FALE COM CONSULTOR SAIPOS

Como montar um restaurante natural em 10 passos 

Como montar um restaurante natural em 10 passos 

Saber como montar um restaurante natural exige que você  invista em produtos ovo-lacto-vegetarianos.

Esse tipo de negócio está em alta, e o número de adeptos tem crescido, uma ótima oportunidade de conquistar o seu espaço no ramo de alimentação.

Para você entender como montar um restaurante natural, a Saipos preparou essas dicas incríveis. Confira!

1.Analise os concorrentes

Sempre que se pensa em iniciar um novo negócio, o primeiro passo a se fazer é analisar os concorrentes.

Por isso, quando for escolher o local para abrir o seu estabelecimento, pense nos outros restaurantes que disputarão a atenção dos clientes com você.

Veja se existem modelos semelhantes próximos, ou com uma proposta que atenda também o seu público alvo.

Caso haja, e você não quiser abrir mão do seu projeto, precisará inovar em algum ponto, para que entre os estabelecimentos existam diferenciais.

2. Providencie os documentos necessários

Antes de dar início às atividades de como montar um restaurante natural, é necessário ter em mãos vários documentos importantes para a legalização.

Assim, você poderá abrir as portas sem nenhum problema com a vigilância sanitária, prefeitura da cidade e outros órgãos.

Por ser uma etapa tão importante, preparamos uma lista com alguns dos principais documentos necessários:

  • Registro na Junta comercial do Estado;
  • Alvará de localização e funcionamento;
  • Inscrição Estadual;
  • Auto de vistoria do corpo de bombeiros;
  • Certificado de responsável técnico;
  • Certificado de Limpeza e Desinfecção dos Reservatórios de Água;
  • Procedimentos Operacionais Padronizados.

3.Planeje seu espaço físico

Um projeto de como montar um restaurante natural depende também de um bom espaço físico.

Mas como dar a cara para esse espaço, demonstrando a proposta do seu estabelecimento?

Pode ser mais simples do que você imagina, porque pessoas que frequentam esse tipo de local, geralmente estão focados na qualidade da comida.

Assim, você pode apostar na simplicidade, sem gastar muito, e preservando o ar mais natural possível.

Portanto, opte por cores claras, tons de verde, plantas e o máximo de natureza possível.

Outra ideia muito boa, é investir em um espaço externo, com árvores, redes, bancos, isso tudo para criar um clima de jardim.

Quanto mais você puder expor os seus produtos  orgânicos, melhor. Então, se tiver uma horta ou pomar, não tente escondê-lo. 

Essas coisas só contribuem para que o seu espaço fique mais adequado para a sua proposta.

4.Monte uma boa equipe

Não é uma obrigatoriedade, mas se puder, dê preferência a funcionários que sejam adeptos da proposta que você oferece no seu restaurante.

Mas por que isso? Bom, a resposta é simples. Pessoas acostumadas com uma alimentação natural já sabem melhor como prepará-las.

Mais que isso, elas gostam do que fazem, e certamente ter pessoas que se incluem nessas ideais trará ainda mais pontos positivos para o seu negócio.

5.Valorize seus produtos

Esse talvez seja o ponto mais importante dentro do seu restaurante. Isso porque os produtos que você utiliza nas suas receitas são a alma do negócio de comida natural.

Os clientes esperam que os alimentos sejam os melhores, frescos, saborosos e livres de agrotóxicos.

Então, pesquise fornecedores que possam lhe dispor os melhores vegetais, ovos e leite, por exemplo.

Pequenos agricultores familiares são responsáveis por ótimos produtos, então procure quais opções existem na sua região.

Além disso, é necessário ser honesto com o seu cliente. Se um prato vegano é solicitado, atenda o pedido com os ingredientes que respeitam essa categoria. 

Jamais utilize na composição da receita algo que não se encaixa no estilo de vida do cliente, mesmo que ela não tenha como notar.

6.Mantenha a organização

Para qualquer negócio, a organização é fundamental. Mas isso não quer dizer apenas que é preciso deixar a cozinha organizada, por exemplo.

Para um restaurante de comida natural, organização é muito mais que isso. Ela está no controle do estoque, no preparo dos alimentos, no planejamento do ambiente.

Além disso, ser organizado representa analisar as finanças do local. Os custos com produtos, funcionários, enfim.

Se quiser ter sucesso no seu restaurante, mantenha controladas todas as questões que dizem respeito a parte financeira, já que os alimentos orgânicos costumam ser mais caros.

7.Ofereça opções Delivery

Atualmente, cada vez mais pessoas compram seus lanches e refeições a partir de apps de delivery de comida, como iFood, Rappi e Uber Eats.

Isso acontece porque é muito prático pedir os alimentos sem sair de casa. É por isso que você também precisa fazer parte desse grande nicho.

Assim, não perde vendas e ainda consegue expandir a sua marca cada vez mais. Uma ideia é iniciar apenas como delivery, e após, migrar para um espaço físico.

Desse modo, é possível adquirir mais experiência e ainda ganhar fundo de  caixa para investir no seu negócio fixo.

No delivery, é possível mostrar ainda mais a essência do seu negócio, optando por embalagens sustentáveis.

8.Prepare um bom fundo de caixa

Falando em fundo de caixa, esse é um ponto muito importante para manter um restaurante em pé.

Através dele, você consegue arcar com despesas mesmo em momentos de crise. 

Pagar os funcionários sem atraso e comprar os produtos  para o seu estoque até em épocas de crise

Como dizem, o capital de giro é a segurança do estabelecimento. Com ele, dá para ficar mais tranquilo, sabendo que dará conta se alguma emergência surgir.

9.Divulgue seu restaurante

Para conquistar clientes, você precisa aparecer. Por isso, a divulgação é tão necessária para quem está começando um novo restaurante.

Mas como montar um restaurante natural e fazendo essa divulgação? Bom, hoje em dia, a melhor maneira é a partir das redes sociais.

Crie uma página utilizando o Facebook e fale sobre o seu setor, mostre seus produtos orgânicos, apresente o agricultor responsável por produzi-las.

No Instagram, é possível expor mias fotos do ambiente e dos pratos. Assim, você traz para perto do seu restaurante os clientes que são mais focados na alimentação natural.

10.Aposte em variedade

Muitas pessoas acham que comidas vegetarianas não são saborosas, o que é um grande mito.

Por isso, varie no cardápio para conquistar mais pessoas. Para fazer isso, reproduza receitas tradicionais e que maioria gosta, como por exemplo, strogonoff.

Esse tipo de prato conquista facilmente o grande público, e você pode fazê-lo sem utilizar carne, apenas com cogumelo, palmito ou carne de soja.

Qual a diferença entre restaurante natural, vegetariano e vegano?

Esses três tipos de restaurante estão crescendo cada vez mais, e não é uma questão de modismo, e sim, porque as pessoas estão se importando mais com a boa alimentação.

Apesar de muitas pessoas confundirem, existe bastante diferença entre os três tipos de restaurante, como vamos te mostrar.

Restaurante vegano

Os restaurantes veganos são os que não utilizam nenhum alimento de origem animal, como ovos, leite e carne, por exemplo.

Pessoas veganas não usam nada que possa ter causado sofrimento animal, como roupas, itens de higiene e beleza testados neles. Por isso, os restaurantes veganos levam bem a sério essa questão.

Restaurante vegetariano

Os restaurantes vegetarianos não utilizam carne na composição dos seus pratos, no entanto, podem usar ovos e laticínios.

Restaurante Natural

O restaurante natural, contempla essas duas variações, oferecendo cardápios desde o vegetariano até o vegano, prezando pela qualidade e procedência dos produtos em ambos.

Outra opção é criar menus com alimentos típicos de um determinado país, como por exemplo, adaptações de pratos italianos, mexicanos, etc.

Além disso, já existem pizzarias que fazem suas pizzas apenas com ingredientes orgânicos.

Por isso, você pode explorar esse mercado que só tem a crescer, tendo ideias e propostas originais.

Então, agora que você já sabe como montar um restaurante natural, defina o seu público alvo e pense no melhor local para abrir o seu negócio, sem esquecer de oferecer opções delivery.

Resumo

Baixe Ebook como montar um cardápio