FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Como conservar alimentos em restaurantes?

A Saipos preparou um e-book  para te ajudar na conservação correta dos alimentos do seu restaurante. E sabe o melhor? É GRÁTIS! Clique no banner acima para baixar!

Como conservar alimentos em restaurantes?

Não sabe muito bem por onde começar? Pode ficar calmo, as ações para conservar os alimentos em seu restaurante são muito simples. Veja:

  1. Separe os alimentos; 
  2. Confira a temperatura dos produtos;
  3. Fique atento com os alimentos crus;
  4. Mantenha tudo limpo; 
  5. Confira a validade; 
  6. Evite comidas prontas.

É fundamental que você, dono de restaurante, bar ou lanchonete, se comprometa em dar o melhor para o seu cliente.

Por isso, a conservação de alimentos vai ser um dos atacantes neste jogo. Então, fique atento com o modo como armazena e cuida dos seus produtos.

A Saipos preparou este artigo para você se livrar de qualquer problema relacionado à contaminação no seu restaurante. Confira!

1. Separação de alimentos

A primeira coisa a se fazer para saber como conservar alimentos em restaurantes é fazer a separação de cada um deles. Não misture os grupos alimentares!

Não guarde carnes, laticínios ou verduras no mesmo lugar. Separe tudo sempre. Isso vai ser bom até na hora de pegar os produtos para preparar.

Portanto, deixe os itens em compartimentos ou prateleiras, de modo que não se misturem, e com identificação nestes repartimentos.

Além deste processo de como conservar alimentos em restaurantes ser mais higiênico, ele facilita o balanço do estoque também.

O objetivo é não deixar que os alimentos se toquem, até mesmo porque alguns clientes podem ter alergias e essa mistura pode causar problemas para quem tem restrições alimentares.

2. Confira a temperatura

Cada alimento tem a sua temperatura certa para a conversação— mais um motivo para deixar tudo separado.

Como conservar alimentos em restaurantes sem erro vai depender da sua atenção e cuidado, pois cada um deles tem um armazenamento diferente.

Assim, fique atento com a temperatura ambiente. Toda vez que os alimentos ficam expostos entre 5°C e 7°C, eles correm riscos de contaminação por bactérias.

Dessa maneira, congelar é uma boa opção de como conservar alimentos em restaurantes, pois os riscos de contaminação, ou algo do tipo, são menores.

3. Atenção para alimentos crus

Todo alimento que for cru tem grande risco de estragar se você não souber como conservar alimentos em restaurantes.

Carnes de todos os tipos e ovos são alimentos que precisam de uma atenção redobrada, pois correm risco de conter bactérias nocivas.

Então, para evitar esse tipo de coisa, você só precisa guardar tudo do jeito certo, até mesmo quando estiverem congelados.

Como foi dito antes, o modo correto de armazenamento é manter os alimentos separados, com o mínimo de contato possível.

Para evitar a proximidade dos grupos alimentares, você pode guardar em embalagens à prova d’água ou até a vácuo.

4. Mantenha tudo muito limpo

Um restaurante limpo irá livrar você de bactérias e diversas pragas indesejadas, como as baratas e até os baratos.

Além de espantar clientes, esses animais e micro-organismos ameaçadores, podem causar uma contaminação cruzada nos alimentos.

Preocupe-se também com a vigilância sanitária. Caso um fiscal pegar essas irregularidades no seu restaurante, é bem provável que ele feche as portas.

Dessa maneira, tome esta dica de como conservar alimentos em restaurantes como uma das principais. Mantenha tudo muito limpo o tempo todo, sem exceções!

5. Veja a validade

Veja a validade de tudo que for comprado para o seu restaurante, bar ou lanchonete. Procure deixar os alimentos com a validade mais próxima no estoque, assim eles serão usados primeiro.

Caso vegetais ou ingredientes orgânicos forem usados na sua produção, é bom conhecer onde eles foram produzidos. E por que saber disso? Para entender quanto tempo eles poderão durar conservados.

Independente dos tipos de alimentos que você trabalha, faça a boa e velha pesquisa para saber como conservar alimentos em restaurantes.

6. Evite comidas prontas

Qualquer comida feita na hora, por mais simples que seja, é muito mais saborosa do que uma que já está pronta e foi aquecida.

Sem contar que os alimentos armazenados de um dia para o outro correm um risco muito grande de sofrer uma contaminação, por isso, evite comidas prontas.

Isso porque é o sonho de todo dono de restaurante vender tudo o que produziu em um dia só, mas nem todos conseguem isso.

Caso você trabalhe com um negócio que exija uma produção com alimentos pré-preparados, é necessário ter atenção redobrada.

O certo é que você evite comidas prontas sim, mas, caso não tenha como fazer isso, invista em uma refrigeração potente.

Para ajudar em todo esse processo, a Saipos criou um ebook que ensina a maneira correta de como conservar alimentos em seu restaurante. Clique no banner abaixo e faça download GRÁTIS!

Boas Práticas para conservar alimentos em restaurantes

A temperatura é uma questão fundamental para alimentos armazenados em refrigeradores. Isso porque, caso não for bem resfriado ou congelado, pode estragar.

Dessa maneira, a refrigeração reduz a proliferação de diversos tipos de bactérias, algumas muito perigosas, como a salmonela.

Dica: existe uma zona de risco com as temperaturas entre 5ºC e 57ºC. É dessa maneira que as bactérias se reproduzem com maior facilidade. Então, é importante checar com frequência a temperatura das geladeiras e dos congeladores. Use termômetros, eles podem ajudar bastante a fazer esse tipo de controle nos equipamentos.

Energia elétrica

É possível que uma hora ou outra haja uma queda na energia elétrica.

Caso isso acontecer, procure manter os refrigeradores bem fechados para manter o resfriamento. 

Logo que a energia voltar, verifique se a temperatura está adequada, ou seja, abaixo de 5ºC. 

Dessa forma, os alimentos que ficarem por mais de duas horas acima dessa temperatura não devem ser consumidos. O descarte, neste caso, é a atitude mais segura.

Funcionários

Sua equipe precisa estar ciente das boas práticas de segurança alimentar. É importante orientá-los sobre isso. 

Tanto quanto o gestor, ou dono de restaurante, os funcionários também devem contribuir armazenando direitinho os alimentos, para manter a higiene no local de trabalho.

Então, na hora de pegar os produtos no estoque, solicite que deem preferência àqueles que têm a data de validade mais próxima

Esse movimento vai ajudar a não deixar nenhum item estragar ou perecer, evitando desperdícios.

Cuidados pessoais

Outro fator importante é a higiene pessoal dos profissionais. Confira os procedimentos que cada colaborador deve seguir para manter para evitar falhas:

  • Manter as unhas aparadas e limpas;
  • Deixar o cabelo preso e sempre colocar a touca, isso inclui barbas também;
  • Não usar anéis, pulseiras e relógios ao manusear alimentos;
  • Usar constantemente aventais e luvas;
  • Não manipular alimentos se estiver com algum tipo de ferimento;
  • Jamais tossir ou espirrar perto dos alimentos;
  • Lavar as mãos periodicamente.

Nesta época de pandemia, o uso de álcool em gel é INDISPENSÁVEL para complementar a higienização. Mas lembre-se: este produto não substitui a água e o sabão.

Como você pôde ver, saber como conservar os alimentos em restaurantes exige paciência, atenção e cuidado. 

Sendo assim, se você e sua equipe seguem essas orientações no seu estabelecimento, estão aptos para oferecer um serviço de qualidade e dentro das regulamentações legais de segurança alimentar. 

Portanto, mantenha em mente que o armazenamento adequado contribui para preservar o sabor, a textura e o valor nutricional dos alimentos, valorizando a marca do seu restaurante.

Controle de pragas

Um quesito essencial: o controle de pragas deve ser rigoroso em qualquer estabelecimento alimentar.

Todos sabemos que é extremamente desagradável imaginar a presença de um roedor ou de insetos em um restaurante, isso acaba com toda a experiência. 

Pragas costumam causar repugnância aos clientes, e com razão.

Além disso, podem causar contaminação e doenças. Jamais se descuide disso!

Resumo

Baixe Grátis: Como conservar alimentos?