QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como montar um restaurante de comida italiana?

Como montar um restaurante de comida italiana?

Para saber como montar um restaurante de comida italiana você vai precisar conhecer bem essa gastronomia e tradição.

Além disso, não pode abrir mão do planejamento financeiro, fornecedores, espaço físico, qualidade dos pratos.

Por isso, a Saipos preparou esse conteúdo para te mostrar tudo que você precisa saber antes de iniciar esse projeto tão bacana. Então fica atento as dicas a seguir.

Estude sobre esse tipo de restaurante

Talvez sua ideia de investir nesse tipo de negócio seja por fazer parte da cultura desse país. A Itália é muito rica em culinária, e por isso, os pratos costumam agradar a todos.

Mas se você teve a ideia apenas por saber da popularidade do tipo de comida, vai precisar estudar sobre essa cultura e como trazê-la para dentro  do seu restaurante.

Entender um pouco mais sobre a tradição do país é fundamental para que consiga oferecer uma decoração que combine com esse conceito, além de músicas, e claro, dos pratos.

Um restaurante de comida típica deve oferecer muito mais do que apenas pratos diferenciados, você precisa pensar na experiência do cliente.

Então, se quer entrar a fundo nesse negócio, trabalhe para fazer o seu cliente se sentir realmente em um restaurante da Itália.

Defina seu público alvo

A comida italiana é a preferida de muitos brasileiros. Sendo até mesmo mais apreciada do que a própria culinária típica daqui.

Por isso, é muito provável que um cardápio focado em massas, lasanhas e  até mesmo pizza, atenda muito bem todos os públicos.

Então, você pode oferecer uma alimentação de qualidade e fiel a cultura italiana sem precisar de um público muito seleto.

Mas isso não impede que um estabelecimento bem estruturado seja aberto, em um ponto nobre da cidade, por exemplo.

Se puder investir nisso, vá em frente. Certamente o seu restaurante será muito procurado por quem está buscando um lugar novo e uma comida saborosa.

No entanto, restaurantes de comida italiana podem ser modestos e menores, ainda assim, oferecem uma sensação de conforto e aconchego.

Assim, você pode servir refeições não apenas À la carte, mas também Self-service, por um custo menor e que abrange um público mais popular, por exemplo.

Monte o seu cardápio

Você pode focar o seu restaurante em apenas um tipo de prato, por exemplo, massas ou até mesmo pizzas.

Vamos te mostrar quais são os diferenciais de uma pizzaria tipicamente italiana.

Já que restaurantes que trabalham com pizzas geralmente são bastante populares e existe muita concorrência.

Qual a diferença das pizzas italianas?

As primeiras fornadas de pizzas foram feitas em Nápoles, na Itália. Por isso, a pizza que segue as características originais, são chamadas de napolitanas.

Essas pizzas possuem diferenças bem aparentes quando comparadas às brasileiras.

Por aqui, encontramos facilmente opções com bordas recheadas e massa bem encorpada, com textura mais fofinha.

As napolitanas, no entanto, não tem essas características. A massa costuma ser bem fina e crocante, e, bordas recheadas nem pensar!

Além disso, os italianos prezam muito pelo sabor da massa da pizza, e nada de exageros nos recheios.

Apenas o queijo, molho de tomate, manjericão e azeite dão o sabor necessário a essa iguaria. Como você pode ver, é um gosto bem diferente dos que temos por aqui.

Por isso, vale explorar esse ramo, adaptando-se entre preferência dos brasileiros, sem deixar de mostrar como é a verdadeira pizza tipica da Itália.

Dessa forma você com certeza vai atiçar o interesse de muitos italianos que moram aqui. 

Lembrando que o Brasil possui um número muito grande de descendentes e imigrantes dessa nacionalidade.

Quais pratos oferecer no meu restaurante italiano?

Quando se escolhe a área de restaurante típico para trabalhar, é muito interessante que você tente ser o mais fiel possível à culinária original daquele país.

A comida italiana é muito farta, sempre preparada com muito queijo e azeite de qualidade.

Por isso, não deixe de utilizar bons queijos, e inclusive, levar uma opção variada para o seu menu. Um italiano que se preze, ama queijos e vinhos.

Mas nem todos os fregueses terão contato prévio com a comida italiana original, por isso, traga novas opções.

Varie entre o tradicional e o adaptável, que mescla comida brasileira e italiana. O que não pode faltar no seu cardápio é:

  • Macarronada
  • Lasanha
  • Queijos variados
  • Vinhos de qualidade
  • Polenta
  • Radite (salada forte)
  • Risoto
  • Tortellini
  • Bruschetta
  • Gnocchi
  • Gelatto
  • Calzone
  • Molhos tradicionais

É claro que o seu cardápio vai depender muito de como você pretende atender. Do seu público alvo e conceito do seu restaurante.

Existem pratos mais sofisticados e caros, assim como também há os que podem ser comprados por um valor acessível e ainda tem uma boa rentabilidade.

Analise os seus concorrentes

Olha, se a cidade que você pretende abrir o seu restaurante é pequena e lá já existe outro com essa temática, talvez não seja uma boa ideia.

Se o seu concorrente for muito menor que o local que você pretende abrir, essa ideia até  pode ser considerada, mas vale ter atenção.

No geral, é bom que você analise bem todos os restaurantes com potencial perto do seu, mesmo que não trabalhem com comida típica.

Ao fazer isso, observe os cardápios, valores, propostas diferenciadas. É muito legal que você faça isso como um cliente. Visite, prove e observe.

É uma ótima maneira de conseguir novas ideias, e descobrir pontos fortes e fracos. Assim, certamente vai reparar brechas que pode trabalhar no seu espaço.

Como montar ter um restaurante de comida italiana de sucesso?

Para ter um restaurante de sucesso você precisa ficar atento a todas as mudanças de mercado, coisas que podem ser novidade no seu estabelecimento.

Além disso, faça mais do que o seu cliente espera de você. Boa comida é o mínimo. Faça além!

Ofereça mais que comida

O que faz um cliente voltar não é só a qualidade da comida, se fosse isso, muitos restaurantes deixariam de fechar as portas.

Pessoas se identificam com pessoas e isso quer dizer que é importante desenvolver um relacionamento sólido com seus clientes.

Mesmo que tenha funcionários para servir às mesas, não deixe de dar uma passadinha para acompanhar como ele está. 

Esteja presente, demonstre importância. Sem dúvidas isso fará os visitantes se sentirem muito mais acolhidos.

A cultura italiana envolve mesas cheias, com muito assunto e alto astral, então o clima hospitaleiro precisa ser marca registrada do seu negócio.

Invista na aparência do seu restaurante

Aposto que se você entrar em um restaurante italiano logo vai notar alguns itens que são parte dessa cultura tão marcante.

Móveis em madeira, decoração alegre, imagens de paisagens e pontos turísticos da Itália, e pequenos itens que lembram muito o artesanato feito pela “Nona”.

Além disso, fotos e quadros com imagens dos seus produtos fazem muita diferença na hora de abrir o apetite dos seus visitantes.

Veja algumas fotos desse tipo de decoração e pense em qual se adapta mais ao seu conceito de negócio.

Tudo na aparência dos restaurantes italianos traz a sensação de sentir-se em casa.

Então, não diminua a importância de valorizar essa questão, porque a cara do lugar é capaz de trazer memórias de infância e levar um pedacinho da Itália até o cliente.

Como contratar funcionários para um restaurante italiano?

Se a sua ideia é abrir um restaurante em família, e já tenham prática com a culinária italiana, fazer bons pratos fica muito mais simples.

Caso você não tenha nenhum conhecimento na área, terá que contratar bons funcionários. 

O cuidado nessa etapa é bem importante. 

Você precisará de alguém que entenda profundamente do assunto, e por isso, o custo de contratar esse tipo funcionário pode ser bem mais alto.

Mas se você tiver um bom chef de cozinha, não precisará de uma equipe inteira especializada.

Isso porque ele poderá treinar os outros de acordo com os seus conhecimentos, além de acompanhar todos os preparos.

Então, para manter o seu restaurante funcionando, você vai precisar dos seguintes funcionários:

  • Chef de cozinha;
  • Cozinheiros;
  • Auxiliares;
  • Recepcionista;
  • Garçons;
  • Auxiliar de limpeza;
  • Gerente.

O número de funcionários para cada atividade varia de acordo com o seu espaço, proposta e tamanho de negócio.

Escolha bem os ingredientes

A cultura italiana valoriza muito os ingredientes que utiliza nos seus pratos. É por isso que apreciam simplicidade em algumas receitas.

Assim, conseguem sentir o sabor de cada item que compôs aquela comida. Cada coisa que você utilizar precisa ser de qualidade.

Além disso, saber a procedência dos seus produtos é algo inevitável para conseguir atingir um sabor inigualável.

Tenha capricho e valorize cada ponto do preparo. O cuidado com os pequenos detalhes encanta os clientes.

Se você investir em um fornecedor próximo, que produza alimentos orgânicos, isso pode ser um diferencial muito bom para o seu restaurante.

Mas lembre-se, além de adquirir ótimos produtos, você vai precisar armazenar perfeitamente esses ingredientes.

Se o seu fornecedor lhe entregar diariamente, você não precisa se preocupar em estocar grandes quantidades.

Assim, garante que terá os produtos sempre frescos e com qualidade.

Uma característica do restaurante de comida italiana é expor alguns itens que compõem pratos do cardápio, como conservas, vegetais e temperos.

Isso cria um charme a mais e lembra uma cozinha da casa da avó, ou seja, um ambiente ainda  mais acolhedor.

Ideias de restaurante italiano

Essa área tem capacidade de crescimento muito grande, e você pode expandir para diversas propostas.

Aproveite os modelos de restaurante existentes para transformá-los em perfeitos espaços italianos. Veja essas ideias que trouxemos para te inspirar!

Macarrão ao vivo

Como massas estão muito presentes no cardápio, você pode optar por um estabelecimento focado em macarrão, que inclusive, pode ser feito ao vivo.

Mas, você sabe o que quer dizer macarrão ao vivo? Vamos te explicar.

Esse tipo de restaurante possui uma bancada parecida com as de buffet, e diversos acompanhamentos que podem ser escolhidos conforme o gosto do cliente.

Nesse caso, você pode focar nos molhos típicos da culinária italiana. Pode também selecionar um espaço dentro do estabelecimento para queijos e vinhos.

Uma ideia interessante, é oferecer opções autênticas para pessoas com intolerância a glúten, além de massas com acompanhamentos específicos para vegetarianos e veganos.

O bacana é que o espaço da cozinha fique visível, assim, o cliente pode acompanhar o preparo das massas, que devem ser caseiras e de tipos variados.

Cantina italiana

A cantina italiana é bem parecida com o restaurante. A diferença é que os restaurantes costumam ser mais sofisticados.

Nas cantinas, também conhecidas como Trattorias, o clima é mais familiar. 

Muitas vezes, os funcionários são contratados em pequeno número, já que a família contempla grande parte das necessidades do local.

Nesse caso, o cardápio pode ser mais simples e bem caseiro, inclusive, oferecendo lanches e doces. 

Outro coisa legal é vender produtos que podem ser levados para casa, como compotas de doces, biscoitos, queijos e vinhos típicos e artesanais.

Osterias

As osterias são mais focadas na venda de bebidas, elas são o ponto alto do negócio.

Nesse caso, investir em um modelo de bar com a proposta italiana é uma ideia bem autêntica e pode conquistar clientes fiéis.

O cardápio pode ser mais focado em pratos simples, como aperitivos. Queijo é indispensável para acompanhar um bom vinho.

Então capriche no seu estoque, trazendo diversidade nesse alimento típico dos italianos.

Pizzaria italiana

Quem não gosta de pizza? Paixão nacional, ela é responsável pelo sucesso de muitos estabelecimentos.

Apesar do número de pizzarias aumentar cada vez mais, investir em um modelo tipicamente italiano pode ser uma boa maneira de inovar e conquistar um novo público.

Mesmo havendo muitos tipos de forno para pizza industrial, o modelo a lenha atende melhor essa proposta.

Você pode estruturar o seu ambiente em torno do forno a lenha, com pizzas napolitanas bem originais, sem deixar de oferecer os sabores mais pedidos pelos brasileiros.

A decoração é coisa séria em estabelecimentos com temática italiana, por isso, empenhe-se para criar um clima bem original.

Isso fará toda a diferença na hora do cliente escolher qual pizzaria ir. 

Aposte em um diferencial

Você já visitou um espaço temático? E já jantou ouvindo uma música ao vivo que tornava o clima especial?

Então, essa proposta é muito bacana para restaurantes de comida típica. Ainda mais falando de negócios com conceitos italianos.

Por ter um ar muito alto astral, apostar em músicas e danças é um atrativo e tanto para quem busca um verdadeiro mergulho na tradição italiana.

Portanto, que tal pensar em oferecer essa experiência ao cliente uma vez por semana, ou até mesmo uma vez por mês?

É possível contratar bandas caracterizadas, especializadas na musicalidade da Itália, mesmo que o custo seja um pouco alto, vale a pena, hein?

Se um bom marketing for feito sobre esses eventos, você certamente vai lotar o seu restaurante, cativando todos os que estiverem presentes.

Mas não esqueça, dias com esses “agitos” precisam ser muito bem organizados, para evitar tumultos e situações desagradáveis.

Como abrir uma franquia de restaurante de comida italiana?

O primeiro passo é escolher qual franquia fica melhor para vocÊ. Com menos de 100 mil reais, já possível abrir a sua franquia de comida italiana.

É uma boa ideia também, se você pretende ganhar caixa para poder abrir o seu próprio restaurante.

Se a franquia for de qualidade, você pode ganhar clientes para o ponto, e após ter o investimento necessário, fechar a franquia e abrir seu negócio no mesmo local é uma opção.

As opções de franquias de restaurante de comida italiana no Brasil são extensas. 

Você pode optar por franquias focadas em calzones, pizzas napolitanas, risotos, massas e grelhados, além disso, já existem fast foods com cardápio italiano, incrível, né?

Mas atenção, franquias com essa temática podem acabar custando mais do que montar um negócio do zero.

Vale a pena pensar bem e simular os seus custos nas duas propostas.

Não descuide do básico

Montar um restaurante de comida italiana pode ser bem mais complexo quando se diz respeito ao planejamento comparado com os restaurantes normais.

Mas isso não pode tirar o seu foco de outras questões que também são muito importantes.

Documentação

Você se envolverá com muitos itens diferenciados, mas não pode descuidar do que é primordial para qualquer tipo de restaurante.

Um exemplo disso são os documentos necessários para montar um negócio de alimentação.

Você precisa estar ciente de que só poderá abrir as portas do seu restaurante tendo toda a papelada em mãos, e que além de dinheiro, isso demanda tempo.

Fornecedores

Ter bons fornecedores também é uma necessidade inicial que deve ser levada a sério. 

Principalmente nos modelos de restaurante italiano, a qualidade dos alimentos é importantíssima.

Por isso, preze por conhecer vários fornecedores, discutir coisas como o tempo e horário de entrega dos itens e descontos.

Investimento

Algo que é fundamental para que tudo dê certo na montagem do seu restaurante é ter noção dos valores que precisa para suprir todas as suas necessidades.

Se precisar de um empréstimo para conseguir abrir o negócio, deve pesquisar a fundo as taxas, e se isso não representa riscos ao seu empreendimento.

Tenha um fundo de caixa reserva para o caso de imprevistos, atrasar salário de funcionários ou deixar o seu estoque com poucos produtos é intolerável.

Higiene e segurança

Um ambiente que trabalha com o foco em alimentação, precisa prezar pela higiene.

Por isso, antes de começar a atuar dentro do local escolhido, certifique-se que não há nenhum problema com insetos ou roedores, caso contrário, uma dedetização pode ser feita.

Lembre-se que a segurança também é fundamental para que tudo corra bem ao longo do tempo. 

A fiação elétrica precisa estar em dia, e um sistema de câmeras e alarmes também pode ser contratado. Sem dúvidas, é um valor muito bem gasto.

Não esqueça do delivery

Independente da sua proposta de restaurante, é possível oferecer os seus pratos via delivery.

Essa é uma ótima maneira de conquistar novos clientes, além da praticidade. Isso, porque através dos apps como Ifood, Rappi e Uber Eats se torna bem simples utilizar esse recurso.

Então, agora que você já sabe por onde começar, comece o seu planejamento e conte com a Saipos para o que precisar!

 

Resumo

Ebook como deixar o seu restaurante mais eficiente