QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como abrir um negócio com pouco dinheiro?

 

Como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Hoje em dia está cada vez mais comum a abertura de negócios próprios com um investimento limitado. E não é para menos! Mas a grande questão é: como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Não é difícil conseguir abrir um negócio com pouco dinheiro. É claro que ainda é preciso de organização, mas alguns processos estão bem facilitados.

Ter um recurso um pouco escasso não quer dizer que você não possa ter a sua própria empresa ou restaurante, por exemplo.

Até porque, independente do tamanho, todo o tipo de estabelecimento precisa passar por alguns processos. Confira abaixo.

Como abrir um negócio: Investimento

Em primeiro lugar, é bom frisar que não existe um valor padrão para começar uma empresa ou até mesmo abrir um restaurante.

Além disso, é muito importante que você saiba qual é a sua realidade financeira. Não adianta querer investir pesado se você não tem estrutura para isso.

Em algumas situações, o que você tem de capital pode ser o suficiente para montar um restaurante, por exemplo. 

Mas, a principal ideia que você deve ter em mente é em relação a quantidade que gostaria de investir.

Caso o seu sonhado investimento esteja acima do que você tem, pode buscar ajuda de financeiras ou de um investidor anjo.

Existe um mercado inteiro de opções para ajudar os empreendedores que estão começando e que não tem muito para começar.

Como abrir um negócio: Plano de negócios

Um outro ponto para se preparar na hora de abrir um negócio com pouco dinheiro é o plano de negócios.

É aqui que entram questões relacionadas a sua demanda, público que deseja atingir e a sua qualidade.

Conforme a sua área de atuação, é bom que tenha uma noção do quanto irá gastar com ferramentas ou outros serviços de gestão.

Todos esses gastos devem estar em conjunto com o que está sendo preparando para ser vendido.

E não esqueça de considerar o faturamento e simular margens de lucro. Esses dados devem ser anotados na ponta do lápis para ter uma visão mais nítida dos gastos.

O diferencial do seu negócio

Na hora que você for abrir um negócio com pouco dinheiro, é importante que tenha em mente algo diferente.

Não vale a pena investir em algo sem um referencial. A graça do investimento é apresentar ao público algo novo.

Desse modo, se o segmento que quer investir for o de alimentação, dá para montar um restaurante italiano, natural, ou até de espetinhos.

Restaurantes sustentáveis também são uma boa pedida quando se trata de inovação.

Tire um tempo para pensar sobre como quer que seja a sua operação e como quer se destacar no mercado.

Burocracia para abrir um negócio com pouco dinheiro

Mesmo que o seu estabelecimento seja pequeno, é preciso ter algumas documentações, processos,  licenças e alvarás para operar devidamente.

Mas não se preocupe, abaixo estão algumas dicas do que vai precisar para abrir um negócio com pouco dinheiro. Veja!

Encontre um contador

Achar um bom contador é crucial para o seu estabelecimento. Até porque, sem ele, você não consegue nem abrir a empresa.

Além disso, ele será o profissional responsável por organizar e manter tudo em ordem, conforme manda a lei.

Uma boa empresa precisa da ajuda de um contator para que o controle das finanças permaneça saudável por todo o tempo de atuação.

Contrato social

O Contrato Social atua como se fosse a certidão de nascimento de uma empresa.

É a partir dele irão contar todas as informações básicas do seu investimento, como, por exemplo, os nomes dos sócios, endereço, ramo de atuação e afins.

A elaboração desse contrato ainda vai estabelecer as participações de capital e também como será o seu modelo tributário.

Outro ponto positivo disso é a verificação do nome e o objetivo social do local.

É preciso que ambos estejam disponíveis para ser reconhecido em cartório e assinado por um advogado.

Registro na junta comercial

Outra coisa que você vai precisar operar devidamente é o registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas do seu estado.

Com isso em mãos, sua empresa passa a existir oficialmente. E, junto disso, deve ser feito a obtenção do CNPJ.

Lembre-se também que será preciso realizar uma consulta prévia do nome empresarial, já que nenhum outro negócio pode operar com nome igual ao seu e vice versa.

Alvará de funcionamento e localização

Quando se trata de documentação, o alvará de funcionamento está no topo em relação a importância.

Basicamente, é ele que vai autorizar o funcionamento do seu negócio. E, para conseguir, é preciso ir na prefeitura da sua cidade.

Serão exigidas algumas atividades e elas podem variar conforme a localidade.

Desta forma, é indicado que consulte o órgão responsável pelo alvará para verificar se a sua atividade pode ser exercida onde você pretende abrir um negócio com pouco dinheiro.

Inscrição estadual

É comum que os estados tenham um tipo de convênio com a Receita Federal, o que possibilita a inscrição estadual via internet junto com o CNPJ.

Inclusive, em algumas ocasiões, a inscrição estadual precisa ser obtida antes mesmo do alvará de funcionamento.

Fique de olho nisso e faça o procedimento de acordo com a lei. Pode ser que você enfrente um pouco de dor de cabeça, mas, mesmo assim, faça tudo corretamente.

Licenças e inscrições nos órgãos de regulação estaduais e municipais

As licenças e inscrições também devem entrar na sua lista de coisas para cuidar na hora de abrir um negócio com pouco dinheiro.

Todos esses documentos podem variar conforme o seu ramo de atividade, local de instalação e até tamanho da empresa.

Mas, entre toda essa papelada, algumas acabam sendo padrão para diversas áreas. Confira:

  • Licença ambiental: esta licença é obtida nos órgãos Municipais e Estaduais de meio ambiente e no IBAMA.

Normalmente, ela só é exigida em caso de empresas com atividade industrial, como metalúrgicas, mecânicas ou com atividades agropecuárias.

  • Licença sanitária: sob responsabilidade dos órgãos Municipais, Estaduais e Federais de vigilância sanitária, esta exigida em empresas de alimentação, medicamentos e cosméticos.
  • Vistoria de cumprimento das normas de segurança: É feita sempre  pelo Corpo de Bombeiros e todas as empresas estão sujeitas.

Além das inscrições e licenças municipais e estaduais, outras atividades exigem documentações de órgãos federais, como o ministério do turismo, por exemplo.

 

Baixe o Ebook Como tornar meu restaurante mais eficiente