QUERO FALAR COM CONSULTOR

Libra, a criptomoeda do Facebook: Você está pronto para usar?

Conheça a Libra: a nova cédula que pode fazer você ganhar ainda mais dinheiro com o Facebook e o Whatsapp.

Não sabe nada sobre isso ainda? Pois bem, a nova empreitada do Facebook e da empresa de tecnologia Calibra, pretende oferecer uma moeda global inspirada na tecnologia blockchain.

Funcionando como se fosse uma carteira e por meio de um aplicativo, ela estará pronta para uso em 2020.

O projeto tem como objetivo competir com bancos e reduzir custos de consumidores.Está pronto para começar a usar a libra nas redes sociais do seu restaurante?

O que á Libra?

A Libra é uma criptomoeda (moeda virtual) que será usada para fazer transações financeiras no Facebook, Whatsapp e Instagram.  

O projeto foi iniciado e lançado pelo Facebook e ganhou participação de outras companhias, como Mastercard, Visa PayPal, eBay, MercadoPago, Uber e Spotify.

A moeda poderá ser usada nos próprios smartphones com conectividade com a internet em todo o mundo.

Todas as operações poderão ser feitas entre os consumidores e empresas de qualquer região.

Com sede na Suíça, até este momento, a Libra está sendo focada em países em desenvolvimento, como Cidade do México e Manila.

Qual o objetivo da Libra?

O principal objetivo da libra é permitir que as operações financeiras sejam feitas pela internet e por aplicativos diversos.

A intenção é que ela já esteja disponível para uso em 2020, mas ainda não tem uma data de estréia.

Até lá, é indicado que vá preparando novas estratégias para as redes sociais do seu restaurante, principalmente para o Facebook, Instagram e Whatsapp. Está pronto para isso? 

Além disso, esta nova moeda pretende oferecer alternativas para quem ainda não tem conta em banco, que, por incrível que pareça, é uma condição que atinge cerca 1,17 bilhão de pessoas no mundo.

Um dos pontos de maior dúvida, é em relação às altas taxas para as operações financeiras e empréstimos.

Para ser mais acessível, a libra será garantida em um fundo formado por ativos em moedas importantes e estáveis.

Todavia, até agora nada foi detalhado, então esta característica pode vir a sofrer alterações.

Como a Libra será usada?  

Todos as particularidades sobre a parte burocrática da cédula virtual foi registrada em um documento da chamado “ Associação Libra”.

Dentro disso, foi dito que um sexto dos depósitos bancários e títulos públicos de curto prazo, serão mantidos em um reserva para a criptomoeda criada.

Esta estratégia foi montada para gerar confiança em seu valor interno. Além disso, este acúmulo será administrado com o objetivo de preservar o preço da libra a longo prazo.  

Uma outra novidade anunciada pelo Facebook foi uma “carteira”, que permite comprar, poupar, transacionar e gastar a libra.

Com a aplicação, será permitido enviar o dinheiro para outros contatos que o usuário possui na rede social.

A expectativa é que outras operações, como o pagamento de contas e compras diversas, por exemplo, também possam ser feitas.

Quais as vantagens da Libra?  

Um das vantagens da Libra, e que serve muito para o Facebook para restaurantes, é a confiança com o público consumidor e as redes financeiras.

Essa aposta oferecerá, a partir de de pagamentos digitais, um grande movimento de busca por autonomia em relação aos bancos.

Ou seja, você não será mais dependente de um banco para fazer transferências ou compromissos semelhantes a esse.  

Mas lembre-se que, para usar a libra, é necessário aderir às normas de cada sistema monetário nacional.

Ela pode sim ser considerada uma dica para o seu restaurante, principalmente em relação ao lucro, mas é preciso entender o seu funcionamento.

Como conseguir a moeda Libra?

Por ser algo muito novo, ainda não há informações sobre como conseguir a  Libra.  

Conforme o Facebook divulgou, há indicações de que ela poderá ser distribuída para os usuários da rede social verem propagandas exibidas pela própria plataforma.

Se isso realmente ocorrer, a cédula poderá ser usada para comprar produtos diversos e também para investir em mais publicidade.

A verificação das contas será feita com documento de identidade emitido pelo governo, então, possivelmente só serão exigidos CPF e RG.

Para ficar por dentro das atualizações, é indicado que se inscreva na lista de espera da criptomoeda. (colocar o link da Calibra)

Lembrando que a novidade ainda permite efetuar transações internacionais, de forma instantânea e quase gratuitas.

Expectativas da criptomoeda Libra

A Libra será um tipo de dinheiro baseado na tecnologia blockchain, que opera de forma semelhante ao bitcoin.

Ou seja, é um banco de dados público e autenticado que consegue registrar as movimentações da criptomoeda.

O blockchain do Libra será capaz de aguentar até 1 mil de transações por segundo, todavia, elas não serão reversíveis.

E, em alguns casos, terá o valor de uma fração de centavo de para cobrir alguns custos do processamento.  

A expectativa é que a libra tenha um valor lastreado em moedas assim como o dólar americano, libra esterlina, euro, franco suíço e iene japonês.

Ainda não há informação de quanto valerá a criptomoeda, mas acredita-se que deve ficar próximo ao euro ou ao dólar.

Membros para Associação Libra

Com a sede da Associação Libra em Genebra, na Suíça, até o lançamento, o Facebook este ter, ao menos, 100 membros para a moeda virtual.

A companhia já está aberta aos grandes concorrentes, como o Google e o Twitter.  Até este momento, os participantes são:

  • Pagamentos: Mastercard, PayPal, PayU (Naspers), Stripe e Visa;
  • Tecnologia e marketplace: Booking Holdings, eBay, Facebook/Calibra, Farfetch, Lyft, Mercado Pago, Spotify e Uber Technologies;
  • Telecomunicações: Iliad e Vodafone Group;
  • Blockchain: Anchorage, Bison Trails, Coinbase, Inc. e Xapo Holdings Limited;
  • Capital de risco (venture capital): Andreessen Horowitz, Breakthrough Initiatives, Ribbit Capital, Thrive Capital e Union Square Ventures;
  • Organizações sem fins lucrativos e outras: Creative Destruction Lab, Kiva, Mercy Corps e Women’s World Banking.
Baixe a Planilha de Cadastro de Produtos