Saiba quais são os impostos para restaurantes

Você que quer fazer uma gestão mais eficiente e rentável, precisa saber quais são os impostos para restaurantes.

O Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo e uma complexa burocracia.

Mas você precisa estar por dentro de quais são os impostos para restaurante, para não cair em nenhum problema.

Para não ter maiores problemas e saber como otimizar seu restaurante, você deve saber os impostos que deve pagar.

Impostos para restaurantes

Como já falamos, a legislação brasileira para tributação é muito complexa. Mas, os impostos cobrados para restaurantes são esses:

  • IRPJ- Imposto de Renda de Pessoa Jurídica​;
  • COFINS​- Contribuição para Financiamento de Seguridade Social;
  • PIS- Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público;
  • CSLL- Contribuição Social sobre Lucro Líquido;
  • ISS- Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza;
  • ICMS- Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • IPI- Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • CPP- Contribuição Previdenciária Patronal.

Saiba mais sobre cada imposto

IRPJ

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica incide sobre pessoas jurídicas e pessoas físicas equiparadas.
A cobrança é feita baseada no lucro real, no lucro presumido ou no lucro arbitrado.

CSLL

A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido tem como objetivo fazer o financiamento da Seguridade Social.
Portanto, esse imposto incide sobre o lucro líquido, antes do Imposto de Renda, para situações que o lucro seja real.

PIS/PASEP

Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público são encargos cobrados para fazer o financiamento do seguro-desemprego e o abono salarial.

O PIS, destinado a pessoas do setor privado e o PASEP, para o serviço público.

COFINS

A Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social tem uma cobrança variável conforme o valor da receita de cada empresa.

IPI

O Imposto sobre Produtos Industrializados taxa qualquer produto industrializado, menos em relação aqueles que não sofreram qualquer modificação na sua fabricação.

ICMS

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços fica de responsabilidade de cada Estado regulamentar.
O encargo é cobrado de toda aquele produto, que teve circulação.

ISS

O Imposto Sobre Serviços é um encargo cobrado na cidade em que empresas prestaram serviços.
O valor desse imposto é variável, pois depende da cada legislação municipal.

CPP

Ou Contribuição Previdenciária Patronal é um imposto ligado ao Instituto Nacional do Seguro Social. Ele tem por objetivo ajudar a manter o Regime Geral da Previdência Social.

Ele não incide sobre as vendas do seu negócio, mas sobre os salários e pró-labores que sua empresa paga.
 

 

Impostos para restaurantes: regime tributário

Mas para você ter uma melhor gestão do seu restaurante, é importante escolher o melhor regime tributário para o seu negócio.

A nossa legislação disponibiliza três diferentes tipos de regimes tributários:o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real.

Então, é importante que você saiba quais são os impostos para restaurantes Mas além disso, é bom também que você entenda esses regimes de tributação.

Para restaurantes, os melhores regimes de cobrança de impostos são o Simples Nacional e o Lucro Presumido.

Simples Nacional

O Simples Nacional é a forma mais descomplicada que foi criada para tributar.

O objetivo desse novo sistema de cobrança de impostos de microempresas e empresas de pequeno porte é ajudar e agilizar esse processo.

A receita bruta anual para pequenas empresas que optantes do Simples é de R$4,8 milhões e não mais de R$ 3,6 milhões.

Se sua empresa faz parte do regime será muito mais fácil fazer o pagamento de impostos.

Quando se fala que neste sistema o pagamento dos tributos é simplificado, é em relação a criação da DAS.

Neste documento foram unificados em um guia único todos os impostos que sua empresa deve pagar.

Lucro Presumido

Já o Lucro Presumido é um regime de tributação simplificada que serve de base para o cálculo do Imposto de Renda – IRPJ, e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido – CSLL.

Ele é usado para presumir o lucro da pessoa jurídica, baseado no valor da sua receita bruta e também de outras receitas, que podem ser tributadas.

Em outras palavras, o Lucro Presumido é um lucro fixado a partir dos percentuais colocados sobre a Receita Operacional Bruta- ROB do seu restaurante.

A partir do resultado apresentado, você deve somar eventuais receitas que possam existir, como aluguel.

Não pague impostos a mais do que o necessário

Em relação ao Simples Nacional, é importante que você fique atento principalmente quanto aos tributos das bebidas industrializadas.

Estes produtos fazem parte regime de substituição tributária, etnçao já vem com o valor do PIS e COFINS inserido no valor da mercadoria.

Quando se trata do Simples Nacional, esse valor deve ser calculado junto dos tributos a serem recolhidos pelo simples.

É interessante também fazer um cálculo dos impostos a serem pagos e assim decidir o melhor regime tributário para a sua empresa.

Para ajudar nessa gestão, é bom ter contador de confiança, que acompanhe sua empresa e explique como funciona o regime de tributação.

Baixe a Tabela NCM para seu restaurante, bar, pizzaria e deliverys