QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como administrar um restaurante pequeno? Veja algumas dicas!

Como administrar um restaurante pequeno? 

Para administrar um restaurante pequeno você vai precisar ficar acompanhar todos os seus processos e identificar onde estão os problemas.

Assim como em qualquer tipo de negócio, administrar um restaurante pequeno vai exigir organizar de processos, especialmente da parte de gestão. 

Sendo assim, é essencial que você preste atenção em como estão as suas finanças, o que está vendo mais e de menos, como vai a sua equipe e assim por diante. 

Para quem está começando, tudo isso pode ser um grande desafio, mas, com o decorrer do negócio, essas atividades se tornam corriqueiras, parte da rotina. 

De qualquer forma, para quem busca saber como administrar um restaurante pequeno é preciso analisar alguns pontos, como: 

  • Qualidade do atendimento;
  • Seu controle de estoque e vendas; 
  • Regras e legislação do setor; 
  • Acompanhar seu fluxo de caixa;
  • Movimentação de clientes.

Essas são só algumas coisas que você pode começar a analisar caso não saiba por onde começar. 

O essencial é que você jamais abandone a administração. Para quem ficou interessado, nos separamos algumas dicas logo abaixo. 

E se você já sabe e faz tudo isso, baixe agora o nosso material gratuito de como melhorar o atendimento do seu restaurante!

As melhores dicas para melhorar o atendimento do seu restaurante esta aqui!

Dicas para administrar um restaurante pequeno

Antes de tudo, para um boa gestão de um restaurante pequeno, deve-se ter uma reserva de caixa.

A reserva de caixa é uma quantia utilizada para o fluxo de pagamentos e investimentos na empresa. 

Além disso, é calculada por meio da balança comercial do restaurante, que é o cálculo entre o gasto e a receita de cada mês.

Quando o empresário consegue ter essa mobilidade financeira para ampliar e melhorar o seu negócio é possível ir crescendo na gestão do negócio.

Por isso, nós separamos as 5 melhores dicas para você que está procurando como administrar um restaurante pequeno. 

 

1. Valorize os seus funcionários

Em pequenos ambientes o atendimento ganha um grande destaque na hora da escolha do restaurante. 

Funcionários motivados e felizes tendem a tratar melhor os clientes. 

Não é comum que tenha muita rotatividade de pessoas nestes restaurantes, por isso, os garçons e cozinheiros acabam criando uma certa intimidade com os clientes. 

Pagar um salário compatível com o mercado, também é uma atitude importante, para poder cativar o funcionário por bons anos. 

Contrate pessoas qualificadas e pague o que elas merecem.

 

2. Respeite a legislação

Se você está pensando em administrar um restaurante pequeno, não pode deixar de cumprir com todas as legislações obrigatórias para o funcionamento.

A legislação sanitária é bastante exigente para restaurantes pequenos. Sem estas leis, é impossível manter um restaurante de qualidade. 

Normalmente, cada cidade e estado possui uma própria, então a maneira de emitir uma nota fiscal eletrônica acaba sendo a principal divergência em cada lugar.

Por isso, ao começar a administrar o seu restaurante pequeno, fique atento a todas as legislações. 

Cumprir as leis trabalhistas ao contratar funcionários também é uma forma de seguir o que manda a lei.

3. Tenha um planejamento

Ter um planejamento prévio é uma das atitudes mais rentáveis a longo prazo para empresários.

Se você está tentando administrar um restaurante pequeno, é bom tentar prever, todos os meses, o valor aproximado que será gasto em estoques e despesas em geral.

Com esses números detalhados, fica mais fácil fazer uma gestão financeira da empresa. 

Quando o dinheiro está organizado, o negócio torna-se mais rentável e lucrativo. 

Pagar tributos e fornecedores, em dia, vai fazer com que você evite ficar refém dos juros compostos e das dívidas monstruosas. 

 

4. Aposte na tecnologia

Muitos especialistas afirmam que os restaurantes que, ainda, não aderiram ao e-commerce, as vendas pela internet, estão suscetíveis à falência. 

O perfil do cliente tem evoluído ano após ano. Os mais jovens, principalmente, preferem, sempre, fazer tudo pelo celular, sem fazer ligações na hora do pedido.

Utilizar softwares como uma comanda eletrônica, também vão poder ajudar você a visualizar a rentabilidade do seu negócio em tempo real. 

Ter um fluxo de caixa moderno vai ajudar você a administrar o seu restaurante pequeno de forma mais efetiva, poupando horas perdidas anotando e fazendo contas de forma manual.

 

5. O marketing é seu melhor divulgador

Existe uma máxima no ramo da publicidade de que: quem não aparece não é lembrado. E é por isso, que você deve investir em marketing e propaganda. 

Se a administração do seu restaurante pequeno está com dificuldades, fazer um investimento em mídias online, consegue atrair novos clientes para o restaurante. 

Campanhas em redes sociais e na mídia convencional (rádio, tv e jornal) são grandes agregadores a qualquer restaurante pequeno.

E se você está pensando que seu público já está consolidado e não precisa investir em propaganda, você está enganado. 

Quem administra um restaurante pequeno sabe da importância de nunca perder aquele cliente antigo. 

Por isso, trabalhar com campanhas publicitárias de fidelização do cliente, também é um ato necessário. 

Receber o feedback dos frequentadores para saber o que está indo bem ou mal, é outra ação que contribui muito para o manter a clientela em restaurantes pequenos. 

Uma boa estratégia é observar o que mais sobra no prato dos clientes, assim, é possível entender o que precisa melhorar.

Investir em bons equipamentos, iluminação adequada e móveis aconchegantes, fazem o seu restaurante pequeno ficar ainda mais valorizado. 

E lembre-se, você pode contar os material gratuito da Saipos de 11 Dicas para Melhorar o Atendimento do seu Restaurante. Clique no banner!

Melhores tipos de restaurantes pequenos 

Restaurantes pequenos, geralmente, se encaixam em duas categorias:os especialistas em alguma gastronomia específica ou os restaurantes de bairros.

Estes restaurantes se destacam pela boa gestão de seus donos, que sabem qual é o público alvo do estabelecimento e conseguem suprir as necessidades dos clientes. 

O restaurante pequeno também está sempre analisando seus concorrentes. Como a sua clientela é seletiva e com pouca rotatividade, a fidelização do cliente é muito importante.

 

Restaurantes típicos

Restaurantes étnicos são segmentados por culturas na gastronomia. É comum encontrarmos chefs da cozinha italiana, francesa, alemã ou portuguesa.

Os estados do sul do Brasil, por exemplo, têm a gastronomia europeia muito presente na suas mesa. 

É comum, encontrar diversos restaurantes pequenos que são aconchegantes e que dispõe de uma temática arquitetônica típica das suas origens.

O atendimento em restaurantes pequenos também é um fator muito marcante, pois com menos pessoas circulando e um número menor de garçons, um laço de amizade é criado entre clientes e funcionários. 

Um restaurante pequeno típico também serve boas bebidas, como rótulos de vinhos finos, que não se encontram em qualquer lugar. 

A equipe de um restaurante pequeno é muito unida. Normalmente, o dono do estabelecimento é imigrante e traz na sua bagagem diversas receitas típicas. 

 

Restaurantes pequenos de bairro

Também conhecidos como restaurantes locais, estes são aqueles pequenos negócios  que saem do desejo das pessoas de se tornarem empreendedoras.

Os restaurante pequenos de bairro servem buffet livre e pratos à la carte. O preço é destaque por estar abaixo do que é cobrado em um restaurante pequeno do centro.

Há uma boa variedade de pratos, porém, a qualidade não é o principal atrativo. As pessoas, geralmente, vêm até ele por ser uma opção mais barata. 

Negócios desse tipo são quase sempre vem de uma sociedade de amigos, com o desejo de crescer na profissão.

Normalmente os pratos do buffet são os mesmos, por conta do custo que deve ser mantido baixo. 

 

Restaurantes pequenos ajudam na economia das cidades

Considerado como um lugar muito querido dos clientes, os restaurantes pequenos não são o tipo de empreendimento fácil de manter. 

Para poder administrar com excelência, é necessária bastante disciplina e flexibilidade para o modelo de negócio.Na maioria das vezes o restaurante pequeno é uma empresa herdada por familiares. 

Por ter essa especificidade da culinária típica, os restaurantes pequenos, geralmente, são bastante frequentados por turistas que estão em busca de uma refeição marcante. 

E você, já escolheu qual tipo de restaurante pequeno deseja administrar? 

 

Resumo