Contratar equipe para restaurante 

O garçom é o profissional que é a cara do seu restaurante

Por isso, para contratar um bom garçom é necessário estar atento a algumas características para não errar no momento da contratação.

Garçom de bares e restaurantes

Mesmo em dias como hoje, em que o desemprego está batendo recordes, a taxa de rotatividade para profissionais no setor de alimentação é muito grande.

Cada vez menos as pessoas querem trabalhar a noite e em finais de semana. Logo, ao realizar um processo de seleção é importante que o faça com tranquilidade.

Quando o assunto é contratar garçom, veja algumas características que você deve considerar nos candidatos ou candidatas.

Veja dicas para contratar um bom garçom:

Simpatia

Procure uma pessoa que quando se apresente tenha um sorriso no rosto cativante.

É imprescindível que um garçom seja carismático e faça o cliente se sentir a vontade para tirar qualquer dúvida ou fazer qualquer observação.

Educação

Pode parecer básico e simples, principalmente quando se tem a premissa de que educação é preciso pra tudo na vida.

Mas um garçom cordial e educado faz toda diferença. Palavras simples, como “Por favor”, “Obrigado”, “Com a sua licença” são importante no atendimento de bom garçom.

Paciência

No momento da entrevista, procure observar se o candidato é uma pessoa paciente ou demonstra ansiedade.

Sabemos que em muitos casos os clientes fazem diversas perguntas, estão com crianças, ou não tem pressa alguma para fazer o pedido e o garçom precisa demonstrar paciência e tranquilidade o atendimento.

Flexibilidade

Para cada tipo de restaurante, bar, café, pizzaria ou outro estabelecimento o nível de flexibilidade na cozinha ou atendimento pode variar.

No entanto, é importante que o garçom seja flexível em situações não saiba tirar alguma dúvida do cliente ou ainda enfrente uma situação mais delicada com os clientes.

Faça perguntas sobre como ele agiria em determinados momentos e como seria o jogo de cintura em cada caso.

Agilidade

Agilidade não quer dizer que o garçom precisa ser uma pessoa ansiosa ou que esteja sempre correndo. Mas sim, que faça suas tarefas com energia e dedicação.

Geralmente, pessoas que se consideram ágeis acabam pecando em pontos como paciência já que tendem a fazer tudo de forma mais rápida.

Concentração

Atenção e concentração é outro fator relevante a ser considerado para contratar um bom garçom.

A correria de um restaurante movimentado pode dar margem para erros caso o garçom não esteja atento ao que está fazendo.

Por fim, devido a escassez de mão de obra nessa área, a maioria dos restaurantes acaba por contratar praticamente as pessoas que se disponibilizam a trabalhar nos horários solicitados.

No entanto, a busca por uma pessoa com as qualidades e características acima sempre devem ser referência para contratar um bom garçom.

Lembre-se: tão importante quanto a contratação é o treinamento que será realizado com os novos colaboradores. Ofereça a eles metas e incentivos para que possam cumpri-las.

Assim, esses talentos continuarão no seu restaurante, evitando que você tenha que perder tempo e dinheiro com novas contratações.

Como contratar um chef de cozinha?

Escolher o chefe de cozinha do seu restaurante é um processo crucial para o sucesso do seu negócio.

O sabor e o visual dos pratos são primordiais para que um cliente tome a decisão de retornar ou não ao restaurante.

A escolha do chef de cozinha é tão importante, pois o visual dos pratos podem alavancar ou travar o crescimento do empreendimento.

Sem contar que é importante que a pessoa a frente do motor do seu restaurante entenda dos processos de preparo.

Ao escolher quem vai ficar a frente da cozinha, é importante que mesmo com a rigidez necessária, a pessoa saiba como ser leve.

Além disso, saber trabalhar em equipe é uma característica imprescindível! O ambiente de trabalho não precisa ser hostil.

Conheça o sistema ideal para o seu restaurante