Fluxo de caixa descontado

O fluxo de caixa descontado deve ser o seu aliado na hora de tomar decisões para o seu negócio.

O também chamado de FCD serve para você que quer ter uma estimativa do seu restaurante.

Seu uso é bastante popular em empresas e justamente por isso esta nomenclatura pode ser crucial para que o seu negócio tenha bons ganhos futuramente.

É bom que você tenha pelo menos uma breve noção sobre o fluxo de caixa descontado, mesmo que você não cuide de assuntos relacionados a isso.

Afinal de contas, todo o dono de negócio deve estar ciente de tudo que acontece com seu ganha pão.

Quer saber mais? Então confira abaixo algumas informações sobre o fluxo descontado!

 

O que é o fluxo de caixa descontado?

Para quem não sabe, o fluxo de caixa descontado, ou FCD, é o valor estimado de uma empresa de acordo com uma análise baseada nas perspectivas de faturamentos futuros.

No cálculo deste planejamento estão contidos os riscos que envolvem a atividade e o tempo necessário para haver essa projeção.

Desta forma, o fluxo de caixa descontado é como se fosse uma projeção do que o seu negócio poderá produzir futuramente.  

Esta é uma ferramenta muito importante para calcular o valor do seu negócio, seja lá qual ele for.

O cálculo ainda pode ser feito quando um restaurante vai se fundir com outro, quando será vendido ou para análise interna de desempenho.

Sendo assim, o valor de uma empresa no fundo de caixa descontado é medido de acordo com a quantia de recursos que serão gerados no futuro do negócio.

 

Para o que serve o fluxo de caixa descontado?

A análise do fluxo de caixa descontado trabalha com aplicações financeiras e comerciais.

O FDC é um método muito usado por investidores antes de fazer a compra de ações de uma empresa.

Além disso, o uso dela ajuda na tomada de decisões de investimentos ou a escolher entre dois ou mais investimentos em potencial.

Em geral, uma das aplicações mais usadas quando se trata de fluxo de caixa descontado é em relação à avaliação do valor de uma organização.

A análise do FCD é ótima para ter uma imagem mais certa do valor verdadeiro de uma empresa ou restaurante.

 

Por que fazer o fluxo de caixa descontado?

Quando não existe um controle financeiro eficiente, acaba sendo mais difícil de manter a organização de um negócio.

É indispensável que você tenha uma visão correta de todos os seus planejamentos, assim como as entradas e as saídas.

O método de fluxo de caixa descontado pode ser desenvolvido justamente para que o seu estabelecimento consiga calcular o seu valor no mercado.

Assim como foi dito anteriormente, essa parte é ótima para os negócios que estão se fundindo com outros ou algo do tipo.

E através desta estratégia, você consegue ter uma projeção melhor dos custos e ganhos.

Sem contar que ainda pode ter uma estimativa em relação a saúde financeira do local.

 

Como fazer o fluxo de caixa descontado?

Para saber como fazer o fluxo de caixa descontado basta aplicar uma pequena fórmula matemática. Veja abaixo:

Aplicação do fluxo de caixa descontado

Para que você tenha uma noção melhor da aplicação do fluxo de caixa, vamos supor uma empresa tem um faturamento de R$ 50. 000,00 com uma projeção de faturamento para os próximos 3 anos será:

Previsão Faturamento
1 anos R$ 60.000,00
2 anos R$ 70.000,00
3 anos R$ 80.000,00

 

Quando se tem uma estimativa semelhante a esta, é possível ter uma ideia de que a empresa está aumento o seu faturamento.

E é nesse momento que entra em jogo o fluxo de caixa descontado.

Neste mesmo sentido, se você distribuir a taxa de desconto na mesma taxa de juros, por exemplo, 14,50% terá a seguinte projeção:

Previsão Faturamento Formula FCD
1 ano R$ 60.000,00 R$ 60.000,00/(1,1450)^1
2 ano R$ 70.000,00 R$ 70.000,00/(1,1450)^2
3 ano R$ 80.000,00 R$ 80.000,00/(1,1450)^3
Total Faturamento: R$ 174.558,07

 

Com o uso do fluxo de caixa descontado, é possível descobrir se a empresa vai ter uma valor próximo de lucratividade.

Mas, esta forma é apenas uma estimativas e, dependendo das medidas adotadas pela empresa, não pode bater com o real.

Fluxo de caixa descontado a valor presente

Esta nomenclatura é usada para o valor de uma ação que se chama Valuation.

O conceito é o mesmo para calcular o valor de qualquer negócio.

Valuation é o termo em inglês para “Avaliação de Empresas” e tem bastante foco em ações, que podem ter vários métodos para ser calculada.

Não adianta você comprar um negócio e não ter nem ideia do quanto ele está valendo.

Tenha noção dos valores e do que está adquirindo.  

Este valor que está sendo tratado como Valuation, seria algo semelhante ao valor financeiro intrínseco do negócio.

Em outras palavras, isso seria o que ele realmente pode acabar gerando. Como se fosse o valor real.

Já o preço é o que o mercado está oferecendo a pagar, que são as chamadas cotações.

Caso o valor esteja em baixa, é vantagem para quem está querendo comprar.

E se preço estiver acima do valor, significa que o mercado está pagando mais do que gostaria e deveria, então se encaixa como um caso de venda.

 

O lucro

O fluxo de caixa descontado ainda tem uma outra questão que de ver entendida em relação as cotações de uma empresa.

Para que as cotações de uma empresa subam é preciso contar o lucro. Se houver uma estimativa de lucro futuros, é possível também estimar as cotações futuras.

E não deixe de lado o valor presente líquido, que determina o valor presente de pagamento futuros que serão descontados a uma taxa de juros.  

Essas nomenclaturas irão aparecer muito no seu dia a dia se usar os métodos deste artigo, então não deixe de estudar sobre o assunto.

 

Fluxo de caixa descontado com perpetuidade

O fluxo de caixa descontado com perpetuidade pode ser entendido como um valor repetido indefinidamente em intervalos recorrentes.

Ele pode ser de um valor fixo, sem crescimento, ou com um valor com crescimento constante, com crescimento.

Um bom exemplo de como funciona a perpetuidade, é o desenvolvimento de um estabelecimento.

Em geral, quando uma empresa está bem no começo, é comum que acabe passando por um período bem característico.

É bem comum que empresas pré-operacionais comecem dando prejuízo e, medida que as receitas vão aumentando, o prejuízo vai diminuindo até virar lucro.

Alguns negócios, como restaurante, começam dando lucro logo de cara. Os lucro vão explodindo e o local passa por algumas expansões.

É esperado que todo o tipo de comércio, em um certo momento, atinja a chamada maturidade, que é quando ela está estável.

 

Vantagens e desvantagens do fluxo de caixa descontado

Entre as vantagens do fluxo de caixa descontado está o fato de que apresenta o resultado estimado do valor intrínseco da empresa.

É por isso que o FCD é um dos métodos que menos sofre influência de condições de curto prazo ou de fatores não econômicos.

Além disso, este método têm algumas estratégias de negócios na avaliação.

Desta forma, o investidor pode implementar nos seus cálculos com um programa de redução de custos, por exemplo.

O fluxo de caixa descontado é muito útil para companhia que tem um modelo de fluxo de caixa mais estável e previsível.

Já a desvantagem está no fato de ser um modelo bastante sensível às mudanças nas premissas de investidores.

Qualquer tipo de alteração na taxa de crescimento ou de desconta, pode acabar mudando o valor justo do ativo.

E, como essa análise envolve a futura performance do local, ela pode vir a gerar dificuldades se a empresa não estiver atuando com 100% de transparência.

 

O que é fluxo de caixa e fluxo de caixa livre?

O fluxo de caixa é bastante conhecido por gerar dores de cabeça, já que se trata de um assunto de cunho administrativo e costuma ser organizado em planilhas.

Esta ferramenta é usada para controlar a movimentação do seu negócio. Não importa o segmento dele, você não pode dispensar este processo.

O uso correto do fluxo de caixa facilita diretamente na gestão do seu restaurante, principalmente para saber como vai o financeiro do local.

Com base nos resultados ainda é possível saber o que fazer para tornar melhor a empresa ou como mantê-la no caminho correto

O fluxo de caixa também tem como objetivo as informações sobre recebimentos e pagamentos, que precisam estar sempre bem esclarecidas.

Ainda neste meio, você também precisa saber o que é um fluxo de caixa livre, que representa o dinheiro gerado pelo seu negócio depois da quantia separada para manter a base de ativos. 

Além disso, o uso dele é importante para buscar oportunidades que aumentam o valor do acionista.

O fluxo de caixa livre é gerado por um ativo operativo do estabelecimento, que, normalmente, está disponível para os acionistas e credores.

 

Baixe a Planilha de Fluxo de Caixa Diário