QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como montar um restaurante self service pequeno?

Como montar um restaurante self service pequeno

Como montar um restaurante self service pequeno exige que várias etapas sejam cumpridas com cautela.

Isso porque é um modelo de restaurante que tem crescido muito, e por esse motivo, um deslize no planejamento pode comprometer todo o funcionamento do estabelecimento.

Mas, você sabe quais são as características dos self services?

Bom, os restaurantes que optam por esse tipo de atendimento, geralmente têm uma mesa aquecida ou área para buffet, onde vários tipos de comida são dispostos.

O cliente, por sua vez, tem a  possibilidade de se servir conforme sua escolha. O valor pode ser cobrado de acordo com o peso do prato, ou na versão buffet livre.

Agora que você já sabe como funciona esse tipo de negócio, é preciso compreender as fases da sua montagem. 

Por isso, preparamos este texto para te ensinar como montar um restaurante self service pequeno.

1° passo: Planejamento

O planejamento é a chave para o bom andamento de todas as etapas que veremos a seguir.

De onde surgiu a vontade de montar um restaurante com atendimento de self-service? 

Quando essa ideia começa a surgir, e se vê que existe realmente a possibilidade de tornar esse plano realidade, o ideal é que tudo fique registrado, para não haver esquecimentos.

Após a ideia estar mais desenhada, você pode começar a montar o seu plano de negócio.

Como montar um plano de negócios?

O plano de negócios é o guia que vai direcionar cada passo que você dará. 

Nele, é necessário incluir o máximo de informações possíveis sobre a parte financeira.

Mas não para por aí. Falar sobre suas metas, objetivos, prazos para atingir resultados, tudo deve ser abordado.

É importante detalhar bem cada um desses itens. Por exemplo, na parte das finanças, separe quando você pode gastar com cada coisa. 

Pagamento de funcionários, manutenção de equipamentos, controle do estoque, tudo precisa ser contabilizado.

A partir daí, é possível definir qual será o valor médio de gastos mensais do seu negócio.

Reserva de caixa

A reserva de caixa nada mais é do que um valor que cubra todos os gastos mensais com o seu restaurante self service.

Esse valor você define a partir do seu plano de negócios, garantindo que em caso de emergências, poderá saldar as dívidas e todas despesas. 

2° passo: Legalização do restaurante

Manter o seu negócio dentro da lei é a primeira fase da estruturação do seu restaurante self service. E é muito importante que você não deixe isso pra depois. 

Imagina que você marca a data para a inauguração do seu negócio, e quando o dia vai se aproximando, percebe que a papelada não ficou pronta.

Nessa hora, bate o desespero e você percebe que é arriscado abrir as portas sem ter em mãos toda a documentação.

Preparamos uma lista com alguns documentos que muito provavelmente, você precisará. Confira abaixo!

  • Registro na Junta comercial do Estado;
  • Alvará de localização e funcionamento;
  • Inscrição Estadual;
  • Auto de vistoria do corpo de bombeiros;
  • Certificado de responsável técnico;
  • Certificado de Limpeza e Desinfecção dos Reservatórios de Água;
  • Procedimentos Operacionais Padronizados.

No entanto, não pense que são apenas estes que compõem toda a papelada necessária.  Por isso, o mais recomendado é ir até a prefeitura do município onde pretende abrir.

Lá, certamente saberão lhe informar como solicitá-los, ou então, com qual instituição será preciso fazer contato.

3° Horário de funcionamento

Escolher o horário de funcionamento do seu restaurante também é muito importante.

É necessário entender em qual momento o tipo de comida que você serve tem mais chances de atrair o público.

Se o seu público alvo for mais simples, aquele que procura um local barato para fazer suas refeições no intervalo do trabalho, o melhor período é o do almoço.

Mas isso não quer dizer que você não possa abrir para o jantar. Dependendo do tipo de produto que você focar, este pode ser o horário perfeito.

Então, se sua escolha for atender também no jantar, é importante analisar as vendas por algumas semanas, e ver se vale a pena. 

Pois, gastos com energia elétrica, e para manter a equipe durante mais tempo, podem tornar a ideia inviável.

4° Defina o público alvo e a localização

Como montar um restaurante self service pequeno é uma maneira de atingir um grande público em pouco tempo.

É muito importante abrir próximo aos grandes centros comerciais, faculdades, escolas, enfim. Quanto mais perto do grande fluxo de pessoas, melhor.

Também é preciso analisar que muitas pessoas comem fora no horário de almoço, quando estão no trabalho.

Isso porque, a cada dia, cada vez mais pessoas encontram dificuldade para preparar sua alimentação, por conta da falta de tempo.

E os self services podem ser a melhor opção por conta do preço do prato. Mas isso não quer dizer que você não possa abrir em locais mais nobres da cidade.

É possível montar restaurantes self services pequenos com os mais variados tipos de comida. Por exemplo, sushis, comida caseira, macarrão, comida vegana ou vegetariana.

5. Planeje a estrutura 

Um bom ambiente é sempre importante para que seus clientes se sintam atraídos e escolham entre tantos, o seu restaurante!

Mas, é preciso lembrar que como montar um restaurante self service pequeno exige controle nos gastos. Caso contrário, preparar um espaço melhor não será proveitoso.

No entanto, se você for abrir o seu negócio onde a demanda é muito grande, não vale a pena escolher um imóvel tão pequeno assim.

Essa escolha poderá afastar grande parte dos seus clientes, pelo simples fato de não se sentirem confortáveis para fazer suas refeições.

Para mais que isso, é preciso providenciar os seguintes itens:

  • A cor das paredes precisa se agradável e aconchegante. 
  • Podem ser inseridos espelhos, eles dão a impressão de que o espaço é maior.
  • Mesas e cadeiras precisam ser confortáveis.
  • Balcão para atendimento
  • Mesa para buffet
  • Freezers
  • Geladeiras
  • Processadores de alimento
  • Balança
  • Impressora
  • Computador
  • Fogão
  • Forno 

Alguns equipamentos variam de acordo com o tipo de culinária oferecida no restaurante.

6° Pense no cardápio

Outros fatores até podem atrair o cliente para o seu restaurante, mas nada supera o principal motivo: a fome.

Portanto, já que esta é a principal demanda, nada mais adequado do que focar especialmente no tipo de comida que será servida.

Como montar um restaurante self service do zero precisa de muitas receitas variadas.

No início, é possível que haja mais desperdício de alimento, mas aos poucos, será possível analisar qual o tipo de comida que mais agrada o seu público.

A partir daí, as receitas poderão ser preparadas com mais assertividade. 

Outro ponto muito importante é a qualidade dos alimentos utilizados para as receitas. Para isso, uma dica é  conhecer bem o seu fornecedor.

Para isso, dá pra conversar com os donos de outros estabelecimentos da sua cidade, assim, poderá conseguir recomendações de pessoas confiáveis para levar os alimentos até você.

Mas não se esqueça, o seu self service será pequeno, então não é necessário comprar uma quantidade tão grande de produtos para o estoque.

A dica é utilizar alimentos frescos o máximo possível. 

Mas mesmo assim, é super importante possuir um equipamento potente para poder refrigerar por mais tempo os produtos.

Alguns pratos que não podem faltar

Em um self service tradicional, os principais tipos de comida que precisam estar entre as opções são:

  • Arroz branco simples
  • Arroz com complementos
  • Macarrão vários tipos
  • Feijão preto
  • Feijoada
  • Carne de panela
  • Chuleta de porco
  • Frango grelhado
  • Peixe empanado
  • Salada de maionese
  • Refogado de cenoura e abobrinha
  • Purê de abóbora
  • Couve refogada
  • Purê de batata
  • Molho branco
  • Molho vermelho
  • Farofas
  • Saladas variadas

Relembrando, você pode servir todo o tipo de comida na versão self service. Até mesmo a culinária japonesa se encaixa bem nesse modelo de atendimento.

Isso porque, sai mais barato ao consumidor comprar nessa modalidade do que indo a um restaurante à la carte.

Outra ideia importante é oferecer várias opções de carne. Isso porque, a carne costuma pesar bastante, e a maioria das pessoas gostam.

Então, quanto mais quantidade de carne estiver presente no prato do cliente, mais pesado, e consequentemente, mais caro. E assim, mais lucro para você!

Mas não esqueça de ter variedade em alimentos veganos, inclusive, a soja pode substituir muito bem o papel da carne. 

Porque além de ter muita proteína na sua composição, o sabor é muito bom e bastante parecido.

7° passo: Monte uma equipe

A equipe tem um papel fundamental no seu restaurante, ainda mais se for como montar um restaurante self service pequeno. 

Talvez no início você consiga dar conta de preparar a comida. 

Mas em breve, terá que ter noção de que quando o restaurante atinge um grande número de clientes, a comida acaba super rápido.

Por isso é tao importante que haja sempre pessoas na cozinha preparando mais alimento para abastecer a mesa de buffet.

O cliente não vai querer saber os motivos pelos quais o arroz acabou, se ele quer comer aquele item, precisa estar ali.

Atendimento excelente

Quando se trabalha com outras pessoas, é como dividir o negócio. 

Cada pessoa possui uma responsabilidade diferente, e após um tempo na sua função, se tornará parte indispensável para empresa.

É isso que você precisa fazer. Colocar na cabeça do funcionário que ele é importante, que pode ajudar a fazer o restaurante atingir seus objetivos. 

Então, treine sua equipe para que, além de desempenhar a sua função com responsabilidade e dedicação, possam atender muito bem a todos que visitarem o seu estabelecimento.

Não esqueça que não basta uma comida deliciosa, o cliente não volta aonde  não é bem atendido.

8. Ofereça brindes ou descontos

Se quer deixar os seus concorrentes para trás, vai precisar de algo que os motive para experimentar a sua comida pela primeira vez.

Por isso é importante oferecer algum desconto como isca para conseguir novos clientes.

Uma opção bem legal é ofertar uma espécie de cartão, onde a cada refeição um carimbo é colocado.

Após um determinado número de refeições, o cliente pode ganhar um almoço grátis ou algum bônus.

Geralmente esse tipo de  ação é muito positiva para fidelizar o seu público

9. Pense em montar um restaurante familiar

Se a sua ideia é como montar um restaurante self service pequeno, talvez já existam planos de tomar conta do local sozinho ou com apoio da família.

Nesse caso, é possível valorizar ao máximo as características desse lugar, investindo em hortas, produtos orgânicos e comida mais caseira.

Geralmente, as pessoas costumam gostar bastante de restaurantes caseiros e com clima familiar, por isso, essa é uma maneira de unir o útil ao agradável.

10. Inove e tenha diferenciais 

Como já falamos por aqui, o ramo de alimentação é o que mais tem crescimento na Brasil. 

Mas embora isso possa ser positivo, por outro lado, acaba fazendo muitas pessoas fecharem as portas.

Então, pense bem em como criar um diferencial. Muitos restaurantes apelam para a experiência do cliente, dessa forma, é interessante inserir músicas no ambiente.

Uma opção é separar um dia da semana para isso. Por exemplo, aos sábados. Esse tipo de ação costuma atrair muitos clientes.

Além disso, a organização e decoração do espaço contribuem muito para que o consumidor se sinta bem.

É também, possível, montar um restaurante delivery, assim, gastos são diminuídos.

11. Marque presença nas redes sociais

Muitas pessoas resistem à importância das redes sociais para o crescimento de um restaurante. No entanto, é fundamental que ele marque presença na internet.

A partir dessas redes, você pode divulgar promoções, cardápio do dia, e o principal: as fotos dos seus produtos.

Sempre é bom lembrar que o cliente também come com os olhos. Por isso, a melhor coisa a se fazer é ter boas imagens dos seus pratos.

Para isso, não é obrigatório contratar um fotógrafo profissional. Basta ter uma câmera com boa resolução e fotografar em um local com boa luminosidade.

Vale lembrar que neste momento, não é coerente preparar alimentos de forma diferente dos que realmente são oferecidos aos clientes. 

Caso você faça isso, além de perder a confiança da freguesia, corre o risco de ser acusado de propaganda enganosa.

Agora você já tem ideia de como montar um restaurante self service pequeno. Mas lembre-se, a melhor coisa a se fazer no início do seu negócio é começar com o mínimo possível.

Assim, você evita gastos maiores do que pode pagar, o que pode lhe fazer precisar de um empréstimo, e começar com dívidas com certeza não é uma boa opção.

Como Montar Cardápio