grau de dificuldade maior para obter uma maior qualidade.

Word

O programa para documentos de texto Word também pode ser usado para criar o seu cardápio japonês.

Mas o ideal é que os modelos prontos sejam usados para eventos, já que possuem um tamanho reduzido.

Canva

Talvez a versão mais fácil para pessoas sem conhecimento de edição e recursos gráficos. Isso porque possui diversos modelos pré prontos.

Com a ferramenta basta criar um login e procurar entre os diversos templates o que mais combina com o seu cardápio japonês.

Resumo

70 artes de cardápio grátis