FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Cardápio: 5 passos fundamentais para fazer o seu!

5 passos de como fazer um cardápio!

O primeiro passo para fazer um cardápio é selecionar os itens que serão servidos. Nada muito complexo. Mas, depois disso, virão detalhes que farão toda a diferença. 

Após eleger seus pratos, é necessário estabelecer valores e definir o estilo do seu menu para restaurante

Posteriormente você precisará definir o tamanho, as fontes e fotos que serão usadas. Além, é claro, de olhar para a organização e aparência. 

Em algum momento, todos esses pontos se tornarão uma preocupação, gerando grandes dúvidas, como: Como montar um cardápio? Como fazer um cardápio que me faça vender?  

Acabe com todas as suas dúvidas com xx passos de como fazer um cardápio que a Saipos selecionou. 

E para virar um expert no assunto, baixe também o material exclusivo de Como montar um Cardápio apertando no banner abaixo!

Aprenda montar um cardápio para seu restaurante agora mesmo!

O que você vai ver neste artigo: 

1. Como organizar um cardápio? 

2. Como classificar os produtos?

3. Como calcular o custo de pratos do cardápio? 

4. Qual o melhor modelo de cardápio?

5. Como montar um cardápio?

1. Organize o cardápio do jeito certo!  

A organização do cardápio irá guiar o seu cliente. Não importa se o seu restaurante é grande ou pequeno, a clientela quer consumir o que tem de melhor. 

E o papel de um bom menu é justamente esse! Para começar, é possível começar a organização por: 

1.1 Sequência de continuidade

Para criar um cardápio separado por sequência, os pratos são ordenados por continuidade, como: 

  • Aperitivo;
  • Entrada;
  • Prato principal;
  • Carnes;
  • Sobremesas;
  • Bebidas.

No entanto, se o restaurante possui menu degustação, ou um cardápio semanal para restaurantes por quilo, é interessante manter sempre atualizado. 

Além disso, uma opção que não traga muitos gastos é muito importante, afinal, economizar é bom.

1.2 Tipo de segmento 

O tipo de cardápio por segmento é utilizado para organizar os pratos oferecidos pelo seu restaurante. 

Por exemplo, imagine que você tem uma marmitaria, e seu menu de marmitex é super variados e oferece diversos segmentos, é possível dividir entre:

1.3 Pratos com mais vendas

Este é um dos tipos de cardápio mais comum, já que colocar os pratos com maior número de vendas é uma estratégia de marketing.

Assim, seu restaurante sempre será lembrado por ser referência. Além disso, é uma forma de deixar a sua marca no mercado, mostrando que esses produtos são a sua especialidade.

2. Classifique os produtos por categoria

Para que seu cliente saiba quais são os produtos oferecidos pelo restaurante, faça uma lista de tudo que é vendido.

Em seguida, liste os ingredientes presentes na preparação de cada prato e adicione o preço do prato ou porção. 

Com toda a certeza, discriminar todos os ingredientes leva tempo se você não possui um modelo pré-montado.

Mas é de extrema importância, já que existem pessoas com alimentação restritiva e ou intolerantes e alérgicas a certos alimentos.

Se o seu restaurante possuir pratos veganos, vegetarianos, sem lactose ou sem glúten, também é bom classificá-los em categorias separadas.

Dessa forma seus consumidores podem ir direto para a sessão que lhes interessa.

Além disso, não se esqueça de separar os “Adicionais” para que seus clientes saibam quais são e os valores de porções extras.

Lembre-se que tudo isso deve ser contado na ponta do lápis para não ter problemas com o seu caixa. 

3. Saiba o custo dos pratos do cardápio

Para o sucesso de um restaurante, saber o valor de custo dos pratos é extremamente importante. 

Isso serve para, além de conseguir controlar o estoque, saber qual o valor mais justo tanto para o consumidor quanto para o dono do restaurante.

A forma mais correta de fazer isso, é adicionar ao valor de custo de prato, a porcentagem de mão de obra.

Assim, não será difícil para a gestão mantê-los trabalhando. Mas para facilitar esse processo, você pode usar uma planilha de custo de cardápio ou Planilha de Custo de Prato da Saipos. 

O material é gratuito e para baixar é só apertar no banner abaixo. 

Como aumentar o preço do cardápio?

Para quem já tem um cardápio estabelecido, surge, ainda, uma outra dúvida: Como aumentar o preço?

Não é nenhum crime subir os valores do menu, e nem um fator determinante para perder clientes — a menos que seja um preço abusivo. 

E fazer isso de forma justa, de modo que ninguém saia prejudicado, pode ser difícil se você não souber como calcular.

Para mudar o preço do cardápio corretamente, será necessário utilizar as mesmas quantidades e pesos de ingredientes nos preparos do mesmo produto.

Por exemplo, se um hambúrguer pesa 180g, calcule o valor dessa quantidade de carne em relação ao valor pago ao seu distribuidor.

Repita isso em todos os ingredientes e produtos. Em seguida, adicione uma porcentagem relativa ao valor do salário do seu funcionário, e aos gastos com luz, água, aluguel. 

Por fim, em cima disso coloque o adicional de lucro. E caso tenha mudanças de valores muito drásticas, como por exemplo crises e aumento de impostos, lembre-se de não aumentar o preço a cada mudança.

Alterações muito próximas afastam clientes, e nós sabemos que sem eles, não há negócio. Não é mesmo?

4. Entenda qual o melhor modelo de cardápio

Existem diversos modelos de cardápio, e todos eles são interessantes, mas para saber se ele dará certo no seu negócio, é preciso entender quais suas necessidades e estilo.

Se seu estabelecimento é tecnológico, do tipo foodtech ou cyber restaurante, um modelo de papel, por exemplo, não faria tanto sentido quanto um painel de tv ou tablets interativos.

Assim, é preciso entender o tipo que melhor se adapta ao seu modelo de negócio. 

Isso ajuda a vincular uma identidade visual do local e isso é muito bom para quem pretende expandir e ter uma franquia. 

Nós da Saipos preparamos alguns modelos de cardápios para você usar de exemplo. 

  • Cardápio digital whatsapp;
  • Cardápio online;
  • Cardápio digital tv;
  • Cardápio em PVC;
  • Cardápio virtual;
  • Cardápio word;
  • Cardápio em braile.

Estes são alguns dos tipos de cardápio mais comuns e eficientes. Saiba agora as vantagens de cada um deles.

Cardápio digital whatsapp

Para restaurantes, lanchonetes e outros negócios que realizam vendas pelo aplicativo, é interessante enviar um cardápio via whatsapp para seus clientes.

Mas para isso, é necessário um modelo leve, para que qualquer celular suporte o tamanho ou formato de cardápio independente do modelo ou marca.

Além disso, a qualidade da imagem é essencial! De que adiantaria um menu no qual o cliente não consegue ler corretamente as informações?

Cardápio digital para delivery

O cardápio digital, também buscado como cardápio deliverypode ser feito de várias formas. Desde um site que hospede o menu do restaurante, até uma loja em apps de delivery.

Para entender seu desejo é preciso entender a necessidade do seu restaurante e dos seus clientes.

Sempre busque deixar o freguês confortável, à vontade e satisfeito, mesmo que o cliente não seja presencial. O cardápio é parte disso.

Se utilizar a versão de papel, pense que você terá que despender gastos para entregar esses panfletos na casa das pessoas.

Afinal, a maioria das pessoas que pegam panfletos na rua nem leem o que lhes foi dado.

Mas se optar por um cardápio digital, deixe junto ao site um link ou botão para os canais de venda, isso facilita a compra.

Cardápio digital TV

Pesquisas estimam que cerca de 60% das compras são feitas por impulso, e uma forma de usar isso ao favor do seu negócio, é tendo um cardápio digital TV.

Dessa maneira, enquanto aguardam o atendimento, seus clientes podem ver fotos em boa qualidade e vídeos que favorecem seus produtos.

Isso aumentará a fome e o desejo de seus clientes e assim, eles se sentirão mais tentados a comprar.

Afinal, já diz o ditado “antes de comer com a boca, comemos com os olhos”. 

Cardápio em PVC

Sem sombra de dúvidas o cardápio em PVC é a versão para mesa com maior durabilidade. Por ser plastificado, não há perigo de molhar ou sujar. 

Além disso, o custo será apenas um, se não houverem mudanças durante um período razoável de tempo, claro.

Outra vantagem, é poder ser higienizar com maior frequência e facilidade. Por isso o cardápio japonês pode ser utilizado para evitar manchas e mais gasto desnecessário.

Cardápio em braile

Acessibilidade é muito importante, ainda mais levando em consideração que no Brasil, existem cerca de 582 mil pessoas completamente cegas e 6 milhões com baixa visão.

Promover a acessibilidade incluindo cardápios em braile, além de criar uma boa imagem para o restaurante, pode aumentar o público para o seu restaurante.

E se engana quem acredita que para possuir um cardápio em braile é necessário um novo modelo ou forma diferente.

Do mesmo modo que o cardápio de papel ou de PVC do seu restaurante, o braile pode ser acrescentado de forma simples.

Assim, os outros clientes nem notarão a diferença, já os deficientes visuais conseguirão ser mais independentes e fazer seus pedidos tranquilamente.

Cardápio secreto

Algumas redes de restaurante possuem “cardápios secretos”, isso significa que existem pratos, bebidas, que são servidas mas não estão no menu.

Isso é uma forma de marketing, já que a hashtag #HackTheMenu tornou-se um viral. Nela os clientes mostravam os pedidos secretos de alguns restaurantes. Foi um Sucesso!

Este tipo de ação pode ter um impacto grande de vendas e também no fluxo de pessoas. Grandes marcas como McDonald’s, Starbucks e Burger King possuem. 

O menu secreto funciona muito bem para restaurantes mais clássicos e também para bistrôs, restaurantes a la carte.

5. Monte o cardápio ideal para o seu restaurante

Depois de todos esses passos, chegou a parte de montar o cardápio. Você já sabe que é preciso organizar, categorizar e calcular o custo de cada prato. 

Para que tudo faça sentido, é preciso diagramar, ou seja, colocar no papel como será a parte visual do menu. 

O que mais acaba atrapalhando essa parte, é sobre onde fazer isso, especialmente para quem ainda não tem verba para contratar uma agência. 

Se esse é o seu caso, não se preocupe. Abaixo nós separamos 4 programas para montar um cardápio que realmente irão ajudar. 

Além disso, você pode fazer o download de mais de 50 Artes para Cardápio. Este material gratuito, e editável, está disponível apertando o banner abaixo! 

5.1 Cardápio Corel Draw

Antigamente era muito comum ter um cardápio Corel Draw, já que a maioria dos computadores vinham com o pacote instalado.

Na versão paga existe um template corel cardápio, e você pode usá-lo como modelo ou como inspiração.

Se o seu menu for uma frente de folha simples, basta escolher a opção folha A3 ou A4, conforme o tamanho desejado.

Em seguida é só começar a decorar, preenchendo o fundo, adicionando as imagens e posteriormente o texto.

Atualmente, o site permite uma assinatura gratuita de seis meses. Depois desse período o valor é de R$899,00 que podem ser divididos em 12x de R$75,00.

No entanto, se você optar pela compra do programa, o valor é de R$ 2.399,00 pela versão mais completa.

5.2 Cardápio Word

O cardápio Word é uma das formas mais simples para criar o projeto bonito e rápido.

Para começar,  basta escolher a opção de design “cardápio de evento simples”.

Este modelo já vem pré-montado e auxilia na criação, organização e espaçamento do seu cardápio.

Entretanto, esse documento é pequeno, ou seja, talvez não caibam todos os pratos oferecidos no seu restaurante. 

Mas não tem problema, basta duplicar a página quantas vezes for necessário.

Para alterar as imagens, é só clicar com o botão direito sobre a imagem, e uma barra aparecerá no canto direito da tela com o nome “Formatar Imagem”.

Ali aparecerão diversas formas para editar a foto, inclusive, substituir a foto existente.

5.3 Cardápio Power Point

Para fazer um meu no Power Point você irá escolher o fundo para cardápio, e adicionar as informações e as imagens de forma organizada.

Existe um template clicando em Apresentações, e Infográficos, que pode ser usado, já que é sobre alimentos.

Neste caso basta substituir as imagens e o texto por informações do seu restaurante. 

Este modelo pode ser usado para separar categorias, como hambúrguer, pizza, e ainda aceita adicionais por página.

Por exemplo, na página de hambúrguer conter os adicionais como: bacon, queijo, molho, cebola caramelizada.

No cardápio de pizza, conter azeitonas extra, queijo, bordas recheadas, entre outros extras.

Mas se optar pelo modelo tradicional de slides de PowerPoint, talvez seja melhor apresentar de outra maneira, talvez exibindo em uma televisão, logo acima do balcão de pedidos.

5.4 Cardápio Canva

Um dos melhores sites para criar sua própria arte é o Canva. Nele você consegue colocar ícones, texto, fotos, logotipos e mais, tudo com boa qualidade.

Fazer o cardápio canva é bem simples e intuitivo. Primeiro escolha o tamanho, em seguida o fundo para menu, depois os ícones ou somente o texto.

Optando por essa ferramenta, seu menu terá um acabamento melhor, mas tudo depende de como você criará seu design.

O interessante do cardápio Canva é que ao criar uma conta para fazê-lo, ele ficará salvo no site, permitindo que você faça alterações sempre que necessário.

Dessa forma, reduzindo custos com designers, tempo de produção e espera. 

Além disso, se optar pela assinatura Canva, você terá uma série de recursos que possibilitam um design de melhor qualidade.

Qual cardápio usar para cada modelo de negócio? 

Você pensar que pode usar um mesmo modelo de cardápio para todos tipos de negócio, não é uma ideia muito certa. 

Isso porque cada estabelecimento tem sua própria característica. Um restaurante japonês é bem diferente de uma pizzaria, por exemplo. 

Além disso, o cardápio precisa acompanhar o estilo da comida servida e da decoração do local. Abaixo nós separamos algumas dicas de cardápio para modelos de negócios. Confira! 

Cardápio de pizzaria

O cardápio de pizzaria é o que existe mais variáveis, e normalmente é o que possui mais erros.

Ao montar e organizar todas as variações como sabores, doces, salgadas, bordas, tamanhos, alguns acabam ficando muito confusos.

Portanto a organização e o cuidado é essencial para entender como fazer um cardápio de pizzaria correto e simples.

Para isso divida suas pizzas em duas categorias: salgadas e doces. Em seguida coloque os sabores, tamanhos e bordas.

Caso as bordas, ou alteração de sabores tenha um custo a mais, adicione as observações e valores na barra de “Adicionais”.

Cardápio de cafeteria

Geralmente o cardápio cafeteria segue uma ordem de itens e mais 

Os primeiros itens da lista são salgados, depois doces, depois cafés simples seguidos dos gourmet e das bebidas geladas. 

Por conta do ambiente descontraído, é possível criar cardápios criativos para cafeteria, e a chance de sucesso é grande. 

Cardápio de bistro

Para ser o mais assertivo possível, elabore um cardápio bistro na mesma linha da sua decoração.

Assim o cliente vai sentir que cada detalhe foi planejado para satisfazê-lo. Quanto à parte de organização do cardápio, você pode seguir as dicas que falamos até aqui. 

Mas, quando chegar na parte das bebidas,  tome como inspiração um cardápio de bar, que tem o seu próprio modelo. 

Cardápio para restaurante japonês

Organizar as informações dos pratos é crucial para o seu cardápio japonês. Além disso, é preciso pensar em como agrupar as categorias, se serão em alfabética, de consumo ou de outra forma.

Se tratando de restaurante japonês, é interessante pensar em oferecer outras opções para quem não é tão chegado em sushi — o carro chefe dessa culinária. 

Assim, opções como Donburi, Gyūdon, Gyoza, Missoshiru, Tempura, Shimeji na manteiga, Sunomono, Yakissoba, podem fazer parte do seu menu.

E não esqueça de deixar claro qual tipo de atendimento você faz, se é buffet ou à la carte, por exemplo. 

Cardápio para hamburgueria

Um cardápio hamburgueria de qualidade vai precisar  conter coisas básicas, como: nomes dos pratos e a descrição de itens.

Esses são os principais pontos, mas você pode sim adicionar categorias ou separações de acordo com o tipo de hambúrguer. 

Posteriormente, caso decida utilizar imagens dos seus burgers para chamar atenção dos seus clientes, é preciso tirar fotos dos produtos.

No entanto, tudo precisa ser original. Não use imagens de terceiros, isso é enganar o cliente! 

Cardápio para açaí

Quando se trata de um cardapio açai, é fundamental determinar os tamanhos das porções que serão vendidas.

Decida se serão usadas tigelas para consumo local, ou copos para os clientes que desejarem comprar para levar ou que irão pedir via delivery. 

Açaí é um produto muito lucrativo, mas também delicado, especialmente se você não souber armazenar ou oferecer um ingrediente que não combina. 

Fique atento nesse pontos e nos tamanhos que irá oferecer no seu cardápio. 

Vele lembrar que, para qualquer tipo de negócio, é interessante estar sempre pesquisando sobre dicas de pratos e investir nas redes sociais.

Um cardápio no Instagram ou no Whatsapp do estabelecimento, pode dobrar o público. Já pensou nisso?

Tenha um cardápio infantil!

Ter um cardápio infantil é um diferencial para restaurantes, já que evita desperdícios e também costuma tornar mais rápida a escolha dos alimentos.

Para fazer um cardápio infantil, aposte em pratos com versões saudáveis e também em opções que as crianças gostem como hambúrguer e batata frita.

Além disso, sempre que possível, colocar alguma informação lúdica que distraia a criança para que ela se encante pela comida.

Já que nós sabemos que não é sempre que as crianças comem os pratos escolhidos pelos pais. Mas se eles forem apetitosos e divertidos, pode ser mais interessante.

Ao montar o cardápio infantil, não esqueça de colocar a descrição completa dos pratos e também algo que chame atenção.

Por isso, coloque algo que remeta às crianças, pode ser um prato em formato de rosto, por exemplo.

Sistema para restaurantes com cardápio

O que você me diz sobre um sistema para restaurante que faz a gestão de pedidos e ainda monta seu cardápio

Nós sabemos que esse item é de extrema importância para qualquer tipo de estabelecimento gastronômico. 

Pensando nisso, a Saipos desenvolveu um sistema para restaurante com cardápio, para facilitar o seu dia a dia. 

O software irá facilitar processos como fluxo de caixa, controle de estoque e relatórios financeiros. 

Quanto a funcionalidade do cardápio, é possível usá-la pelo Saipos garçom, que manda os pedidos para a cozinha, direto do smartphone do seu atendente, trazendo agilidade e redução de erros para o seu negócio.

Para mais informações sobre o sistema, aperte no banner abaixo e marque uma demonstração!

 

Resumo

70 modelos de cardápio grátis