QUERO FALAR COM CONSULTOR

Tudo sobre Gestão Financeira para restaurante

O que é gestão financeira para restaurante?

Ter uma gestão financeira significa realizar ações e técnicas administrativas que incluem planejar, analisar e controlar as atividades financeiras do seu negócio.

Dessa forma, ela engloba despesas fixas e variáveis, investimentos, lucros, financiamentos, empréstimos e valor patrimonial do seu estabelecimento.

Portanto, se você quer resultados positivos para seu restaurante, esses métodos são essenciais para fazer dar certo.

Com uma gestão financeira, você consegue estabelecer metas, estipular prazos e monitorar se os efeitos estão de acordo com o esperado pelo seu negócio.

E lembre-se que, para manter a sua gestão em dia, você precisará de algumas planilhas de controle. Para ajudar nisso, a Saipos preparou diversos materiais gratuitos.

Abaixo está a Planilha de para controle de estoqueClique no banner e baixe agora mesmo!

Chegou a planilha que você tanto pediu! Controle seu estoque de forma simples, ágil e inteligente.

Por que a gestão financeira para restaurante é essencial?

A gestão financeira para restaurante é uma comparação entre negócios bem sucedidos e mal administrados.

Principalmente porque a maioria dos representantes dessa área são de negócios de pequeno e médio porte.

Dessa forma, ao contrário do que se imagina, o setor alimentício requer planejamento e uma gestão atenta, pois exige mais do que os desafios de um trabalho tradicional.

Há outras ações desse segmento que são difíceis, como controle de estoque de perecíveis e as margens estreitas de lucro.

Dessa maneira, também é comum os gestores do ramo gastronômico atuarem próximos aos clientes e acabam tomando decisões com base na intuição.

Exemplos disso são a formação dos preços de venda, a criação de um cardápio que combine um bom sabor com as limitações financeiras do restaurante, etc.

Sendo assim, o prejuízo é evidente e acaba prejudicando a gestão de custos da empresa.

Uma boa gestão financeira para restaurante deve abrir mão de liquidez, ou seja, da garantia de que o valor no caixa será suficiente para pagar todos os débitos.

Portanto, siga estas três dicas essenciais para realizar uma boa gestão financeira:

  • Utilize um software de controle de estoque para reduzir produtos em excesso e diminuir as taxas de perdas;
  • Tenha contas bancárias separadas entre pessoa física (dono) e pessoa jurídica (restaurante);
  • Elabore seu cardápio sempre pensando no melhor aproveitamento da sazonalidade dos produtos.

Quais as estratégias para uma gestão financeira para restaurante?

Bom, vimos até aqui que aplicar uma gestão financeira no seu restaurante é fundamental para que ele seja bem sucedido.

Dessa maneira, com conhecimento, organização e disciplina você poderá aperfeiçoar seu serviço para que ele se destaque no mercado, apesar de toda concorrência.

Afinal, o segmento alimentício é muito concorrido, independentemente do tipo de comida fornecida.

Bons gestores não se preocupam somente com o cardápio de seus restaurantes, mas também com a saúde financeira do negócio.

Além disso, também aprimoram as técnicas para mantê-lo funcionando da melhor maneira possível.

Então, não fique para trás! Adote essas estratégias para que sua gestão esteja à frente de seus concorrentes. A Saipos vai te mostrar como!

Use um software de controle 

Não tenha medo de utilizar tecnologia para ajudar a gerir melhor o seu negócio. Com ela, seu restaurante trabalhará com mais otimização.

Dessa forma, rapidez e eficiência também são um plus no uso de um sistema de controle. 

Estar online é essencial para não cair no esquecimento e se destacar no mercado.

Algumas ferramentas podem ser usadas para calibrar seu restaurante, como automação de sistemas, cardápio online e comanda eletrônica.

Portanto, fique atento às novidades tecnológicas do seu ramo para sempre deixar seu negócio moderno e automatizado.

Tenha um planejamento regular

Para entender o que é gestão financeira para restaurante, é preciso saber que um planejamento é a chave de tudo.

Isso porque é necessário definir estratégias para que seu negócio atraia uma boa clientela, se destaque entre a concorrência e tenha resultados positivos de lucros.

Então, saber administrar um restaurante é muito importante, sempre se capacitando em áreas como gestão, marketing e no segmento do seu negócio.

Por isso, para sua empresa ir no caminho certo, faça pesquisas, escolha uma localização boa para seu restaurante fidelize seu público-alvo com o seu serviço.

Saiba escolher seus fornecedores

Sempre verifique toda a documentação e as licenças necessárias do fornecedor nas primeiras negociações, antes de fechar contratos.

Examine o modo como contrata a equipe e colaboradores, a situação fiscal e financeira e, também, a existência de processos ou problemas legais.

Isso é muito importante. Portanto, caso tenha algo errado, busque outro fornecedor.

Porém, as primeiras medidas começam antes mesmo da primeira compra. Você precisa conferir a origem e procedência da matéria-prima dos produtos.

Assim como o cadastramento, adequação, inscrições e laudos a respeitos das mercadorias e alimentos.

E lembre-se: a maioria das legislações municipais concede ao próprio restaurante a obrigação de tal fiscalização.

Sendo assim, depois que finalizar os contratos, as responsabilidades continuam. Conferir todo o novo lote de produtos, como se fosse a primeira vez. Principalmente:

  • As notas fiscais de entrega e transporte;
  • A integridade e legibilidade dos rótulos;
  • As embalagens e seus estados em geral;
  • Os números e registros em órgãos de vigilância sanitária e saúde (mesmo quando não houver registro, o certificado de dispensa);
  • Para alimentos importados, toda a documentação de origem;
  • Para alimentos congelados, indícios de descongelamento e recongelamento (amolecimento, deformações, líquido ou cristais, umidade em excesso, camadas de gelo).

Terceirizar a gestão financeira e contábil

Uma boa gestão financeira é fundamental para que seu restaurante tenha sucesso.

Então, caso você não domine bem essa área, procure capacitações para se especializar ou contrate alguma empresa de contabilidade para realizar esse trabalho.

O importante é que a saúde financeira do seu negócio esteja fluindo, pois a concorrência é forte.

Por isso, ter habilidades administrativas é uma mão na roda para ter uma boa gestão financeira no seu restaurante.

Dessa forma, use a criatividade para especializar-se e, também, se informe para tocar seu negócio com organização e foco. 

Acompanhe tudo de perto e faça da sua equipe um time confiável e comprometido.

4 dicas sobre como planejar a gestão financeira para restaurante

Criar estratégias para que seu negócio esteja em constante crescimento é uma necessidade, não é?

Sendo assim, com a gestão financeira para restaurante o objetivo dela é aumentar o patrimônio e obter mais lucro.

Dessa maneira, é possível atingir as metas desejadas com mais facilidade.

Por isso, a Saipos preparou quatro dicas interessantes para planejar a gestão financeira do seu restaurante, tornando-o mais eficiente. Confira! 

1. Controle o fluxo de caixa

Controlar o fluxo de caixa do seu restaurante é uma ação que deve ser priorizada para ter uma gestão financeira eficaz, pois, muitas vezes, ela é deixada de lado pelos gestores.

Porém, isso é errado, pois é controlando o fluxo de caixa que você consegue ver as entradas e saídas financeiras do seu negócio.

Dessa maneira, você analisa efetivamente e entende se ele está positivo ou negativo.

Caso esteja em baixa, o gestor pode executar ações que aumentem esses resultados.

Para fazer esse controle, basta ter um período bem definido para que você faça um cronograma de todas as suas atividades diariamente ou, ao menos, uma vez por semana.

A Saipos preparou uma planilha de fluxo de caixa para deixar seu dia mais produtivo e ágil com o controle de tudo que entra e sai do seu negócio. Clique no banner abaixo e faça download grátis!

2. Calcule o preço de venda dos produtos

Às vezes você pode ter evidências para ajustar os preços do seu estabelecimento para que estejam de acordo com a atual demanda do mercado, oferecendo o lucro necessário. 

Dessa maneira, uma dica é sempre conferir o preço da concorrência, pois você poderá gerenciar as diferenças que vão impactar as suas vendas diretamente.

Também procure estudar se os preços de seus produtos suprem os gastos verificados.

Isso porque impactará sua gestão caso não consiga atingir um lucro que atenda às suas demandas e que esteja, também, de acordo com o mercado.

Sendo assim, procure ter uma estratégia bem estruturada para oferecer descontos em períodos sazonais.

Datas comemorativas são ótimas formas de atrair o público com promoções, aumentando seu lucro. Porém isso precisa ser estudado e registrado em um plano de ação.

Para ajudar nessa tarefa, a Saipos preparou uma planilha GRATUITA para calcular o preço dos pratos. Clique no banner abaixo para baixar!

3. Crie ações para reduzir os desperdícios

Reduzir desperdícios é uma preocupação constante para um empreendedor de restaurante, pois afeta diretamente a gestão financeira.

Portanto, definir ações preventivas ajudará a melhorar os resultados.

Então, o gestor pode criar fichas técnicas para cada prato servido no seu restaurante, para que tenha conhecimento sobre o que é consumido em seus produtos.

Além disso, é necessário planejar de forma adequada para que produza apenas o que é necessário.

Sendo assim, também é importante armazenar bem as mercadorias, evitar falhas operacionais e usar a tecnologia para otimizar os serviços.

Utilizando softwares, você pode controlar o estoque e entender quais são os produtos mais solicitados, assim como os que precisam sair mais rápido para evitar a perda.

Dessa forma, você pode criar promoções para evitar o desperdício dos alimentos que estão próximos da data de validade.

4. Altere o cardápio sempre que for necessário

Cardápios são a porta de entrada para seu restaurante, pois é com ele que o cliente decide se vai comprar ou não.

Sendo assim, é possível treinar sua equipe para aprimorar sempre que possível os pratos oferecidos e conseguir uma fidelização do público por meio dessa conquista.

Porém, fazer modificações pontuais é uma boa sugestão, pois o cliente pode cansar de ver sempre as mesmas alternativas no cardápio.

Então, elabore com seus colaboradores quais seriam os ajustes necessário para que haja um desenvolvimento em seu atendimento e nos produtos que oferece.

Além disso, procure divulgar essas modificações para que haja um engajamento do público, aumentando o fluxo de clientes. 

Mantenha-se ativo e online na internet, poste nas redes sociais fotos chamativas e descrições sedutoras para atraí-los.

 

 

Como tornar eficiente a gestão financeira para restaurante?

Como já salientamos antes, o acompanhamento da gestão financeira para restaurante deve ser diário!

Não apenas por causa do desperdício, mas também pelo custo pessoal, incluindo pagamentos de horas extras e controle de faltas de funcionários.

Sendo assim, o ideal é começar o dia já sabendo o custo da jornada anterior, para ter a chance de resolver qualquer falha antes que ela se agrave.

Portanto, seja exigente com o controle de estoque para evitar os desperdícios. Com uma boa gestão para restaurante, é possível reutilizar alimentos por meio de técnicas culinárias.

Isso depende do seu chef, que permitirá que a cozinha extraia ao máximo a potencialidade de cada ingrediente, não afetando a qualidade.

Dessa forma, a Saipos separou algumas estratégias para você efetivar ainda mais a gestão financeira do seu restaurante. Leia mais!

Planejamento, controle e análise de resultados

Esses são os pilares para gestores que querem atuar de forma estratégica.

Dessa maneira, tente entender a situação atual do seu negócio, mensure os meios que podem ser aplicados e o que será necessário para atingir as metas esperadas.

Isso porque é por meio do planejamento financeiro que o gestor pode organizar os caminhos desejados para o crescimento do restaurante.

Nesse caso, a receita é gerida de maneira eficiente e é possível programar-se para pagar as despesas mensais e impostos.

Assim, facilita analisar quais gastos podem ser excluídos ou reduzidos.

Então, o resultado é que o gestor consegue entender melhor as entradas e saídas de dinheiro, podendo prever os meses seguintes.

Logo, será capaz de ter um planejamento eficaz de investimentos para desenvolver seu restaurante e aumentar sua clientela.

Calculando o ROI

O ROI significa Retorno sobre o Investimento e não é difícil de entendê-lo e calculá-lo. 

Ele é uma métrica financeira baseada na relação entre o dinheiro ganho aplicado em um investimento. 

Esse cálculo de retorno é muito usado no marketing, por exemplo, para validar investimentos realizados.

  1. Primeiramente, para calcular, subtraia o valor investido do ganho alcançado. Repare que essa importância é o lucro, ou seja, a receita menos o custo;
  2. Depois, divida essa importância pelo valor do investimento;
  3. O ROI é representado em porcentagem, multiplique o resultado por 100 para obter o valor final

Dessa maneira, a fórmula ficará assim:

ROI = (Ganho – Investimento) / Investimento

Por exemplo, se você investiu R$100 mil e recebeu R$150 mil, temos:

ROI = 150 – 100 / 100 = 0,5

Logo após, multiplique por 100 e observe que o retorno foi de 50%, ou seja, o gestor teve lucro. Mas, se o valor for negativo, significa que houve prejuízo.

Portanto, é bom salientar que o valor do investimento inicial considerado para calcular o ROI, deve contar com todo o dinheiro envolvido.

Podemos exemplificar com um gestor que tenha aplicado todo o seu dinheiro em um fundo de investimentos deve englobar no cálculo as comissões, taxas administrativas e lucros.

O mesmo vale para as receitas. Quanto mais detalhes, mais exato será o seu resultado e mais útil será o dado obtido.

 

Resumo

Planilha Controle de Estoque - Baixe Grátis!