QUERO FALAR COM CONSULTOR

Saiba o que é controle de estoque

A planilha para controle de estoque vai ajudar você na organização e lucro do seu restaurante!

O que é controle de estoque?

Entender o que é controle de estoque é essencial para seu negócio, pois ele é a gestão de mercadorias armazenadas, ou seja, o fluxo de entrada e saída dos mesmos.

Nesse caso, ele engloba atividades de organização, planejamento e controle do fluxo de materiais e equipamentos do restaurante.

Portanto, realizando esse processo você garante que a quantidade certa de produtos esteja disponível no estabelecimento, atendendo às demandas e aos clientes de uma forma eficaz.

Para compreender o que é controle de estoque você deve saber que precisa de um responsável para esse procedimento, que registre, fiscalize e realize a gestão da entrada e saída de produtos.

Sendo assim, você pode realizar esse controle de estoque por meio de planilhas ou com um sistema específico para essa tarefa.

Para ajudar nesse trabalho, a Saipos preparou uma planilha de controle de estoque GRÁTIS! Basta clicar no banner no topo do texto e baixar!

Qual a importância do controle de estoque no meu restaurante?

Realizar a gestão de estoque no seu restaurante é uma tarefa essencial para que o funcionamento de todos os setores fluam com mais facilidade.

Portanto, caso não seja feito, pode causar a falta de produtos, dificultar a relação com fornecedores, perda de mercadorias e prejuízos financeiros.

Além disso, a imagem do restaurante fica manchada, pois o cliente pode fazer uma má propaganda por causa do atendimento precário, que é uma das causas da falta de controle de estoque.

Muitos restaurantes pequenos fazem a gestão de estoque de forma manual, não é uma prática recomendada, pois a margem de erros pode ser alta.

Por isso, é interessante procurar usar aplicativos ou sistemas de controle de estoque para usar nessa tarefa, otimizando tempo e evitando ruídos em relação a números.

Sendo assim, conhecer o que é controle de estoque é saber que ele facilita a integração dos setores e o acompanhamento de fluxo de caixa.

Além disso, também ajuda na organização dos dados de cadastro dos clientes, oferecendo ferramentas para personalizar o atendimento.

Quais os benefícios de fazer controle de estoque?

Seu restaurante pode se favorecer utilizando o método de controle de estoque, pois traz diversas vantagens que auxiliam no desenvolvimento das rotinas da empresa.

Além de permitir a otimização do espaço físico disponível, a gestão de estoque também tem outras utilidades, como:

  • Melhorar a comunicação entre todos os setores;
  • Aumentar a produtividade, além de deixar o cliente satisfeito;
  • Reduzir prejuízos e perdas consequentes de desvios ou até mesmo perda de validade dos produtos;
  • Ter uma gestão guiada pelos produtos que possuem maior giro no estoque, criando uma produção eficiente e, em consequência, maiores vendas

Ao longo da execução dessa tarefa, realizada corretamente, você também vai ser capaz de perceber outros benefícios que o controle de estoque pôde trazer para seu negócio.

Dessa maneira, uma gestão de estoque eficaz possibilita ao dono de restaurante prever sua demanda de produtos, mercadorias e equipamentos.

Ou seja, ele analisa quanto deverá ser adquirido de determinado item, evitando que ocorra a falta de mercadorias disponíveis, assim como o excesso de produtos com pouca saída.

Isso aumenta o rendimento no processo de entradas e saídas de itens, minimizando perdas com a melhora do investimento.

Como fazer controle de estoque no meu restaurante?

Agora que você já sabe o que é controle de estoque, está na hora de saber como fazer esse procedimento essencial para seu restaurante.

Por isso, primeiramente, registre e separe todo tipo de produto armazenado que seu estoque possui.

Depois disso, o gestor responsável por essa tarefa deve:

  1. Anotar na planilha ou sistema de controle de estoque o custo unitário, o custo total e a quantidade de produtos vendidos;
  2. Sempre verificar se o saldo calculado na planilha se afina com o estoque físico armazenado;
  3. Calcular na planilha o custo unitário, o custo total e a quantidade dos produtos que ficaram em estoque.

Para ajudar você nesse processo, baixe gratuitamente a planilha de controle de estoques que a Saipos preparou! É só clicar no banner abaixo!

Além disso, existem outras funções indispensáveis para você organizar como fazer o controle de estoque. Confira!

1. Faça um inventário

Isso é o início de tudo. É uma parte chatinha e cansativa, mas fundamental para que você tenha registro de todos os produtos do seu estoque.

Dessa forma, é importante esse inventário estar constantemente atualizado, com dados como:

  • Nome do produto;
  • Data de fabricação;
  • Data de validade;
  • Nome e contato do fornecedor;
  • Quantidade.

Caso você utilizar um sistema de controle de estoque no seu restaurante, esse processo será bem mais fácil, pois irá automatizar tudo.

Portanto, é importante ressaltar também fazer uma relação do inventário com a ficha técnica dos pratos oferecidos no seu cardápio.

2. Conheça a sua estrutura

Quando você entende o que é controle de estoque, compreende que é primordial ter um espaço físico amplo, limpo e organizado para armazenar suas mercadorias.

Sendo assim, é irracional comprar uma grande quantidade de produtos se não tiver um local apropriado para guardá-los, mesmo que a promoção do fornecedor pareça imperdível.

3. Determine prazos de controle de estoque

O estoque de um restaurante tem alta rotatividade, diferente de uma loja comum. Por isso, é comum os produtos acabarem na mesma semana em que forem comprados.

Além disso, alguns alimentos são bem perecíveis, perigando estragar e causando prejuízo. Nesse caso, é importante definir prazos para seu inventário de estoque.

Realizando esse procedimento, você evita tirar um prato que os cliente adoram por falta de algum ingrediente. Isso também auxilia no gerenciamento de cardápios sazonais.

4. Defina uma quantidade mínima e máxima para as mercadorias

Para quem sabe o que é controle de estoque, está ciente de que o ideal é que as mercadorias sejam compradas em uma quantidade determinada.

É comum que restaurantes percam dinheiro devido ao desperdício causado pela falta de giro de alguns ingredientes, assim como que comprem produtos de menos e fiquem sem esses itens.

Sendo assim, definindo as quantidades, seu estoque não será prejudicado, mesmo que o movimento do restaurante oscile.

5. Selecione um padrão de reposição

Você pode designar qual modelo de reposição melhor se encaixa para seu negócio, isso após estabelecer os limites mínimo e máximo para o estoque.

Portanto, existem dois ótimos exemplos para isso: a reposição contínua e a reposição periódica:

  • Reposição Contínua: o restaurante mantém um número menos de produtos estocados e realiza as compras frequentemente. Isso possibilita que os custos com estoque diminuam, mas dificulta a negociação com fornecedores.
  • Reposição periódica: O restaurante repõe suas mercadorias por meio de compras programadas, trabalhando com volumes maiores. Dessa maneira, os fornecedores conseguem oferecer preços menores. Porém, a maior quantidade de produtos exige um planejamento de estoque mais exigente.

6. Faça o controle da entrada e saída dos produtos

Sabendo o que é controle de estoque e tendo o inventário em mãos, fica muito mais fácil compreender o que entra e sai dos seu restaurante.

Portanto, recebendo as mercadorias, o gestor precisa verificar se o pedido atende às condições solicitadas e contabilizar os produtos, isso também deve ser feito com o que sai.

Mas, além das vendas, também deve-se considerar o que foi descartado. Isso auxilia a mensurar a taxa de desperdício e na avaliação de medidas para diminuí-la.

7. Mantenha seu estoque organizado

Você trabalha com a indústria alimentícia, então sabe que a higiene é essencial. Sendo assim, um espaço limpo e organizado evita que os ingredientes sofram com decomposição.

Além disso, evita contaminações e alterações de aroma e sabor, causados pela umidade em excesso e pelo contato com micro-organismos.

Dessa maneira, lembre-se que as mercadorias NÃO PODEM ficar no chão, expostas à poeira, ao calor e umidade.

Geralmente, o indicado é que o estoque seco seja armazenado em prateleiras, estantes e pallets, pois evitam o contato direto com o chão. Com altura de 25 cm já é suficiente.

Nos restaurantes, freezers e refrigeradores precisam de cuidados constantes em relação ao degelo. Também precisam estar, no mínimo, a 15 cm de distância das paredes.

Dessa maneira, deixando-os limpos e obstruídos, você economiza energia e evita vazamentos.

8. Automatize o processo de gestão de estoque

Como vimos até aqui, o controle de estoque exige cuidado com prazos, fluxos de trabalho, quantidades de mercadorias e controles sanitários.

Portanto, utilizar um sistema de controle de estoque pode facilitar esse processo, de uma maneira ágil e fácil, integrando diversas áreas e melhorando a funcionalidade do negócio.

Com um software, você pode programar dias para a contagem de inventário e fazer o levantamento estatístico sobre a movimentação dos produtos, além de gerar relatórios.

Por isso, se você não gosta de utilizar planilhas, o sistema é a melhor resposta, pois registra cada pedido de compra com seus fornecedores, sem necessidade de usar um documento para isso.

É importante lembrar que a gestão de estoque em restaurantes necessita de cuidados especiais, pois conta com mercadorias perecíveis.

Sendo assim, a tecnologia oferece diversos recursos para que empreendedores e chefs tenham uma gestão de excelência, com todas as exigências que os consumidores demandam.

Resumo

Baixe Materiais Gratuitos