QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como calcular cmv de uma pizzaria?

O que é calcular CMV de uma pizzaria?

O Custo de Mercadoria Vendida é muito útil para todo o tipo de comércio, por isso se você é proprietário de uma pizzaria, confira como realizar o cálculo deste custo.

Esta sigla tem o objetivo de calcular o custo de uma mercadoria, mas também leva em conta aqueles itens que ficaram em estoque.

Calcular o CMV de uma pizzaria pode fazer muito bem para as finanças do negócio, pois sabe-se, a partir disso, a quantidade de produtos que devem ser comprados.

Além disso, é possível encontrar o lucro bruto das operações de venda, a partir deste cálculo.

Outra vantagem ao empresário é a possibilidade de descobrir qual montante foi disposto para investimento, em proporção, para que se consiga comercializar um produto.

Por esta razão colocar o estoque na sua apuração é tão importante, pois você teve despesas adquirindo determinado item.

Vender e faturar, por si só não necessariamente podem garantir uma boa condição econômica para a sua pizzaria.

Qual a importância de calcular o CMV de uma pizzaria?

Como falamos, o faturamento e vendas não garantem bons resultados. É preciso ter indicadores que afirmem que você tem bons resultados.

Se você tiver com muitos produtos estocados, significa que seu estabelecimento não vendeu pizzas o quanto deveria.

Além disso, você precisa cuidar a questão da data de validade e além disto, mercadoria não utilizada ocupa muito espaço.

Para se descobrir a margem de lucro de fato, é preciso mensurar as despesas de aquisição daquele produto, o valor dos que não foram utilizados dentro do período e também as perdas.

Porque calcular CMV de uma pizzaria?

Se você é um empreendedor, é fundamental entender que o seu lucro vai muito além do número de vendas.

Claro, que manter um bom número de clientes é extremamente importante para o bom andamento do seu negócio, entretanto há outros fatores que caracterizam esses resultados.

E são neles que você deve prestar atenção para que os números sejam sempre melhores em sua empresa.

Por isso, saber calcular CMV de uma pizzaria, sendo proprietário de uma, é tão relevante para o andamento das finanças.

Ele é o melhor indicador para esse tipo de comércio, onde os valores não oscilem muito.

Como calcular CMV de uma pizzaria?

Para calcular CMV de uma pizzaria, é essencial que se considere todo o estoque de um determinado período.

Ou seja, quantas produtos tinham no início e quantas restaram no fim.

Além disso, leva-se em consideração também a despesa com as aquisições e as receitas a partir das vendas.

Pode-se levar em conta também as baixas de clientes e da própria pizzaria para o seu fornecedor.

Então, dessa forma, confira o cálculo abaixo:

CMV = EI + C – EF

CMV = Custo da Mercadoria Vendida
EI = Estoque Inicial
C = Período analisado
EF = Estoque final

Se houver devolução de itens, será necessário utilizar outra fórmula, confira:

CMV = EI + C + DC – DV – EF

CMV = Custo da Mercadoria Vendida
EI = Estoque Inicial
C = Período analisado
DC = Devoluções de compras
DV = Devoluções de vendas
EF = Estoque final

 

Mas para entendermos de fato como isso acontece na prática, vamos usar um exemplo onde aplicaremos o cálculo.

  • No início de um determinado mês, um restaurante tenha em seu estoque 600 reais em produtos. (Estoque Inicial de 600 reais)
  • Dentro deste mês, o estabelecimento obtém mais 800 reais em mercadorias. (Compra no período de 800 reais)
  • Dessa forma, o seu estoque, no final do mês, ficou com 350 reais em itens. (Estoque Final de 350 reais)

CMV = EI + C – EF
CMV = 600 + 800 – 350
CMV = 1.050

Agora desconte o resultado do lucro líquido, para que você descubra o lucro bruto das vendas.

Quais as são as outras formas de calcular CMV de uma pizzaria?

Mas existem outras maneiras de realizar este cálculo, a partir do tipo de inventário que você utilizar. Confira as duas maneiras:

Inventário Permanente: faz um monitoramento instantâneo e constante, que modera os fluxos dos produtos disponíveis;

Inventário Periódico: utilizado para contar o estoque físico, com um período já determinado;

O primeiro método periódico depende do segundo método, pois as atualizações são feitas em tempo real, diariamente.

Além disso, este cálculo pode ser feito a partir de duas unidades de medidas diferentes, como:

Saldo Monetário: Serve para avaliações financeiras. É possível medir os ativos do seu negócio, em relação ao estoque;

Mercadoria: faz balanço do seu encalhe.

O que não usar para calcular CMV de uma pizzaria?

Como já falamos, a fórmula é composta por alguns elementos, que são resultados dos fluxos do seu estoque.

Mas é preciso identificar quais são as informações que você não utiliza para realizar o cálculo.

Estas informações são de impostos e outros tipos de questões que não incidem nos produtos.

  • Impostos sobre o faturamento: PIS/Cofins, IRPJ e ICMS;
  • Despesas administrativas: gastos fixos com telefonia, internet e aluguel;
  • Despesas operacionais, como frete;
  • Despesas financeiras, como juros sobre empréstimos;
  • Despesas com vendas, como comissões.
Baixe o Ebook 5 Dicas para Aumentar a Produtividade da sua Pizzaria