Licenças para abrir um restaurante

Existem licenças para abrir um restaurante que você precisa saber!

Abrir um restaurante não é somente alugar ou comprar um espaço e colocar os equipamentos.

Muito antes disso você precisa correr atrás dos documentos e das licenças para abrir um restaurante.

Alguns deles serão padrão e serão exigidos em todas as regiões do país. Mas fique atento, podem haver variações em algumas localidades.

Procure a prefeitura da sua cidade para confirmar tudo que você precisa para abrir um restaurante.

E, se você quiser adiantado o processo, veja abaixo algumas licenças para abrir um restaurante.

Licenças para abrir um restaurante

Abrir um restaurante não é tão fácil quanto nos filmes e seriados.

Mais cedo ou mais tarde você vai precisar correr atrás da parte burocrática, que são as licenças para abrir um restaurante.

Infelizmente não tem como escapar deste processo, que pode sim ser demorado dependendo da região.

Mas, quando se sabe quais são as documentação, toda esta função pode ser simplificada.

Confira agora algumas licenças para abrir um restaurante:

  • Alvará de funcionamento;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS);
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Entre outros documentos específicos da cidade;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Manual de Boas Práticas de Fabricação;
  • Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs);
  • Registro de compra dos alimentos.

Algumas destas licenças para abrir um restaurante serão mais demoradas para conseguir porque cada secretaria responsável tem um determinado procedimento.

Se informe corretamente onde e como devem tiradas todas as licenças na prefeitura da sua cidade.

E, também por motivos burocráticos, você também precisa se tornar um MEI ou Simples  para abrir um restaurante.
 
layout=”responsive”
width=”480″ height=”270″>
 

Licenças para abrir um restaurante: MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é um registro para quem trabalha como autônomo ou para quem tem um micro negócio.  

É muito comum começar como MEI no ramo dos negócios, já que é um processo bem simples de se fazer.

Para virar MEI e abrir um restaurante, basta realizar os procedimentos através do Portal do Empreendedor.

O cadastro pede coisas de fácil acesso, como:

  • Números do seu CPF, título de eleitor ou o recibo da última declaração do imposto de renda;
  • CEP de sua residência e do local onde quer abrir o restaurante;
  • Número válido de celular.

Licenças para abrir um restaurante: SIMPLES

O MEI é um meio muito simples e prático de registro, mas você só pode permanecer nesta classe se o seu faturamento for, no máximo, R $81 mil por ano.

Depois que este limite for atingido, é preciso fazer uma solicitação para virar um Simples Nacional.

Para isso, você pode acessar o Portal do Simples Nacional durante o período de inscrição.

A solicitação para virar um Simples Nacional só pode ser feita em janeiro e também é vantajosa para abrir um restaurante.

Para os negócios que estão começando as atividades, o prazo para solicitação de opção é de 30 dias, desde que não tenham decorridos 180 dias da inscrição do CNPJ.

Fique de olho no calendário e no site da Receita Federal para não perder nenhuma atualização sobre a data de inscrição.

Como abrir um restaurante?

Além das licenças para abrir um restaurante, você também vai precisar de um planejamento para poder montar a sua estrutura.

Abrir um negócio envolve muitos aspectos do que você nem  imagina.

Um deles é a escolha do local. Não alugue ou compre um estabelecimento em uma rua com pouco movimento.

Os clientes até podem procurar você pela qualidade do seu restaurante, mas a visibilidade também vai ajudar a atrair público.

E por falar em cliente, é bom definir qual será o seu público. Desta forma, até a elaboração do cardápio acaba ficando mais fácil.

O tipo de comida vai sim depender da persona que você quer atingir. E depois que isso foi estipulado, vá em busca de uma boa equipe.

Uma boa equipe, preparada para tudo, vai tornar o seu restaurante diferente dos demais.

Leve isso em consideração antes de ir atrás das licenças para abrir um restaurante e, claro, chame a Saipos para ajudar na otimização!

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime de cobrança, arrecadação e fiscalização que unifica os impostos municipais, estaduais e federais em uma só guia de pagamento.

Este tipo de tributação contempla empresas que possuem uma receita bruta anual de R$ 4,8 milhões.

O Simples está presente desde 2007 e que contempla as microempresas, empresas de pequeno porte e para microempreendedores individuais.

Quem pode ser Simples Nacional?

O regime do Simples Nacional está disponível para microempresas, empresas de pequeno porte e para microempreendedores individuais.

Nenhum tipo de empresa pode ultrapassar o limite de R$ 4,8 milhões anual e, caso o local seja aberto durante o ano, o valor fica proporcional ao período em atividade.

O estabelecimento ultrapassar o limite, ela é automaticamente excluída do regime. Quando isso acontece, existem duas opções: Lucro Real ou Presumido

E fique atento! Nem todas as empresas podem fazer parte do Simples Nacional. A Receita Federal não permite que alguns locais façam parte da tributação. Confira:

  • Bancos e algumas instituições de crédito;
  • Cartórios;
  • Corretoras;
  • Fabricação de bebidas alcoólicas;
  • Holdings;
  • Indústrias de cigarro;
  • Locação de mão de obra temporária.
Conheça o sistema ideal para o seu restaurante