FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Como abrir um bar?

Tabela de NCM mais utilizada em restaurantes bares pizzarias e deliveries, clique no banner e baixe grátis!

Como abrir um bar?

Para abrir um bar, você deve começar priorizando algumas coisas, como a análise de mercado.

Afinal este é um dos pontos fundamentais para ter lucro, já que é preciso entender o nicho para montar uma estratégia em cima disso.

Certamente isso aumentará suas chances de conquistar uma clientela extensa e de se destacar entre os concorrentes.

Pensando por essa linha, você vai precisar se preocupar com vários pontos importantes, por isso, criamos esse passo a passo de como abrir um bar. Confira!

1. Projeção de mercado

Conforme a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), comércios desse tipo empregam mais 6 milhões de pessoas no Brasil.

Então sim, pode ser um negócio rentável, já que, mesmo com a crise econômica entre 2015 e 2016, os bares não foram muito atingidos.

Hoje, a condição financeira brasileira está melhor, o que significa que a projeção de mercado está mais positiva para abrir um bar.

A tendência é que os público consumidor volte cada mais a procurar pubs e restaurantes para lazer.

Por isso, mesmo sendo um plano genérico, vale a pena correr o risco, mas fique atendo, para que dê certo é necessário estudar estratégias.

2. Plano de Negócios

Monte um bom plano de negócio eficiente para inciar um bar, ou até mesmo abrir  um restaurante, e tenha bons ganhos futuramente.

Antes de mais nada, pense em todos os detalhes possível que você espera desse investimento.

Ainda não sabe por onde começar? Então confira abaixo algumas coisas que deve considerar:

  • Identifique a oportunidade de negócio: Faça estudos de concorrentes e do mercado do tipo de bar que seja abrir.
  • Quantifique e qualifique seu público: Pesquise quem são seus clientes conforme o conceito desenvolvido;
  • Estime um faturamento: A base disso são as análises de faturamento dos concorrentes, o conhecimento do seu público e o quanto eles estão dispostos a pagar;
  • Investimento necessário: Faça todos os cálculos de investimento inicial e de operação ao longo do tempo. Isso servirá para se certificar de que tem a quantia necessária e que conseguirá o capital de giro.

Além disso, é importante ter uma identidade bem definida. Pelo o que você quer ser conhecido?

Certamente seus cliente irão criar isso conforme o tempo, mas, caso já tenha algo em mente, explore isso da melhor forma possível.

E não ignore nenhum detalhe. Pense em tudo, desde os seus talheres até como irá estocar suas mercadorias.

Abrir um estabelecimento requer paciência, já que você precisará reconstruir tudo aos poucos.

3. Concorrência

Você tem outra questão para se preocupar além do mercado na hora de planejar como abrir um bar: a concorrência.

Seu estabelecimento pode ser um sucesso, mas não será o único a ser procurado pelas pessoas.

Neste caso, se você pretende se estabelecer em um local muito concorrido, é preciso ter um diferencial que atraia vários clientes.

A dica é oferecer algo novo ou que não tenha na área que você está localizado.

Faça uma decoração diferenciada, um cardápio com pratos atraentes ou promova jogos, por exemplos. Acima de tudo, os clientes querem diversão.

4. Fornecedores

Para saber como abrir um bar, precisa de fornecedores que ofereçam o melhor. Lembre-se que os pubs, em geral, são procurados pelas bebidas, então, comprar produtos de qualidade é essencial.

Ofereça o que há de melhor, inclusive quando se trata de comida. Prepare-se para atender a maior parte dos paladares.

E não esqueça de ofertar excelência no atendimento. Esses três itens irão andar juntos para que você tenha um negócio bem-sucedido.

Cuidados desse tipo podem ajudar até na hora de identificar problemas de logística ou para encontrar oportunidades melhores de tocar o estabelecimento.

5. Definição do conceito ou estilo

Depois de fazer uma boa análise de mercado, chega a hora de se preocupar com a escolha do estilo e local para abrir um bar.

A abertura de um estabelecimento deve ser bem pensada, não adianta achar um prédio em uma esquina e alugar logo de cara.

Analise a vizinhança, veja se as pessoas irão achar com facilidade e se esta empreitada vai chamar o público que você deseja.

Ao fazer isso, você já terá uma ideia sobre o que combina com seu público, mas que acima de tudo, deve combinar com você!

Ficou surpreso? Mas é claro que você deve se agradar com o espaço que irá criar, o primeiro cliente sempre é o dono, e se ele não gosta do que vê, fica fica difícil agradar outras pessoas.

Pense sempre em trazer para o seu negócio características que não são encontradas facilmente em outras empresas do seguimento. Clientes sempre gostam de novidades!

6. Determine o público-alvo

O primeiro passo é determinar o seu público-alvo. Quem você quer que frequente o seu bar?

Com essa definição estabelecida você consegue elaborar o estilo do lugar e até a localização.

Tudo isso acontece a partir da experiência que você propor no negócio. Essa simples decisão pode abrir um leque de possibilidades, então não ignore.

Mais uma vez é indicado estudar o mercado e fazer uma pesquisa para a descoberta do seu cliente ideal.

Por isso, trace o perfil idealizado, tanto de personalidade quanto de consumo. Acredite, esses passos são muito importantes. Está pronto para testar?

7. Escolha a localização

Depois do estilo e do cliente idealizado, finalmente chega a hora de escolher a estrutura para abrir um bar.

Considere muito o movimento que o local oferece. Dê preferência a bairros onde passam um grande número de pessoas por dia.

O ideal é que não apenas que o local seja bem movimentado e acessível, mas também esteja em uma boa área de circulação do público de interesse.

Mas procure por uma localização conveniente, mesmo que o seu bar não seja tão diferente dos demais.

Custos envolvidos

Uma boa localidade pode custar um pouco caro, por isso é indicado considerar todos os gastos envolvidos nessa empreitada de abrir um bar.

Isso não quer dizer que você deve ir atrás de um lugar muito barato e com condições ruins. Busque algo que se encaixe no bolso e evite excessos.

Mas não tem problema se houver necessidade de uma reforma, mas não exagere e se prepare financeiramente. Qualquer atitude mal pensada terá um peso enorme

8. Equipamentos para abrir um bar

As dúvidas de como abrir um bar já foram sanadas e agora é o momento de saber quais são os equipamentos necessários para a operação.

No entanto, pode ser que você não preciso de tudo isso, mas a grande maioria dos empreendimentos costumam usar.

Segue abaixo uma breve lista do que um comércio normalmente precisa para a operação:

 

Caixa 1 computador, 1 impressora, linha telefônica, gaveteiro para guardar dinheiro e tickets de cartões de débito e crédito, máquina de cartão de crédito e débito.

Salão

Mesas, cadeiras, armários, de acordo com o dimensionamento das instalações, prateleiras para bebidas, equipamento de som, TV.

Balcão

Refrigeradores, expositores para cervejas e bebidas em geral, materiais de uso diário, tais como: talheres, pratos, copos, panelas, cinzeiros, etc, banquetas.

Preparo de drinks

Coqueteleira ou shaker para preparar coquetéis batidos, pinça de uso geral, dosador, colher bailarina, copos e taças de diversos estilos.

Cozinha

Balcão frigorífico, chapa com aquecimento a gás, espremedor de frutas, estufa, exaustor, filtro de água, fogão industrial, forno de microondas, freezer horizontal com geladeira, fritadeira elétrica, liquidificador, panelas, assadeiras, etc.

Não esqueça de expor suas bebidas em um local interessante, que chame a atenção do cliente.

Portanto, mesmo que todas estejam contidas no cardápio, é interessante que o cliente visualize todas elas.Não esqueça de expor suas bebidas em um local interessante, que chame a atenção do cliente,

Inclusive, as garrafas podem servir como decoração, então deixe-as à mostra e organizadas. Isso dará um toque todo especial ao bar.

Documentação necessária para abrir um bar

Sem a documentação necessária para abrir um bar você não conseguirá operar. Diferente do que se vê nos filmes, não basta apenas entrar e sair vendendo bebidas.

Na vida real, você precisará de autorizações, alvarás e outros tipos de documentos. Confira abaixo quais são:

  • Alvará de funcionamento;
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Registro de compra dos alimentos.

Resumo

Baixe Materiais Gratuitos