Como fazer um livro caixa?

Todo mundo já ouviu falar de um livro caixa. Mas poucos sabem como fazer um.

Não basta apenas escrever tudo em um papel qualquer. Você precisa organizar dados específicos em certas etapas.

Portanto, não se arrisque em tentar fazer tudo sozinho e de qualquer jeito. Faça uma pesquisa, confira o nosso artigo e veja como fazer um livro caixa!

O Que é um Livro Caixa?

Muito se fala sobre esse documento. Ele é um dos principais e mais antigos tipos de controle de caixa. Mas você não sabe o que é esse tipo de registro? Nós explicamos.

Este documento, presente na contabilidade do seu negócio, é usado para registrar informações.

Normalmente, ele é feito pelos profissionais desta área, os contatores.

Dessa forma, essas anotações, chamadas de lançamentos, são feitos para controlar tudo que entra a sai de dinheiro do seu restaurante.

Todavia, entender o que é esse documento não acaba por aqui. Ele ainda é composto por dados da situação do estabelecimento.

Ou seja, as entradas de dinheiro mensais e anuais também são anotadas.

É bem comum que os pagamentos feitos em dinheiro também sejam lançados nele, na escrituração contábil.

Agora que a dúvida sobre o que é um livro caixa foi solucionada, você precisa saber que o uso dele não é obrigatório.

Existem outras formas de fazer controle do seu restaurante.

Como é a estrutura de um Livro Caixa?

Para quem está começando um negócio agora, lidar com esse documento pode ser um pouco complicado, pois ele não está efetivamente no nosso dia a dia.

Mas não se desespere! Aqui vai a estrutura para ajudar na organização financeira do seu restaurante. Veja o que deve constar:

  • Data do registro
  • Histórico breve;
  • Entradas e saídas (débito e crédito);
  • Saldo atual da conta Caixa.

Veja um exemplo:

Quais são as partes de um livro caixa

Nas páginas desse comprovante financeiro, que organiza a vida financeira do seu empreendimento, deve ser inserida as seguintes informações:

Saldo anterior

De maneira obrigatória, a primeira linha do seu livro deve apresentar o saldo anterior do seu caixa.

Ou seja, quando um novo mês começar esse valor precisa ser lançado no último dia do mês que passou.

Data

Na primeira coluna é necessário que esteja presente a data das transações, sejam elas de entradas ou saídas do seu restaurante.

Histórico

Na segunda coluna você precisa explicar o que é o valor inserido anteriormente. Faça uma pequena descrição do histórico do lançamento.

Entradas/créditos

Os valores que entram no seu estabelecimento deve estar neste coluna.

Saídas/débito

Já os valores referentes a saídas, como pagamentos, deve ser inserido nesta coluna.

Saldo

Nessa coluna você deve colocar o saldo restante após as operações durante o dia.

Para isso, como já falamos, é preciso somar o saldo do dia anterior com todas as entradas do dia e depois subtrair as saídas.

Como fazer um livro caixa?

Saldo do mês = R$1.120    Santo anterior= R$750     Saldo atual= R$1.870

Fique atento! Empresas, de qualquer tipo, optantes pelo Simples Nacional, são obrigadas a ter a escrituração do Livro Caixa.

Qual o objetivo do livro caixa?

Antes de já sair anotando tudo que é necessário para compôr esses registros, procure saber qual é o objetivo dele.

Para ter um estabelecimento de sucesso, você vai precisar saber tudo o que entra e o que sai de valores do seu restaurante. E esta é a principal função do documento.

O objetivo do livro caixa é fazer o registro de entrada e saída de dinheiro no seu negócio.

Nos últimos anos, o cheque não tem sido muito usado, mas se o seu restaurante ainda utiliza, fique sabendo que ele não pode fazer parte dos lançamentos.

Já o pagamento em dinheiro de despesas básicas, como água, luz e internet, devem estar escritos no livro caixa.

Junto disso, lembre-se de colocar os comprovantes de pagamento.

Eles devem ser igualmente arquivados para ser mais fácil de executar a manutenção do livro de maneira correta.

Tente sempre fazer os registros da maneira mais organizada possível.

O objetivo desse comprovante é justamente deixar tudo mais fácil, porém, esquecer de anotar certas informações, pode bagunçar tudo.

Como manter em dia a escrituração do livro caixa?

Você só vai conseguir manter em dia a escrituração do livro caixa se todas as informações financeiras forem colocadas. Isso também inclui as transações bancárias.

Diferentemente, as saídas de aplicações financeiras, que são semelhantes às de características de liquidez rápida, não são necessárias registrar.

Dessa forma, com as aplicações de renda fixa, como letras de câmbio, os registros serão anotados como saída, pois não são aplicações de liquidez imediata.

Por isso, as entradas de aplicações serão registradas no resgate.

Contudo, felizmente, já existem softwares de gestão financeira que ajudam a organizar tudo isso de um jeito mais tranquilo. O que deixa tudo mais tranquilo.

Dicas para o seu livro caixa

Primeiramente é importante que você saiba que esse documento não pode ter rasuras ou erros.

Caso tenha errado algum lançamento é preciso realizar o estorno do valor que foi lançado.

Caso tenha algum documento no lançamento, como uma nota fiscal, por exemplo, armazene-os e apresente-os quando necessário.

Conheça o sistema ideal para o seu restaurante