QUERO FALAR COM CONSULTOR

Coronavírus: Guia de prevenção para o seu restaurante e delivery

Não sabe como conservar alimentos? Neste ebook iremos te ensinar!

Como prevenir meu restaurante e delivery do coronavirus? 

Para prevenir seu restaurante e delivery do coronavirus é preciso tomar algumas medidas de higienização recomendadas pelo Ministério da Saúde. 

Como até agora não há uma cura ou tratamento específico para a doença, a melhor solução ainda é a prevenção.

Para evitar a contaminação dentro do seu negócio, de uma maneira geral, é preciso tomar algumas atitudes básicas como: 

  • Deixar o ambiente limpo, especialmente nas áreas de maior contato com às mãos, como maçanetas, balcões e corrimãos; 
  • Instalar álcool em gel nas paredes e nos demais locais de circulação, como nas mesas e no caixa; 
  • Lavar as mãos com regularidade, evitar apertos de mãos e abraços;
  • Deixar as janelas abertas para arejar o ambiente.  

Estas são dicas de prevenção bem simples, que podem ser feitas até mesmo na sua casa. 

Mas, se tratando de restaurante e delivery, isto não é o bastante. É preciso ter ainda mais cuidado, já que estamos falando de uma questão de saúde. 

Veja abaixo mais recomendações do que fazer para evitar a disseminação do coronavírus nas três áreas principais do estabelecimento: 

Cuidados dentro da cozinha 

Com a presença ou não do coronavírus, a cozinha do seu restaurante deve sempre estar limpa e esterilizada. 

Na atual situação, para não deixar o local vulnerável é recomendado que:

  • Use álcool, de prefência, 70% para realizar a limpeza do local todo, inclusive nos utensílios. 
  • Faça uso de máscaras descartáveis e luvas plásticas na hora do preparo dos pratos;
  • Lave as mãos várias vezes durante o dia, inclusive quando sair do ambiente ou encostar em alguma coisa. 
Higienização para restaurante contra o coronavírus.

Área de atendimento 

Na área de atendimento, também chamada de salão, deve ser reforçada a lavagem das mãos entre os atendentes, especialmente os garçons

Além disso, é necessário cuidar do seu cliente, a partir de atitudes como: 

  • Disponibilizar um frasco de álcool gel em cada mesa; 
  • Manter um espaço maior entre às mesas; 
  • Não deixar pratos, talheres, copos ou guardanapos expostos por muito tempo;
  • Manter uma certa distância do cliente na hora de anotar o pedido;

Algumas dessas dicas podem parecer um pouco extremas ou até rude, mas lembre-se que o COVID-19 (Coronavirus) é altamente contagioso e estamos em meio a uma pandemia.

Todo cuidado é pouco, principalmente se tratando de um restaurante. Tenha consciência! 

Delivery

Usar o delivery, ou otimizá-lo, pode ser a salvação do seu negócio. Por conta da quarentena, este serviço teve um explosão de crescimento nos últimos dias. 

Para não ter tanto prejuízo, a dica, é focar nas entregas, mas não esqueça que, para realizar este trabalho, você vai precisar de entregadores, que também precisam se proteger.

Também é essencial dar assistência para os seus motoboys e, neste caso, o melhor a se fazer é: 

  • Incentivar a lavar as mãos sempre que possível;
  • Utilizar álcool gel constantemente entre uma entrega e outra;
  • Não ter muito contato físico com o cliente;
  • Usar luvas na hora do pagamento, especialmente na hora de operar máquinas de cartão;
  • Utilizar máscaras descartáveis.  

O que é coronavírus COVID-19?

O coronavírus, na verdade, é uma família de vírus capaz de causar infecções respiratórias. 

Descoberto em 31 de dezembro de 2019, o novo agente do coronavírus começou na China e se espalhou para outros 159 países e territórios.

A doença, nomeada de COVID-19, pode ser facilmente confundida com uma gripe, já que apresenta sintomas como:

  • Falta de ar;
  • Coriza;
  • Tosse;
  • Febre;
  • Dor de garganta.

Até este momento, não há uma cura, apenas ações de prevenções que ajudam a não espalhar os germes. 

O coronavírus é altamente contagioso e por isso é indicado que lave as mãos por, pelo menos, 20 segundos após assoar o nariz, tossir, espirrar e etc.

O uso do álcool gel e de lenços antissépticos também são bem-vindos. 

Amostas para análise do COVID-19

Como operar via delivery com o coronavirus? 

Para operar via delivery com o coronavirus em alta, é preciso fazer a higienização da sua cozinha, já que os alimentos podem ter contaminação também. 

Manter o local arejado, usar luvas, máscara, lavar às mãos e utilizar álcool gel, também irão ajudar. 

Até este momento, estas são as maneiras mais seguras de operar em um delivery e em qualquer tipo de ambiente.  

Além disso, os próprios aplicativos de delivery, como Rappi, iFood e Uber Eats, estão recomendando algumas atitudes que podem ajudar ainda mais. Confira! 

Rappi 

Para colaborar com as chances de contaminação de restaurantes e delivery, a Rappi está operando com sacolas de entregas fechadas com selo de segurança. 

Segundo a empresa, a atitude é para garantir que as refeição não sofram manipulações do vírus ao saírem da cozinha. 

Para os clientes que usam o app, mais uma vez, a recomendação é lavar as mãos depois de desembalar o pedido e de fazer o pagamento. 

Assim como em outros aplicativos de delivery, houve um crescimento muito grande de demanda na Rappi, o que pode ocasionar em falta de produtos.  

A empresa já anunciou que está  trabalhando para garantir o abastecimento de alguns itens e recomenda que o pagamento seja feito online, para evitar contágio. 

Vale ressaltar que além da entrega de comida, a plataforma trabalha com delivery de mercado, farmácia e entre outros.

Uber Eats

A Uber Eats, assim como os outros apps, adotou as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde, que permite que o entregador deixe a comida na porta do cliente. 

A companhia ainda está oferecendo auxílio para os motoristas e entregadores diagnosticados com o COVID-19 (Coronavírus).

Quem estiver contaminado com o vírus ou de quarentena, receberá assistência financeira por 14 dias. 

A iniciativa é válida para tanto para o Uber, serviço de caronas, e o Uber Eats, de entregas. 

Em ambos os casos a empresa irá calcular o valor do auxílio baseado nos rendimentos médios dos colaboradores.

A campanha da marca também recomenda a higienização dos veículos, o uso de máscaras e álcool gel. 

iFood 

O iFood não ficou de fora da prevenção. A empresa já anunciou que reforçou o serviço de entrega sem contato. 

A marca divulgou o serviço no próprio app, avisando que é possível fazer pagamento online e solicitar, via chat, que o entregador deixe o pedido na porta. 

Quanto aos colaboradores, a empresa está trabalhando com um revezamento nas sedes.

Ela também anunciou um fundo solidário para dar suporte aos entregadores que estão de quarentena. 

Assim como o álcool gel, é recomendado o uso da máscara para prevenir o vírus.

Quais são os sintomas do Coronavirus? 

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas mais comuns do Coronavirus são: 

  • Febre;
  • Tosse;
  • Falta de ar;
  • Diarreia
  • Congestão nasal;
  • Dor de garganta.

Há casos em que apenas alguns desses sintomas se manifestam, mas é sempre bom ficar de olho, principalmente se eles começarem a se agravar.  

E lembre-se: se a febre persistir por mais de três dias, procure um médico o mais rápido possível.  

Contraí coronavírus: O que fazer? 

Caso você, um familiar ou funcionários contrair COVID-19 (Coronavírus), ligue para o número 136

Este foi o canal de atendimento criado pelo Ministério da Saúde para orientar todos os casos da doença. 

O órgão também criou um aplicativo, o Coronavírus – SUS, disponível para Android e iOS, que realiza o mesmo trabalho. 

Vale lembrar que, em casos mais graves e que estão dentro do grupo de risco (60 anos ou mais), é necessário encaminhar o paciente ao hospital mais próximo. 

Já os quadros mais leves, podem ser atendidos nos postos de saúde.

Em ambas as unidades de saúde é feito um teste para comprovar se há presença ou não do vírus. 

Uma vez que a doença é confirmada, o portador deve ficar isolado. Se for um caso grave, a quarentena acontece por meio de internação.

Nos casos leves, é possível ficar em isolamento domiciliar. 

A forma mais eficaz de prevenção do coronavírus é o uso do álcool gel.

Como acontece a transmissão do Coronavírus? 

A transmissão do coronavírus acontece via contato direto, então, se algum portador do vírus apertar a sua mão, por exemplo, é bem possível que COVID-19 passe para você.

A doença não se manifesta instantaneamente, ela pode ficar incubada no corpo e dar sinais apenas alguns dias depois.

É por conta disso que a higienização e quarentena estão sendo fundamentais neste momento. 

Além do toque, o coronavírus ainda pode ser transmitido de outras formas: 

  • Tosse;
  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Catarro.

O Ministério da Saúde ainda pede que seja evitado o toque das mãos no rosto, maçanetas, corrimãos e afins. 

Inclusive, foi recomendado que, quem for destro, por exemplo, faça essas atividades com a mão esquerda, já que tocar o rosto com o lado dominante é um reflexo inconsciente do nosso cérebro. 

Para quem for canhoto, claro, vale a mesma recomendação, neste caso, usando a mão direita. 

Qual é o tratamento para o coronavírus?

Até este momento, não há cura para o coronavirus, mas a OMS recomenda a todos que redobre a atenção para a prevenção da pandemia. 

Para quem foi diagnosticado com o COVID-19, está sendo feito um tratamento, que consiste em: 

  • Repouso;
  • Beber bastante água;
  • Uso de medicamentos para febre e para aliviar as dores; 

Mesmo com as dicas acima é de extrema importância procurar um médico, para ter certeza que irá receber as medicações corretas. 

Uma vacina já está sendo desenvolvida para combater o vírus, mas até agora nada sobre a real cura foi divulgado. 

É possível prevenir o coronavirus com a alimentação? 

Uma dieta balanceada por ajudar a manter a sua imunidade em alta, o que será um pouco mais difícil para o coronavirus atacar.

Mas atenção! Você não vai estar livre de contrair COVID-19 comendo corretamente, apenas estará potencializando seu corpo. 

Isso também é útil neste momento, mas não esqueça de lavar bem as mãos, usar álcool gel e fazer quarentena, se for possível. 

Quanto aos tipos de alimentos que podem manter a imunidade em alta, nós temos: 

  • Proteínas: alimentos de origem animal (carne vermelha e branca, leite, ovos) e leguminosas (feijão, soja, ervilha, grão de bico);
  • Zinco: carnes de todos os tipos, derivados de animais e frutos do mar; 
  • Magnésio: leguminosas, oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas) e verduras folhosas; 
  • Selênio: a principal fonte é a castanha do Pará ou do Brasil; 
  • Vitamina A: está presente em fontes de gordura (queijo, gema do ovo) e em vegetais de coloração alaranjada, como manga, mamão e cenoura; 
  • Vitamina C: o micronutriente mais famoso quando citamos imunidade é ofertado por frutas cítricas (laranja, mexerica, maracujá, limão, abacaxi); 
  • Complexo B: É composto por várias vitaminas disponíveis em todos os grupos.
Conservar Alimentos: Veja como fazer!