Restaurantes de Blumenau podem permitir acesso de animais

Estabelecimentos devem seguir regras da Vigilância Sanitária para adaptar o ambiente

Restaurantes, supermercados, padarias, praças de alimentação e bares de Blumenau podem, se quiserem, liberar a entrada de animais de estimação trazidos pelos donos. As normas para a permanência dos pets em estabelecimentos comerciais que lidam com alimentos foram criadas pela equipe de Vigilância Sanitária da cidade. A reportagem é do jornal O Município.

De acordo com o documento, “a permanência será permitida somente na área de consumação, desde que os estabelecimentos possuam espaço reservado” para os clientes e os animais deles. Essa área deverá possuir uma torneira para a higienização das mãos. Além disso, é obrigatória a existência de um funcionário exclusivo para manter o local limpo.

Proibido entrada de animais

A Gerente de Vigilância Sanitária do município, Josiane Berlin, explica que a criação das normas atende diversas solicitações, dúvidas e sugestões que a pasta recebe:

“Desde que respeitando os critérios, respeitando as pessoas que não têm animais e as questões de higiene, não há nada que restrinja. São tendências que vem ocorrendo e a gente tem que acompanhar”, defende.

Os restaurantes, mercados ou qualquer outro estabelecimento que comercialize alimentos e que queiram se adaptar, não precisam entrar em contato com o órgão fiscalizador. Segundo Josiane, anualmente, durante a inspeção para renovar o alvará sanitário, os profissionais da prefeitura avaliarão se tudo está de acordo com as normas.

Nos casos em que não há consumação no local, como supermercados, só é autorizada a entrada de animais de pequeno porte e que estejam no colo do tutor ou em uma caixa de transporte.

Shoppings de Blumenau passam por fiscalização

Durante esta semana, todos os shoppings de Blumenau estão sendo visitados pelos fiscais da Vigilância Sanitária para a verificação de como estão as condições higiênicas dos estabelecimentos que comercializam e manipulam alimentos dentro desses locais.

“Obviamente que as equipes aproveitam e verificam o andamento dos processos/protocolos de alvará sanitário”, detalha Josiane.

Até o momento, todos os grandes shoppings da cidade permitem a entrada de animais, exceto nas praças de alimentação.

Baixe a Planilha de fluxo de caixa mensal