QUERO FALAR COM CONSULTOR

Delivery japonês: aprenda a montar um negócio de sucesso

Delivery japonês: aprenda a montar um negócio de sucesso

Para montar um delivery japonês será necessário que você tenha em mente que é preciso de um investimento com alguns equipamentos e produtos.

A maioria dos gastos são relativamente baratos, se você abrir somente um delivery sushi.

No entanto, se você quiser abrir um restaurante que sirva a culinária oriental e faça delivery japonês o investimento será um pouco maior. 

Em um contexto geral, para começar um delivery de comida, neste caso de comida japonesa, você vai precisar:

  • Ter planejamento e investimento;
  • Criar uma identidade visual; 
  • Montar um bom cardápio;
  • Equipamentos de qualidade; 
  • Bons ingredientes; 
  • Embalagens apropriadas;
  • Sistema de delivery.

Estes são itens básicos para começar, mas podem colaborar muito para quem ainda está um pouco perdido. 

E se você está montando um delivery japonês, pode ficar tranquilo, pois é o queridinho do momento.

Como abrir um delivery japonês?

Quando se pensa em abrir um delivery japonês a empolgação toma conta e alguns erros de iniciante podem acontecer.

Mas, abrir um delivery sushi é simples, apenas é preciso ter um planejamento e muita dedicação.

Então, foi pensando nisso que nós da Saipos preparamos um passo a passo para facilitar ainda mais a abertura do seu negócio. Confira agora!

Passo 1: Planejamento e investimento

O primeiro passo que você deve dar ao decidir investir em um delivery sushi é fazer uma análise de benefícios e riscos.

Mas isso serve para todo o tipo de investimento que você deseja aplicar seu dinheiro.

Afinal, quando o assunto é financeiro devemos ter o dobro de precaução, pois todos queremos obter sucesso.

Então faça um esboço do seu perfil de investidor, qual valor você pode disponibilizar, e planeje seus passos para, no mínimo, seis meses.

Isso ajudará a manter o caixa sob controle. Mas é bom que você esteja preparado para não ter lucro nos primeiros meses. 

No entanto isso varia de vários fatores, como divulgação, e também da procura por delivery sushi ou delivery japonês da sua cidade.

Por isso, se for possível, faça essa busca antes de bater o martelo e colocar o plano em prática.

Passo 2: Identidade Visual

Defina o espaço do seu restaurante, se ele será apenas um delivery sushi ou se também irá possuir o espaço físico onde os clientes podem frequentar.

Em seguida, comece a planejar a imagem do seu restaurante, criando a marca, e escolhendo os elementos da sua identidade visual.

Mesmo que a escolha tenha sido o delivery, sua imagem deve ser tão bem trabalhada quanto um restaurante físico. 

Desse modo, se no futuro houver a oportunidade de abrir o restaurante com um lugar onde seus clientes possam frequentar, com a identidade visual pronta, é mais fácil.

Assim, você economiza o tempo gasto pensando no design de marca e só segue o modelo criado anteriormente. 

A identidade visual é tão importante que principalmente o modelo de negócio de franquias utiliza. 

Por exemplo, se você vai ao McDonald’s no Rio Grande do Sul ou no Maranhão, a estrutura, pratos, decoração e uniformes são sempre os mesmos.

Passo 3: Cardápio

É hora de decidir o cardápio do seu delivery japonês. Existem diversos pratos e preparos na culinária oriental.

Além disso, em cada aldeia, vila e povoado os mesmo pratos podem ser diferentes por conta da tradição, temperos e produtos disponíveis.

Então faça uma pesquisa para procurar melhor as explicações de cada prato e para entender e respeitar a cultura nipônica.

Melhor que servir um bom sushi para um brasileiro, é servir uma comida que faça um japonês se sentir de volta às raízes.

Isso é oferecer uma experiência real da cultura japonesa para quem busca por delivery sushi

Dessa forma, a pessoa acaba sendo levada a experimentar além do temaki, sashimi e yakisoba

Melhores pratos quentes para delivery japonês

Se engana quem pensa que delivery japonês é só sushi. Existem vários outros preparos, e oferecer também pratos quentes é uma forma de conquistar também quem não é fã do famoso “peixe cru”. 

Por isso fizemos uma lista de receitas que com certeza vão fazer do seu delivery um sucesso de vendas. Confira:

  • Donburi;
  • Gyūdon;
  • Gyoza;
  • Missoshiru;
  • Tempura;
  • Shimeji na manteiga;
  • Sunomono;
  • Yakisoba.

Esses preparos são os mais populares fora do Japão. Todo delivery japonês que se preze deve servir ao menos um destes pratos.

Então procure se colocar no topo ofereça pratos que façam seu cliente se sentir vivenciando uma experiência gastronômica em Tokyo.

Isso fará seu comprador encontre no seu restaurante um diferencial. É interessante que além da comida, suas redes também tenham a cara da cultura japonesa.

Passo 4: Equipamentos

Abrir um delivery japonês não é difícil, já que o mais caro é o aluguel e a decoração do ambiente.

Por isso você já sai na vantagem. Mas se for usar a própria cozinha, saiba que você terá que comprar alguns apetrechos para agilizar o seu serviço.

Chegou o momento de investir em equipamentos. Você vai precisar dos seguintes utensílios:

  • Bobina de filme PVC;
  • Esteira de Sushi;
  • Facas samurai para corte de peixe;
  • Frigideira;
  • Fritadeira elétrica;
  • Geladeira ou refrigerador;
  • Hashi de metal;
  • Panelas;
  • Panela de arroz;
  • Pedra de Afiar Faca;
  • Pinça culinária;
  • Potes de armazenamento;
  • Shamoji (colher de arroz).

O sushiman do seu delivery sushi pode utilizar também um molde para que todas as peças tenham o mesmo tamanho.

Mas isso, diferente dos demais materiais, é apenas uma sugestão, não uma necessidade. Então sinta-se livre para adquirir ou não o aparelho.

Passo 5: ingredientes para delivery japonês

Baseado nas sugestões de cardápio feitas anteriormente, faremos uma lista com os ingredientes básicos que um delivery japonês precisa para abrir.

Então confira agora a listagem de ingredientes para o preparo por categoria.

Sushi: arroz japonês, água, vinagre de arroz, sake culinário, açúcar, sal, peixe (da sua preferência), pepino japonês, nori, kani, wassabi, gari, gergelim, cebolinha francesa e cream cheese.

Donburi: arroz japonês, proteína (carne, peixe, frango, ou porco) e vegetais.

Gyūdon: arroz japonês, iscas de carne e especiarias (os temperos dependem de qual província a receita está sendo reproduzida).

Missoshiro: água, missô, tofu, cebolinha, caldo de peixe ou tempero em pó sabor peixe e acelga.

Tempurá: vegetais ou frutos do mar, farinha de trigo, maisena, sal, fermento em pó, água gelada e óleo.

Shimeji: Shimeji, manteiga, shoyu, cebolinha francesa, alho poró, óleo de gergelim e sake culinário.

Sunomono: pepino, vinagre de arroz, açúcar, sal e gergelim.

Yakisoba: iscas de carne, frango ou cogumelo (paris ou shimeji), macarrão para yakisoba, shoyu, cebola, óleo, acelga, cenoura, brócolis, couve-flor e óleo de gergelim.

Embalagem para delivery japonês

É muito comum que para yakisoba, gyoza e shimeji sejam usadas as caixinhas de papelão revestidas com papel plastificado para evitar vazamentos e contaminações.

Para temaki, é possível encontrar embalagens para delivery japonês em forma de cone específicas para o transporte. Já para combos de sushi, o usual são ou caixas de papelão personalizadas 

Para sopas e caldos existem tigelas com tampa para vedar com segurança, para que o líquido não vire dentro do baú/mochila térmica do entregador.

Ainda mais que o próprio delivery por si só já tende a movimentar o lanche, então o cuidado com as embalagens é primordial para a integridade da comida.

Para acompanhamentos como o wassabi (raiz forte) e o Gari (gengibre doce). No caso do shoyu ou tarê você pode comprar sachês.

Contudo não se esqueça do hashi e dos adaptadores para quem tem dificuldade de comer com os pauzinhos.

Como fidelizar o cliente do meu delivery japonês?

Inclusive, uma forma de cativar seu cliente, é presenteá-lo com um hashi reutilizável em um número X de compras.

Por exemplo, a cada compra acima de um valor estipulado, seu cliente ganha pontos, e a cada 10 pontos ele recebe um par de hashis reutilizáveis.

As pessoas gostam de se sentir lembradas e bem quistas. Pequenas ações assim podem garantir a volta de um cliente.

Outra forma de fidelizar o cliente do seu delivery sushi, é bonificando com peças ou descontos.

Sistema para delivery japonês

Se optar por utilizar mais de uma plataforma de delivery, além de site próprio ou vendas por telefone, um sistema para delivery pode te ajudar.

Imagina ter que abrir individualmente cada app para conseguir aceitar os pedidos e ainda ter que lidar com o balcão, pedidos por telefone, motoboys e ainda por cima passar todos os pedidos para a cozinha.

Em dias de movimento pode ser um caos ter que lidar com todas essas informações. 

E assim, a fama de desorganização do seu delivery restaurante pode acabar com a imagem que você está criando.

Por isso sugerimos o uso de um sistema para restaurante simples, ágil e inteligente como o da Saipos.

Com ele você consegue cadastrar seus clientes com mais de um endereço como “casa”, “trabalho”, ter histórico de pedidos.

Integrado aos principais apps de delivery (iFood, Uber Eats, Rappi, Delivery Direto, Neemo/Delivery App) você pode aumentar suas vendas e faturar mais.

Para conhecer o sistema, clique na imagem abaixo e solicite uma demonstração.

Você tem duvidas do por que utilizar o sistema Saipos? Entre em contato e acompanhe uma demonstração gratuitamente.

Resumo

Custo de pratos