QUERO FALAR COM CONSULTOR

Delivery vegano: saiba como abrir um

Delivery vegano: saiba como abrir um

Abrir um delivery é simples, mas um delivery vegano requer alguns cuidados, principalmente com a famosa contaminação cruzada.

A contaminação cruzada acontece quando você utiliza os mesmos utensílios para manipular os alimentos.

Por exemplo, usar a mesma tábua usada para cortar carnes ser usada para fatiar os legumes, utilizar a mesma faca, ou ainda fritar hambúrgueres de carne e de vegetais na mesma chapa.

O preparo correto é ter dentro da cozinha uma praça separada para preparo de carnes, peixes, frango e vegetais.

Dessa forma, além de muito mais organizada, torna sua cozinha menos propensa a contaminações cruzadas.

Então saiba quais equipamentos são necessários para uma cozinha de delivery vegano.

Equipamentos para cozinha de delivery vegano

Embora um delivery vegano não precise de equipamentos muito específicos, isso depende do tipo de comida que você deseja comercializar.

Por exemplo, para uma hamburgueria vegana, seria necessário uma chapa para assar/fritar os hambúrgueres

No entanto, se optar por um delivery de pizza, será necessário investir em um forno industrial.

Mas caso opte por vender quentinhas veganas, não serão necessários equipamentos muito além dos comuns.

Obviamente panelas de tamanhos maiores e fogões industriais são necessários, mas isso já de praxe.

O interessante é que para um delivery vegano você tenha os seguintes equipamentos:

  • Escorredor de alimentos;
  • Facas;
  • Fogão industrial;
  • Freezer;
  • Fritadeira elétrica;
  • Geladeira;
  • Liquidificador;
  • Panelas;
  • Pedra para afiar faca;
  • Peneira/passador de inox;
  • Potes de armazenamento;
  • Pratos;
  • Tábuas de corte;
  • Talheres;
  • Travessas;

Os itens citados na lista podem servir para as mais variadas funções. O processador de alimentos por exemplo pode triturar os alimentos, inclusive nozes e amêndoas.

Para entender mais sobre delivery vegano, a nova tendência que conquista a cada dia mais adeptos, siga a leitura.

O que é um delivery vegano?

Um delivery vegano não depende apenas da ausência de ingredientes de origem animal. 

Mas também do modo de preparo específico e sem contato e contaminação com os elementos desta origem.

Desde a produção dos ingredientes até o preparo, feito de modo a não contaminar com outros produtos.

O significado de delivery é basicamente a entrega de produtos na casa dos seus compradores

Essa venda pode ser feita de diversas maneiras, por telefone, por WhatsApp, sites próprios ou marketplaces. Mas isso depende muito do ramo que o delivery pretende atuar. 

Por exemplo, no ramo alimentício, é muito comum que essa compra/venda seja feita por meio de aplicativos de entrega de comida.

Apps para delivery vegano

Atualmente existem diversos apps para delivery que possuem no seu catálogo de parceiros, restaurantes veganos.

Os aplicativos mais usados tanto por restaurantes quanto por clientes são: iFood, Uber Eats e Rappi.

iFood é a maior foodtech da América Latina e possui uma gama gigante de restaurantes delivery cadastrados. 

Para fazer parte da plataforma é necessário enviar uma solicitação com informações sobre o seu negócio, e se aprovada, é só cadastrar seus dados e produtos no site.

No entanto a Uber Eats, aplicativo mais baixado de agosto de 2019, foi eleita em primeiro lugar em 2019 pela Proteste como melhor atendimento.

Além disso, um benefício é que o usuário pode fazer pedidos pelo aplicativo de transportes, basta clicar em “fazer pedido”.

A vantagem da Rappi é que em quem utiliza o app consegue ter várias funções disponíveis, como os deliveries de: farmácia, supermercado, restaurantes, produtos para pet e bebidas.

Se optar por mais de um aplicativo, um sistema para delivery pode te ajudar, e o da Saipos é o mais simples, ágil e inteligente que você já viu!

Isso porque ele reúne em apenas uma tela, todos os pedidos advindos dos apps integrados e com um clique você aceita e encaminha para a produção na cozinha.

Isso torna o seu delivery vegano muito mais organizado e eficiente, e seu cliente tem um atendimento melhor.

Para conhecer melhor o sistema, clique na imagem abaixo e agende uma demonstração do sistema.

Conheça restaurantes e delivery vegano em todo lugar

No entanto, se você deseja estar cadastrado em um app completamente voltado para o delivery vegano, conheça o HappyCow.

Diferente dos apps comuns, o HappyCow é como um banco de dados onde restaurantes veganos, vegetarianos, ovolactovegetarianos, e sem glúten são adicionados pelos usuários.

O app tem muitas avaliações positivas, principalmente por usuários que estavam de passagens por outras cidades e não sabiam onde encontrar refeições veganas.

O ponto positivo é que por serem avaliações de frequentadores, é mais fácil ter um parâmetro sobre a qualidade da comida.

Diferença entre vegetariano e vegano

O vegetarianismo não consome carne na sua dieta, no entanto, se permite consumir outros produtos de origem animal como ovos, queijos e leite.

Por sua vez, o vegetarianismo estrito não consome nenhum produto alimentício de origem animal, eliminando também ovos e laticínios da sua dieta.

Em contrapartida, o veganismo é uma filosofia de vida que visa principalmente o respeito aos animais e seus direitos.

Assim, acreditando que animais não deveriam ser usados para qualquer tipo de exploração,  seja experimentos, testes, alimentação, trabalho, ou fabricação de cosméticos.

Portanto, o veganismo exclui de forma completa quaisquer produtos de origem animal do seu consumo.

Dessa maneira excluindo também salgadinhos, alguns pães, algumas marcas de cerveja e até maçãs enceradas, já que geralmente a cera usada para conservar a fruta vem de origem animal.

Como preparar uma refeição para delivery vegano?

Se engana quem acha que é o delivery de comida vegana é sem gosto! Isso acontece pois a maioria dos restaurantes não sabem aproveitar o melhor dos vegetais.

Por isso, use temperos ao seu favor e tente sempre fugir da ideia de ordinário. Se empenhe no preparo do seu delivery vegano da mesma forma que faria com pratos a base de carne.

O erro acontece por pensar que o delivery vegano deve ser preparado apenas para adeptos da filosofia.

Mas na realidade deve ser o oposto. Você já pensou em preparar um prato tão saboroso que fizesse um consumidor assíduo de carne não sentir falta da proteína animal?

É esse o caminho que deve ser seguido! Temperos, frutas, verduras e legumes podem ser usados de diversas formas ao seu favor.

A maioria dos iniciantes no vegetarianismo ou veganismo sentem falta da consistência da carne. Já pensou em explorar outros produtos como alternativa? Confira agora!

Delivery vegano: Substitutos para proteína animal

Existem vários substitutos para a proteína animal, tanto em relação ao sabor quanto em quantidade de nutrientes. 

A carne não é a única fonte de proteína presente na dieta da maioria dos brasileiros. No entanto, criou-se um estigma sobre a carne ser a única fonte proteica no prato.

Conheça agora uma série de ingredientes alternativos e livres de sofrimento animal que podem ser usados no seu delivery vegano!

Ingredientes

  • Feijão: a proteína presente no feijão varia entre 4,5g e 6,1g de a cada 100g do produto pós cocção. Os valores nutricionais diferem pelo tipo do grão;
  • Lentilha: um dos vegetais mais versáteis, a lentilha possui cerca de 6,3g de proteína a cada 100g;
  • Tofu: o queijo de soja possui em média 6,6g em 100g;
  • Grão-de-bico: 100g de grão-de-bico contém na base de 21,2g de proteína;
  • Quinoa: a quinoa possui 4,4g de proteína em 100g do alimento após cozido;
  • Amêndoa: amêndoas torradas contém em torno de 21,6g de proteína em 100g;
  • Castanha de caju: castanhas de caju torradas possuem 18,5g em 100g;
  • Castanha do pará: em estado cru a castanha do pará contém 14,5g de proteína presentes em 100g;
  • Chia: as pequenas sementinhas possuem 17g de proteína em 100g;
  • Brócolis: o brócolis contém 2,1g de proteína a cada 100g pós cozimento;
  • Ervilha: a vagem da ervilha possui cerca de 7,5g de proteína em 100g de alimento;
  • Soja: a soja possui 12,5g de proteína presentes em 100g do grão;
  • Trigo sarraceno: a cada 100g de trigo sarraceno 11g de proteína são encontrados;
  • Arroz: são encontrados 2,5g de proteína em 100g de arroz cozido;
  • Linhaça: 100g de linhaça contém 14,1g de proteína;
  • Gergelim: a proteína presente em 100g de gergelim é de 21,2g;
  • Amendoim: o amendoim contém 25,4g em 100g;
  • Avelã: 100g de avelã garantem 14g de proteína.

No entanto, segundo a Resolução da Diretoria Colegiada – RDC Nº 54, de 12 de novembro de 2012 publicada pela ANVISA, um alimento só é considerado “fonte de proteína” se possuir mais de 6g a cada 100g ou ml.

Mas então porque alimentos como arroz, quinoa, brócolis e feijão estão nesta lista? Calma, nós respondemos!

Nutrientes do seu delivery vegano

Diferente das refeições com carne, o delivery vegano utiliza vários componentes para oferecer a quantidade necessária de proteínas por dia. 

Pois isso geralmente os pratos de delivery vegano tendem a ter diversos tipos de grãos e vegetais.

Isso porque o corpo humano absorve melhor e mais rápido os nutrientes dessa maneira. 

Enquanto o consumo de carne deixa o corpo mais pesado, o mesmo não acontece com os alimentos veganos.

Já que o sangue não precisa ficar tão concentrado na região abdominal para realizar a digestão, o vegano tende a ter mais disposição depois das refeições.

Por isso investir no seu delivery vegano é tão positivo e além de fazer bem para o seu consumidor, você está contribuindo com o planeta.

Delivery vegano: substitutos para a carne

Muito além do bife do futuro e da carne de soja, existem uma série de preparos da chamada “carne vegetal” que trazem a textura da carne para as refeições.

Então se você quer ter no seu delivery vegano opções que parecem carne mas não são, preste atenção nas dicas à seguir!

Carne de jaca

Embora pareça estranho, a “carne de jaca” é muito semelhante a textura de carne. 

Normalmente usada em sanduíches, hambúrgueres, coxinhas e pastéis, o sucesso se dá por conta do tempero.

Além disso, a carne de jaca é um belo curinga no preparo dos pratos do seu delivery vegano

O fato de permitir seu uso em lanches abre um leque muito grande de possibilidades.

Hambúrguer de lentilha

O hambúrguer de lentilha costuma ser facilmente encontrado em hamburguerias que possuem opções veganas e vegetarianas.

Assim como a carne de jaca, o hambúrguer de lentilha pode ter diversos sabores, depende dos temperos e também se você optou por usar uma combinação de componentes ou optou somente pela lentilha.

Geralmente para conseguir uma cor semelhante a de carne bovina, vários estabelecimentos costumam adicionar pequenas quantidades de beterraba.

A beterraba ou batata roxa é posta para tingir e também trazer certa doçura ao prato.

Bife de cogumelo

O cogumelo quando cozido possui um textura muito semelhante à de carne, então pensando nisso, vários restaurantes decidiram utilizar a iguaria. Para esta receita você pode usar o Portobello ou o Paris.

Para fazer prato basta limpar bem para remover resquícios de terra, tirar o caule e temperar bem a frigideira com manteiga e temperos e em seguida colocar o cogumelo.

Mas tenha cuidado que o cogumelo é muito sensível e seu tempo de preparo é menor que de um bife comum. 

Estrogonofe de grão-de-bico

O Estrogonofe de grão-de-bico requer um cuidado com a hidratação do grão para que ao cozinhar ele não fique duro e desagradável.

Para que a receita fique boa, é necessário colocar o grão de bico de molho por no mínimo 8h para hidratar.

Então depois que chegar a hora de escorrer o grão-de-bico, é só seguir a receita normalmente.

Para substituir o creme de leite é possível usar creme leite de castanhas, que você pode fazer da mesma forma.

Hidrate as castanhas e depois coloque no processador e vá adicionando água aos poucos até chegar na textura desejada.

Dicas de pratos para delivery vegano

Sabemos que conseguir criar um cardápio variado e que agrade à todos é difícil, principalmente sendo novo no negócio de delivery vegano.

Por isso separamos alguns preparos que são sucesso em todos os cantos do Brasil. Confira agora:

  • Yakisoba de vegetais;
  • Hamburguer vegano;
  • Dadinho de mandioqueijo;
  • “Frango” à xadrez vegano;
  • Risoto de palmito;
  • Escondidinho de shimeji;
  • Risoto de fungi;
  • Massa com molho vermelho e almôndegas de feijão fradinho.

Esses pratos são grande exemplos que refeições de delivery vegano não precisam ser simplistas. 

É sempre possível fazer pratos bem preparados, inclusive para eventos. Já pensou em criar um cardápio de eventos onde todos os pratos são livres de exploração animal?

E esse mercado é grande e paga bem, principalmente em grandes centros metropolitanos como capitais ou polos.

Por que é tão difícil tirar a carne do prato dos brasileiros?

Antigamente a inflação não permitia com que houvesse carne no prato da maioria das famílias todos os dias. 

Então quando tinha carne na mesa, era uma forma de dizer que a situação financeira daquela família estava boa.

Por isso é tão difícil desvincular a imagem da carne de algo positivo e de sinal de estabilidade financeira.

Normalmente essa visão vem de pessoas com mais idade, e que passaram por esse período.

Já que para eles, quem não consome carne é como se estivesse “desdenhando” da melhor situação financeira.

No entanto, é importante lembrar que em algumas regiões, comprar um pedaço de carne ainda tem o peso dessa dificuldade.

Então, oferecer pratos saborosos e alternativas mais em conta é uma ótima forma de conseguir clientes para o seu delivery vegano.

Conservação de Alimentos