QUERO FALAR COM CONSULTOR

6 passos de como fazer o controle financeiro do seu negócio

Como fazer o controle financeiro do seu negócio?

Pare fazer o controle financeiro do seu negócio é preciso apenas anotar tudo que é gasto e recebido, seja em uma planilha ou em um software de gestão.

Tenha consciência que esta atividade se trata de todo o conjunto de ações administrativas do planejamento do seu negócio.

Então, o foco aqui é conseguir obter o máximo possível de lucro e o mínimo de prejuízo.

Saber como fazer o controlar o seu financeiro requer algumas atividades importantes, como a separação do dinheiro para o negócio.

Faça um planejamento financeiro para as principais despesas e não esqueça de manter a gestão de caixa diário de maneira correta.

Além disso, você pode seguir os 6 passos de como fazer o controle financeiro do seu negócio logo abaixo. Confira:

1. Gestão de caixa

A gestão de caixa diário vai jogar diretamente com o controle financeiro do restaurante.

A parte financeira da dua empresa só será boa se houver um envolvimento de vários outros processos.

Neste caso, de gestão de caixa, é necessário administrar as entradas e saídas de tudo que circulou no restaurante.

Isso também inclui pagamentos de fornecedores, salários, tributos, prestação de serviços e afins.

Outra coisa que pode ajudar muito no processo é um método de registro e contas a pagar e a receber.

Isso é muito importante para qualquer tipo de negócio, já que permite ter conhecido sobre o controle de capital e de análise da saúde financeira.

Mas não fique apenas analisando, faça um monitoramento, isso fará toda a diferença e ainda vai ajudar a perceber como estão indo as finanças.

2. Administre o fluxo de caixa

O fluxo de caixa irá influenciar diretamente no seu controle financeiro.

Um depende do outro para funcionar de maneira correta, principalmente em relação ao levantamento financeiro.

Fique ciente das necessidades do seu empreendimento e organize as suas entradas e saídas de receita.

Realize diariamente o registro de contas a pagar, receber, controle de estoque e vendas.

3. Demonstrativo de resultados

O demonstrativo de resultados serve para evidenciar a formação do resultado líquido de um exercício líquido.

Também conhecido como DRE, ele é de cunho contábil e detalha todo o tipo custos e despesas de uma empresa.

Por se tratar de resultados, o demonstrativo é uma das tarefas que faz parte do controle financeiro de qualquer tipo de empresa, loja ou restaurante.

Além disso, é bom ter contato com a gestão de custo de mercadorias e do valor de venda dos produtos, despesas variáveis e fixas.

O conhecimento de todos esses dados irão permitir que você consiga calcular o lucro líquido com mais facilidade.

Independe dos recebimento ou pagamentos a serem feitos, é possível chegar a uma coisa chamada de “Margem de Contribuição”.

4. Margem de Contribuição

A MC, é o resultados da diferença entre a receita total, as vendas feitas com despesas e custos variáveis.

É como se o seu empreendimento tivesse o plano de vender 100 unidades de um produto que é novidade.

Este produto sairia por R$ 20 e para produzir cada um deles, você gastaria R$ 50. Suponhamos que seriam gastos R$ 3 de despesas gerais.

Neste contexto, a Margem de Contribuição ficaria assim:

MC= VU x QP – (CP+DV)

MC= 20 x 100- (5+3)

MC: Margem de contribuição 

VU: Valor unitário 

QP: Quantidade de produto a venda.

CP: Custo do produto 

DV: Despesas variáveis 

Aqui então temos sua Margem de Contribuição ou lucro líquido, de 60%.

Quer dizer que para cada unidade do produto que você vender a R$ 20,00, você terá um lucro de R$ 12,00.

5. Mantenha um controle rigoroso

Para ter um bom controle financeiro é preciso ter um conhecimento rigoroso das finanças.

Mesmo que você tenha conhecimento a respeito de todos os valores, entradas, saídas, fornecedores e afins, pode ser bem difícil manter o controle de tudo isso.

Justamente por isso é indicado que tenha um controle seguro de todas essas informações.

Compare todos os lançamentos, notas fiscais e verifique possíveis discordâncias de valores com seus funcionários.

Procure analisar as brechas, como descontos, que podem acabar prejudicando o seu estabelecimento e até as metas.

6. Trabalhe seu dinheiro

Seja lá qual for o seu tipo de negócio, o controle financeiro vai precisar de mensuração de dados.

Para administrar corretamente um estabelecimento é preciso saber trabalhar com cada centavo, afinal de contas, o seu movimento depende disso.

Procure encerrar o mês operacional todo o dia 25. Isso dará mais tempo para fazer os cálculos e as folhas de pagamento.

E fique atento com as conferências e checagens de saldos de caixa. Verifique sempre os valores pendes das vendas e os vales.

Faça uma comparação de tudo que puder à prazo e negocie prazos melhores.

Nem sempre os pagamentos são feitos a vista e com o prazo estendido você ainda consegue arrecadar o valor necessário.

E não esqueça do seu estoque, o controle financeiro também influência nesta parte, então fique atento!

Conheça a sua situação da forma mais detalhada possível e assim terá conhecimento sobre que fazer na hora de saber como fazer o controle das suas finanças. 

Como fazer controle de vendas e evitar erros?