O contra-ataque do iFood na guerra dos apps de delivery

Depois dos motoqueiros vestidos de verde e laranja, representando UberEats e Rappi, respectivamente, será a vez dos vermelhos do iFood.

 

Conteúdo Revista Exame- A guerra entre os aplicativos de delivery vai deixar as ruas mais coloridas. Depois dos motoqueiros vestidos de verde e laranja, representando UberEats e Rappi, respectivamente, será a vez dos vermelhos do iFood. A empresa, cujo faturamento anual é estimado em 370 milhões de reais, vai investir 100 milhões para turbinar a operação.

Uma das linhas de investimento será a compra de 20.000 uniformes e mochilas vermelhos para motoqueiros.

 

O dinheiro, que viria do próprio caixa da companhia, servirá também para expandir a equipe e melhorar a logística para reduzir o tempo de entrega. O iFood não comentou.

 

Baixe a Planilha de fluxo de caixa diário