QUERO FALAR COM CONSULTOR

Fluxo de caixa excel: Baixe sua planilha Grátis!

Fluxo de caixa excel: Por onde começar?  

Para fazer um de fluxo de caixa excel você vai precisar criar uma organização básica composta por três etapas:  

  • Estrutura;
  • Colunas;
  • Preenchimento. 

Este modelo vale tanto para montar qualquer tipo de planilha de fluxo. Neste exemplo iremos trabalhar com o diário. 

Independente do modelo, você sempre vai precisar organizar este controle dentro de um padrão.

Confira abaixo como é possível fazer um planilha de fluxo de caixa diário excel

1. Estrutura

Este exemplo segue a construção de uma planilha de fluxo diário, mas é possível usá-la em outros modelos. 

Antes de mais nada, comece desenvolvendo um cabeçalho com tudo que for mais importante. Coloque informações como:

  • Saldo Anterior (valor em caixa no dia anterior);
  • Saldo do dia (total em caixa no dia);
  • Saldo Atual (soma do saldo anterior com o saldo do dia);
  • Descrição (descrição da movimentação de entrada ou saída);
  • Receita (valor das entradas);
  • Despesa (valor das saídas);
  • Movimento (Total de entrada/saída de cada movimentação).

2. Colunas

Para que o preenchimento da sua planilha de fluxo de caixa diário seja mais fácil de entender, é indicado que você formate as linhas e colunas.

É muito simples de realizar este passo, basta você usar as ferramentas do próprio Excel e ajustar as colunas conforme o que você deseja

Além disso, tem como colorir as linhas e colunas. Usar cores ajuda a identificar melhor o que você quer localizar.

3. Preenchimento

Não deixe de preencher nunca as linhas. Se você quer saber como fazer uma planilha de fluxo de caixa diário, não esquecer de fazer anotações.

Como o próprio nome já diz, esta é uma tarefa diária. Coloque os valores nos locais apropriados e faça a somatória dos algoritmos.

Caso a sua planilha de fluxo de caixa diário esteja correta, você conseguirá identificar tudo o que entrou e saiu durante o período que seja conferir.

Veja o exemplo na imagem de uma planilha de fluxo de caixa excel

Planilha de fluxo de caixa excel pronta 

O modelo de planilha de fluxo de caixa simples é uma das principais buscas pelos donos de restaurantes. 

Isso porque ela proporciona um controle mais preciso de tudo que entrou e saiu durante todo o seu de trabalho. 

Confira abaixo o modelo de planilha de fluxo de caixa excel pronta: 

A melhor parte do uso do fluxo de caixa é conseguir projetar o que você tem a receber e a pagar.

Com isso, você tem um controle mais exato se vai fechar o mês no vermelho ou no azul. 

Lembre-se que o sucesso do seu negócio depende, principalmente, de como você faz a gestão e controle financeiro do seu negócio.

Como fazer fluxo de caixa básico no excel?

A primeira coisa para aprender a fazer fluxo de caixa básico no excel é entender como representar as informações dentro do programa. 

Tudo será inserido em uma planilha comum, que, para montá-la basta criar colunas com os valores das suas despesas, entradas, datas e saldos. 

Depois disso, é preciso definir os seus valores e, por fim, concluir todos esses dados financeiros. 

Quando esta hora chegar, deverá concluir todos os valores do seu controle de fluxo de caixa simples excel. 

Toda esta operação serve para para indicar o cálculo de débito do dia em questão com o saldo do dia anterior. 

Se você seguiu as nossas dicas, sua tabela de fluxo de caixa simples excel vai ficar mais ou menos assim:

Dica: Crie relatórios

Crie relatórios diários, semanais, quinzenais ou mensais. Não importa, apenas crie e faça-os conforme a necessidade do seu negócio.

E analisando os números do fluxo de caixa você precisará entender como seu negócio chegou nesses resultados, sendo ele positivo ou não.

Segundo o SEBRAE a utilização do fluxo de caixa para manter a saúde do seu negócio, irá trazer vários benefícios como:

  •  Prevenção e controle e planejamento de entradas e saídas do faturamento em determinadas épocas;
  • Avaliação se a empresa está trabalhando sempre em uma margem confortável para recebimento de vendas, compra de produtos, gastos, etc.
  • Poder avaliar se os preços estão fora do ou dentro dos padrões e saber se seus recursos financeiros são suficientes para manter o local em dia.

Posso fazer fluxo de caixa mensal no excel?

O fluxo de caixa mensal excel é a segunda ferramenta que você deve usar para controlar bem o seu negócio. 

Este é um recurso complementar que ajuda na organização e se torna secundário pois precisa de todas aquelas informações do fluxo de caixa diário. 

Com esses dados resgatados é possível ter um resultado quase exato do seu mês. 

Vale ressaltar que o modelo de construção (planilha de controle) será basicamente a mesma, o que irá mudar serão as informações. 

Veja alguns passos básicos para saber como fazer fluxo de caixa com excelência:

Saídas

Separe todas as saídas em: despesas, fornecedores e outras saídas. Com depois disso em mãos, anote os gastos específicos de cada uma das etapas. Veja:

  • Fornecedores: inclua tudo que foi gasto com os seus fornecedores;
  • Despesas: são os gastos administrativos, como conta de telefone, internet e etc.;
  • Outras despesas: pagamentos de tributos, investimentos e entre outros que não se encaixam nas alternativas anteriores.

Entradas

Especifique tudo que é recebido com as suas vendas ou prestação de serviços.

Mesmo que você esteja querendo saber como fazer o fluxo de caixa mensal, é bom fazer esta anotação diariamente

Resultado do período

Para conferir o resultado de um certo período (dia, semana, mês ou o ano), é preciso fazer a soma de todas as entradas e diminuir as saídas.

É justamente por situações como esta que você deve anotar tudo que é feito no seu restaurante.

Organize as informações do seu fluxo de caixa e facilite os processos.

Fluxo de caixa operacional 

Além do fluxo mensal e diário, algumas empresas ainda usam o fluxo de caixa operacional.

Este termo nada mais é do uma ferramenta de desempenho financeiro. Ela é responsável por registrar as entradas e saídas para medir o que está faltando ou sobrando. 

Basicamente, o fluxo de caixa operacional será o responsável por demonstrar as receitas, despesas de produção, venda e administração. 

Por fim, ele ainda consegue apresentar a variação do capital de giro, mas não leva em conta os juros monetário, investimentos e variações de mercado, por exemplo. 

E o cálculo do fluxo de caixa operacional? 

O fluxo de caixa operacional é calculado sempre com base em uma equação: LAJIR (lucro antes de juros e impostos de renda) + DesvalorizaçãoImpostos LAJIR.

Embora pareça complicada, está matemática é bem simples, tanto que o seu resultado atende pela mesma nomenclatura e pode ser encontrada no seu relatório anual. 

Para ficar mais fácil de entender, separamos um exemplo abaixo. Confira: 

Uma empresa gerou um LAJIR de R$ 40.000,00, apresentou uma desvalorização de R$ 4.000,00 e recolheu impostos no valor de R$ 12.000,00.

Então, na matemática teremos: 40.000 + 4.000 – 12.000 = 32.000

Ou seja, o fluxo de caixa operacional dessa organização fictícia para o dado ano, foi de R$ 32.000. 

Esse número é uma das medidas financeiras de calcular os lucros de uma empresa ou, até mesmo, restaurante. 

Todavia, é um dos jeitos mais sólidos e importantes, já que faz referência ao valor real das operações e é quase impossível de ser manipulado.

Como o fluxo de caixa funciona? 

O fluxo de caixa é uma ferramenta de controle financeiro, na qual você consegue ter o controle de entradas e saídas feitas durante um determinado período. 

Tempo este que pode ser diário, mensal ou até quinzenal. Tudo vai depender da necessidade do seu empreendimento. 

Mas como ele funciona? A partir da organização de algumas informações, como: 

  • Todas as contas a pagar;
  • Levantamento das contas a receber;
  • Projeção dos pagamentos e recebimentos futuros;
  • Tomada de decisões ligadas à previsão orçamentária.

Ainda não entendeu como o fluxo de caixa funciona? Pode ficar calmo. Confira abaixo um esquema simples deste funcionamento. 

Entenda a relação do DRE com o Fluxo de caixa 

O DRE e o fluxo de caixa são informações que se complementam dentro de um controle financeiro.  

Enquanto o fluxo de caixa é responsável por gerar dados em tempo real, o DRE funciona como se fosse uma base de planejamento. 

Sendo assim, ambos se relacionam da seguinte maneira descrita: 

Regimes de Apuração do Resultado

Regime de Caixa (Financeiro)  Competência (Contábil)
Regime de Caixa 

(Financeiro) Fluxo de caixa

  • Representa os recebimentos financeiros (entrada de dinheiro = encaixe). 
  • Valor pago dentro de um exercício (saída do dinheiro = desembolso).
Regime de Competência 

(Transações e realizadas) DRE

  • Receita gerada no momento que é ganha (fator gerador), mesmo sendo recebida no mesmo momento ou não. 
  • Despesa é reconhecida no momento de consumo (incorrida), independente do pagamento. 

Ao trabalhar com ambos, você consegue identificar se o seu plano está realmente indo conforme o planejado e se está indo conforme a realidade da empresa. 

Com essa análise é possível avaliar o impacto da inadimplência, além de projetar estratégias mais hábeis se precisar. 

O que é DRE? 

A Demonstração de Resultados do Exercício é um documento que engloba as informações das receitas e das despesas de um estabelecimento.

Tudo isso dentro de um período de tempo pré-selecionado.

Nele, para descobrir os resultados, diminui-se da receita as despesas. Dessa forma, você saberá se o resultado será lucro ou prejuízo.

Para que serve o DRE?

O DRE serve para fazer o acompanhamento dos resultados de cada mês. A partir dele é possível verificar o crescimento das suas receitas e despesas. 

Outra vantagem desta ferramenta é a visão sobre a necessidade de reavaliar os custos e as despesas durante a produção. 

Quando você começa a usar a Demonstração de Resultados do Exercício, percebe onde deve se esforçar mais para cortar gastos e tornar o negócio mais rentável.  

Este é um dos documentos mais importante na avaliação da saúde financeira de qualquer empresa. 

O bom controle de fluxo de caixa, DRE e balanço patrimonial podem ser ferramentas de grande ajuda para pedir um financiamento bancário ou atrair investidores. 

Como salvar o fluxo de caixa excel?

Terminou de montar o seu fluxo de caixa excel? Então chegou a hora de salvar este documento. 

Hoje em dia são usados alguns formatos e extensões que podem ser usadas tranquilamente. 

Tudo vai depender do que você deseja, da versão do Excel e de como o seu computador aceita guardar esse relatório. 

De qualquer maneira, o processo é bem simples. Veja: 

PDF ou XPS

O PDF ou XPS são mais recomendados quando você precisa compartilhar a planilha em e-mail, já que é um modelo que facilita a leitura. 

Isso porque o PDF preserva a formatação do documento e ainda permite que você envie o arquivo sem precisar converter. 

Justamente por não mudar a configuração, ele também acaba sendo muito útil em momentos que você precisa imprimir algum outro tipo de relatório. 

Já o XPS é mais recomendado para evitar que os arquivos salvos com ele sejam modificados. 

Além disso, ele permite visualizar, converter, anotar, assinar e imprimir através da plataforma Microsoft Windows. 

E então, vai ser fluxo de caixa excel pdf ou fluxo de caixa excel xps

Existem outros formatos? 

Existem sim outros formatos e extensões para salvar sua produção no Excel. Quando se trata de planilha, o mais comum é o XML

Então, quando você for arquivar seu projeto, ele vai ficar nomeado com algo como “fluxo de caixa. xml.”

Vale lembrar que nem todas as versões da ferramenta oferecem este formato e o recomendado é que siga as instruções que o programa recomendar.

Aposto que agora ficou muito mais fácil de administrar e controlar a parte da sua empresa, não é mesmo!? 

Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto ou esteja mais interessado em um software que ajude no fluxo de caixa, pode contar a Saipos. Nós somos simples como papel! 

Planilha de Fluxo de Caixa