Fluxo de caixa simples como fazer?

Organizar e saber como fazer o fluxo de caixa simples da sua empresa é mais tranquilo do que aparenta ser.

É necessário apenas que você se dedique um pouquinho para isso.

Saber como fazer o fluxo de caixa simples do seu restaurante ajuda a manter a saúde financeira do seu negócio em dia.

Por isso, nesse texto, a Saipos irá te explicar direitinho o que fazer!

A desorganização e o desconhecimento das finanças por parte de um gestor, é um dos motivos de falência de vários tipos de negócio.

O fluxo de caixa simples é uma das formas mais rápidas de gerir a parte financeira de uma empresa.

Mas o que é exatamente o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa simples é a maneira mais rápida de gerir a vida financeira de um negócio.

A partir dele, você controla as entradas e as saídas do seu estabelecimento.

Além disso, você consegue fazer projeções futuras com a análise dos resultados e até mesmo traçar estratégias para lucrar mais com o seu negócio.

Manter uma periodicidade de alimentação do seu fluxo caixa simples é muito importante para o desenvolvimento da sua empresa, loja e, claro, restaurante.

Por isso, siga as nossas dicas para que a parte de controle financeiro do seu negócio seja um sucesso.

 

Como fazer fluxo de caixa simples?

Uma das primeiras ações que deve ser feita para você saber como fazer o fluxo de caixa é dividir as saídas em fornecedores, despesas e outras saídas.

Fornecedores: todos os gastos que sua empresa tem com seus fornecedores.

Despesas: são os gastos administrativos que sua empresa tem, como exemplo o telefone, correio, internet.

Outras saídas: são gastos que não fixos, ou seja, aqueles gastos que não são mensais, como os investimentos, empréstimo e pagamentos de tributos.

Para que se tenha um controle maior, é recomendável que você divida as saídas em subcategorias, como: despesas com salários, contas, impostos, produtos.

Enfim, esses gastos são variáveis de empresas para empresas. Então, é necessário que você conheça a sua realidade.

As entradas

Já nas entradas você deve colocar o que recebe com as vendas ou com os serviços prestados e também valores que entram, como a quitação de dívidas.

É importante que as entradas sejam registradas diariamente, pois elas podem variar de mês para mês.

Então é importante que você acompanhe o movimento dos valores todos os dias.

Depois de registradas todas as informações das entradas e saídas, é importante saber como fazer um fluxo de caixa simples.

E para obter esse resultado basta que você verifique o resultado do período registrado em seu fluxo de caixa e some todas as entradas e depois diminua as saídas.

Então o seu lucro é o resultado do que você ganhou menos o que você gastou.

É importante verificar após um período se suas entradas estão maiores que suas saídas.

Caso sua empresa tenha mais despesas do que receitas, você está tendo prejuízos.

 

Como fazer fluxo de caixa diário?

É importante que você saiba como fazer o fluxo de caixa diário da sua empresa.

Ele ajudará a manter a estabilidade do seu negócio, além da estabilidade do controle financeiro.

Veja algumas das vantagens que você tem sabendo como fazer o fluxo de caixa diário:

  • Um resultado melhor no gerenciamento dos valores a serem pagos e recebidos;
  • Ajuda no controle das inadimplências dos seus clientes;
  • Projeção futura do orçamento;
  • Organização das suas receitas e despesas.

Manter o registro diário do seu fluxo de caixa te dará maior segurança.

Sem contar que reduzirá a probabilidade de existirem erros ou esquecimentos de inserir informações no seu caixa.

Além disso, seu fluxo de caixa ficará mais preciso e atualizado.

Saber como fazer a manutenção diária do seu fluxo de caixa ajudará a ter o controle das origens de gastos e recebimentos.

Saber como fazer o fluxo de caixa diariamente ajuda também você a ter melhor controle do seu caixa e a ter maior previsibilidade das receitas e despesas do seu negócio.

E para ter esse maior controle o que ajuda você em como fazer um fluxo de caixa, é ter uma forma de lançamento das informações que citamos durante esse texto.

Uma das formas que existem é criar planilhas no Excel ou investir em um softwares.

Planilhas são práticas, mas não oferecem todos os recursos que um software tem.

Mas indiferente do meio que você irá utilizar para fazer seu fluxo de caixa, a sugestão é que você faça um controle diário do seu caixa.

 

Exemplo de fluxo de caixa

Se você ainda está com alguma dúvida para entender como fazer o fluxo de caixa, nós separamos alguns exemplos para que o controle do seu caixa seja feito da melhor forma possível.

Mas lembramos que é muito importante que você tenha claro o que é a entrada e a saída da sua empresa e que tenha essas informações sempre organizadas.

Outro exemplo que trazemos para que você entenda como é esse processo de controle de fluxo de caixa:

Primeiro cenário: sua empresa cria uma semana de promoção, com vários descontos, com o intuito de conquistar mais clientes.

Com essa ação, você vendeu 35% a mais do que tinha previsto. Obtendo assim, um faturamento de R$ 90 mil.

Segundo cenário: ao fazer o registro das receitas e das despesas da sua empresa naquele período, você percebeu que essa ação promocional fez seus gastos subirem.

Dessa forma, somando todos os valores, obteve um custo total de R$ 88 mil.

Terceiro cenário: infelizmente a ação não superou as suas expectativas.

A estratégia promocional que estava prometendo altos lucros, na verdade quase gerou saldo negativo.

Esse é um bom exemplo de que saber como fazer o fluxo de caixa pode te ajudar a ter controle das finanças da sua empresa.

Lembramos também da importância da atualização do seu fluxo de caixa. Manta uma periodicidade é essencial, seja diária, mensal ou semanal.

Nós sugerimos que manter uma atualização diária facilita na organização das informações e na análise dos resultados.

Mas isso fica a critério da sua disponibilidade e organização. O importante é que saiba como fazer o fluxo de caixa.

Baixe a Planilha de fluxo de caixa diário