QUERO FALAR COM CONSULTOR

Como recuperar cupom fiscal apagado?

Como recuperar cupom fiscal apagado?

Você tem um cupom fiscal apagado? Quando as informações de um cupom se apagam ou ele é perdido, é possível emiti-lo novamente através do site da SEFAZ.

Esse documento é fundamental para conseguir acionar a garantia de um produto ou serviço.

É por isso que um cupom apagado pode causar muita dor de cabeça, mas não é necessário se apavorar. 

As informações contidas neles normalmente se apagam, pois a maioria é impressa em papel termossensível. 

A impressão é feita através do calor, e não da tinta. Por isso, com o passar do tempo e a ação da temperatura, as letras acabam sumindo.

O cupom fiscal e necessário para acionar a garantia do produto.

Como emitir a segunda via do seu cupom fiscal apagado?

Se você perder o seu cupom ou ele estiver apagado, poderá solicitar uma segunda via diretamente na loja.

Apesar de não ser uma obrigatoriedade das empresas fornecer esta segunda via, elas geralmente não se negam a fazer isso, já que, dessa forma, mantém um bom relacionamento com o cliente.

No entanto, se o lojista não quiser emitir a segunda via do cupom, você pode gerá-lo no site da SEFAZ.   

Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica

Em alguns estados, o cupom fiscal foi substituído pela Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFCe), que foi desenvolvida com base na NFe.

O consumidor tem mais facilidade para acompanhar em tempo real as suas NFCes no site da SEFAZ. Para isso, é necessário possuir um número presente na DANFe (documento auxiliar da nota fiscal eletrônica).

Para ter acesso a ele, o consumidor pode entrar em contato com o vendedor, já que ele tem a obrigação de guardar esse tipo de documento por pelo menos 5 anos.

O DANFe possui um número que contém 44 dígitos, que serve para conseguir gerar a segunda via do cupom fiscal apagado ou perdido através da Secretaria da Fazenda

Com  a chave de acesso em mãos você consegue facilmente acessar o seu cupom fiscal.

Cupom fiscal apagado? Saiba Como conservar por mais tempo

Apesar da ação do calor sobre o cupom ser inevitável, o que garante que em um momento ou outro as suas informações sumam, você pode evitar complicações ao precisar fazer uma troca de produto, por exemplo.

Há algumas coisas que você pode fazer para que ele dure mais:

Água nem pensar

Muitas vezes o consumidor acaba não dando valor aos seus cupons fiscais, deixando-os em qualquer lugar, é aí que o comprovante se desfaz ainda mais rápido. 

A umidade é uma grande vilã para os cupons. Por menor que seja a exposição à água ou outro produto, isso já afeta drasticamente a duração do cupom.

É por isso que você precisa tomar muito cuidado quando for guardá-las. 

Deixá-las dentro da bolsa, por exemplo, aumenta muito as chances de que ele acabe tendo contato com produtos que danificam rapidamente a sua estrutura. 

O calor é inaceitável 

A vida útil de qualquer cupom é curta, devido ao tipo de material em que é impresso.

Mas ainda existe um fator que realmente destrói qualquer documento em papel termosensível: O calor.

Evite deixar esse documento em locais quentes e com incidência de luz solar, como de frente para janelas ou espaços com temperatura maior que a ambiente. 

Qual a melhor maneira de guardar o seu cupom fiscal?

Apesar de ser possível emitir uma segunda via do cupom, você pode fazer com que ele dure muito mais tempo se guardá-lo de maneira correta.

O ideal é conservá-los em um envelope de papel, longe da umidade e calor. Você pode preparar um local para guardar todos os seus cupons. 

Manter todos os cupons juntos e em lugar seguro elimina as chances de perdê-los e caso precise solicitar a troca de algum produto, o procedimento fica muito mais simples.

Tenha atenção ao guardar esses documentos, pois você pode precisar. A melhor maneira de evitar complicações é prevenindo.

Fique atento para guardar seus cupons fiscais em locais apropriados, longe de umidade e calor.

Resumo

O que é cupom fiscal?