FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Quer deixar o seu restaurante muito mais eficiente? Clique no banner e baixe o melhor ebook totalmente grátis – simples, ágil e eficiente!

Como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Hoje em dia está cada vez mais comum a abertura de negócios próprios com um investimento limitado. E não é para menos! Mas a grande questão é: como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Não é difícil saber como montar um restaurante com pouco dinheiro. É claro que ainda é preciso de organização, mas alguns processos estão bem facilitados.

Ter um recurso financeiro um pouco escasso não quer dizer que você não possa ter a sua própria empresa ou restaurante, por exemplo.

Até porque, independente do tamanho, todo o tipo de estabelecimento precisa passar por alguns processos. Confira abaixo o passo a passo de como abrir um negócio com pouco dinheiro!

1. Invista de forma consciente

Em primeiro lugar, é bom frisar que não existe um valor padrão para começar uma empresa ou até mesmo abrir um restaurante de sucesso.

Além disso, é muito importante que você saiba qual é a sua realidade financeira. Não adianta querer investir pesado se você não tem estrutura para isso.

Em algumas situações, o que você tem de capital pode ser o suficiente para montar um restaurante, por exemplo. 

Mas, a principal ideia que você deve ter em mente é em relação a quantidade que gostaria de investir.

Caso o seu sonhado investimento esteja acima do que você tem, pode buscar ajuda de financeiras ou de um investidor anjo.

Existe um mercado inteiro de opções para ajudar os empreendedores que estão começando e que não tem muito para começar.

2. Faça um Plano de Negócios

Um outro ponto para se preparar na hora de entender como abrir um negócio com pouco dinheiro é o plano de negócios.

É aqui que entram questões relacionadas a sua demanda, público que deseja atingir e a sua qualidade.

Conforme a sua área de atuação, é bom que tenha uma noção do quanto irá gastar com ferramentas ou outros serviços de gestão.

Todos esses gastos devem estar em conjunto com o que está sendo preparando para ser vendido.

E não esqueça de considerar o faturamento e simular margens de lucro. Esses dados devem ser anotados na ponta do lápis para ter uma visão mais nítida dos gastos.

Como montar um plano de negócios ?

  • Detalhamento do seu negócio e o diferencial dele entre os concorrentes;
  • Descrição do perfil do dono e dos colaboradores;
  • Produtos ou pratos que serão vendidos no negócio;
  • Público alvo;
  • Localização; 
  • Investimento total;
  • Forma jurídico;
  • Levantamento de despesas mensais fixas;
  • Metas por período;
  • Enquadramento tributário.

3. Defina o diferencial do negócio

Na hora que você entender como abrir um negócio com pouco dinheiro, é importante que tenha em mente algo diferente.

Não vale a pena investir em algo sem um diferencial. A graça do investimento é apresentar ao público algo novo.

Desse modo, se o segmento que quer investir for o de alimentação, dá para montar um restaurante italiano, restaurante natural, ou até de espetinhos.

Restaurantes sustentáveis também são uma boa pedida quando se trata de inovação.

Tire um tempo para pensar sobre como quer que seja a sua operação e como quer se destacar no mercado.

Outra dica para restaurante importante é utilizar a internet para buscar ideias de inovação.

Seu restaurante não precisa ser o único do mundo com uma ideia, mas pode se inspirar no ranking de estabelecimentos de outros estados ou cidades.

O importante mesmo é não abrir apenas mais um restaurante igual a todos os outros!

4. Encontre um contador

Achar um bom contador é crucial para o seu estabelecimento. Até porque, sem ele, você não consegue nem abrir a empresa.

Além disso, ele será o profissional responsável por organizar e manter a documentação e outras questões em dia, conforme manda a lei.

Uma boa empresa precisa da ajuda de um contator para que o controle das finanças permaneça saudável por todo o tempo de atuação.

Mas se você precisa saber como abrir um negócio com pouco dinheiro, pode apenas realizar algumas consultas com um contador de sua confiança, para tirar dúvidas.

No entanto, isso não é obrigatório. Algumas pessoas tem  experiência na questão burocrática, e nesse caso não é necessário contratar alguém para a função.

5. Providencie as Licenças e inscrições 

As licenças e inscrições também devem entrar na sua lista de coisas para cuidar na hora de abrir um negócio com pouco dinheiro.

Todos esses documentos podem variar conforme o seu ramo de atividade, local de instalação e até tamanho da empresa.

Mas, entre toda essa papelada, algumas acabam sendo padrão para diversas áreas. Confira:

  • Licença ambiental: esta licença é obtida nos órgãos Municipais e Estaduais de meio ambiente e no IBAMA.

Normalmente, ela só é exigida em caso de empresas com atividade industrial, como metalúrgicas, mecânicas ou com atividades agropecuárias.

  • Licença sanitária: sob responsabilidade dos órgãos Municipais, Estaduais e Federais de vigilância sanitária, esta exigida em empresas de alimentação, medicamentos e cosméticos.
  • Vistoria de cumprimento das normas de segurança: É feita sempre  pelo Corpo de Bombeiros e todas as empresas estão sujeitas.

Além das inscrições e licenças municipais e estaduais, outras atividades exigem documentações de órgãos federais, como o ministério do turismo, por exemplo.

6. Faça o Contrato social

O Contrato Social atua como se fosse a certidão de nascimento de uma empresa.

É a partir que dele irão constar todas as informações básicas do seu investimento, como, por exemplo, os nomes dos sócios, endereço, ramo de atuação e afins.

A elaboração desse contrato ainda vai estabelecer as participações de capital e também como será o seu modelo tributário.

Outro ponto positivo disso é a verificação do nome e o objetivo social do local.

É preciso que ambos estejam disponíveis para ser reconhecido em cartório e assinado por um advogado.

7. Formalize o registro na junta comercial

Outra coisa que você vai precisar operar devidamente é o registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas do seu estado.

Com isso em mãos, sua empresa passa a existir oficialmente. E, junto disso, deve ser feito a obtenção do CNPJ.

Lembre-se também que será preciso realizar uma consulta prévia do nome empresarial, já que nenhum outro negócio pode operar com nome igual ao seu e vice versa.

8. Solicite o Alvará de funcionamento e localização

Quando se trata de documentação, o alvará de funcionamento está no topo em relação a importância.

Basicamente, é ele que vai autorizar o funcionamento do seu negócio. E, para conseguir, é preciso ir na prefeitura da sua cidade.

Serão exigidas algumas atividades e elas podem variar conforme a localidade.

Desta forma, é indicado que consulte o órgão responsável pelo alvará para verificar se a sua atividade pode ser exercida onde você pretende abrir um negócio com pouco dinheiro.

9. Solicite a Inscrição estadual

É comum que os estados tenham um tipo de convênio com a Receita Federal, o que possibilita a inscrição estadual via internet junto com o CNPJ.

Inclusive, em algumas ocasiões, a inscrição estadual precisa ser obtida antes mesmo do alvará de funcionamento.

Fique de olho nisso e faça o procedimento de acordo com a lei. Pode ser que você enfrente um pouco de dor de cabeça, mas, mesmo assim, faça tudo corretamente.

10. Como montar restaurante com pouco dinheiro?

Se você quer montar um restaurante com pouco dinheiro para investir, é importante entender quais os limites para que esse valor seja bem aplicado, e quais os melhores modelos de restaurante para esse caso.

Por isso, agora vamos falar um pouco sobre os diferentes tipos de restaurante, os que são interessantes para quem quer economizar, e aqueles que, definitivamente, não se encaixam em um baixo investimento. Vamos lá?!

Melhores modelos para investir sem gastar muito

Food Truck Um food truck realmente demanda um baixo investimento. Isso varia de acordo com o modelo escolhido, mas pode ser uma maneira inteligente de investir, já que você não precisará, necessariamente, pagar um aluguel.
Restaurante delivery O delivery é perfeito para quem quer montar um restaurante com pouco dinheiro. Você não precisará se preocupar com um salão de atendimento, decoração, aluguel, além de reduzir custos com energia e água e funcionários. Além de tudo, poderá optar por um cardápio que pode ir desde comidas saudáveis até um itens de uma lanchonete.
Restaurante Self-Service O restaurante self-service, assim como o prato-feito e o buffet a kilo, é ótimo porque atinge um público amplo, e o valor de investimento não é tão alto, além de muito lucrativo se o cálculo de preço de pratos for feito corretamente.
Restaurante sustentável, vegano, natural… Esse tipo de restaurante costuma ser adepto da simplicidade, com um conceito que remete a natureza. Portanto, pode ser um bom nicho para trabalhar sem investir uma fortuna.
Restaurante de macarrão ao vivo O restaurante de macarrão ao vivo segue na mesma linha de self-service, isto é, o cliente serve a porção que desejar, e é cobrado por kilo ou prato.
Restaurante de espetinho Os restaurantes de espetinho também representam uma boa oportunidade de negócio, visto que a matéria prima pode ser comprada pré pronta, o que diminui o trabalho e também a compra em grande quantidade de ingredientes.

Quer deixar o seu restaurante muito mais eficiente? Clique no banner e baixe o melhor ebook totalmente grátis – simples, ágil e eficiente!

Restaurantes que podem custar caro

Mas, não se engane que todas as opções são baratas. Vamos listas algumas possibilidades que podem pesar mais no bolso na hora de apostar nesses modelos gastronômicos. Veja!

Restaurante de peixes  Os restaurantes japoneses utilizam como base para sua culinária, o peixe. O valor para manter o estoque em dia não é barato, além do espaço demandar uma estruturação específica e característica da essência do negócio, o que pode sair caro.
Restaurante a la carte O perigo de abrir um restaurante A la carte é que o cliente escolhe o prato de acordo com o menu, e isso quer dizer que você precisará ter sempre os pratos a disposição, o que pode gerar um gasto alto com ingredientes, além do pessoal para atender no salão. O valor para comer nesse tipo de restaurante é mais caro, por isso você precisará ter mais investimento no espaço.
Hamburgueria Gourmet Se você não faz ideia de quanto custa montar uma hamburgueria gourmet, saiba que também é arriscado, porque as carnes e outros produtos que compõem o cardápio são bem específicas e de primeira linha, o que pode ser difícil para quem quer começar com pouco investimento.
Restaurante Bistrô Os restaurantes bistrô diferem bastante entre um e outro. Isso porque, muitos tem uma cara mais típica da frança, com tendência de restaurante típico, como um italiano, por exemplo. O local geralmente é mais refinado e o público mais seleto.

Viu só como é possível abrir um negócio com pouco dinheiro? Você só precisa fazer boas escolhas e planejar muito bem todas as etapas!

Resumo

Restaurante de sucesso, quais são os 3 fatores?

Os três fatores de um restaurante de sucesso são: PRODUTO, PESSOAS E PROCESSOS.

O produto vai além do você vende, ele também tem a ver com a experiência do cliente. As pessoas tem ligação direta com o atendimento, e esse também é um fator primordial para ter um restaurante de sucesso. É preciso manter a equipe motivada e valorizar cada pessoa dentro do seu negócio, seja cliente ou funcionário.

E os processos são, na verdade, o pilar que representa maior dificuldade por parte dos donos de restaurante. Isso porque, geralmente a gestão financeira e o planejamento, não são etapas fáceis de ser implementadas e mantidas.

Licenças necessárias para restaurante

Confira agora algumas licenças para abrir um restaurante:

  • Alvará de funcionamento;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS);
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Entre outros documentos específicos da cidade;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Manual de Boas Práticas de Fabricação;
  • Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs);
  • Registro de compra dos alimentos.

Algumas destas licenças para abrir um restaurante serão mais demoradas para conseguir porque cada secretaria responsável tem um determinado procedimento.

Equipamentos para restaurante, quais são?

Veja alguns equipamentos indispensáveis para restaurante:

Para a cozinha:

Balcão, Batedeira, Centrífuga, Forno industrial, Liquidificador, Mesa inox, Micro-ondas, Panelas, Picador de legumes, Processador de alimentos.

Para atendimento:

Computador, Impressora, Máquinas de cartão, Microterminal fiscal (impressora não fiscal), Monitores ou Tablets na Cozinha, Telefone sem fio, Software de Gestão.

Ebook Restaurante Mais Eficiente - Baixe Grátis!