QUERO FALAR COM CONSULTOR

Sangria de caixa: O que é?

Sangria de caixa: O que é?

A sangria de caixa acontece quando é feita uma retirada de dinheiro que não foi programada do caixa.

Crie a situação de que você precisa fazer a retirada de uma certa quantia do seu caixa, pois precisou realizar a compra de um certo produto.

Certamente quando você for fechar os valor no final do dia, eles não irão combinar.

Dessa forma, é muito importante que você acompanhe corretamente o seu fluxo de caixa.

Para quem trabalha em supermercados, essa operação já é comum, pois acontece de forma diária ou mensal.

A nossa planilha de fluxo de caixa vai ajudar você na organização das suas informações financeiras de forma simples ágil e inteligente.

Quem pode fazer a sangria de caixa?

Todo o tipo de negócio pode, e deve, fazer sangria de caixa sempre que achar necessário, já que com ela é possível fazer a contagem final de valores em caixa.

Essa quantia será comparada com os relatórios de quem trabalha no caixa da sua empresa, para que vocês possam verificar se os valores estão corretos.

Então, ao fazer esse processo de checagem de valores, é possível que você encontre divergências entre os valores.

Quando isso ocorre o efeito se chama “quebra de caixa”.

Ou seja, esse valor diferente pode ser positivo, quando a sangria é maior que o resultado do relatório.

Ou negativa, quando a sangria é menor que o valor do relatório.

Com isso, você pode descobrir se aconteceu algum erro com o caixa ou até mesmo algum furto.

Entenda o que é sangria de caixa.

Como fazer sangria de caixa?

Agora que você já sabe o que é sangria de caixa, vamos descobrir como fazer esse processo.

Apesar do grande número de pessoas que utilizam cartão de débito e crédito, ainda há muitas outras que gostam de fazer pagamentos em dinheiro.

Por esse motivo, muitas vezes os caixas agregam valores altos em dinheiro.

E nestes casos, por segurança, no sentido de não chamar a atenção de ladrões, você sente a necessidade de fazer uma sangria de caixa.

De uma forma mais clara, a sangria de caixa é quando você retira uma certa quantia excedente do caixa para um lugar que seja mais seguro.

Este é um processo que não é definido ou regrado. Esse procedimento pode acontecer sempre que você achar necessário.

Como já foi dito, ela serve também como uma espécie de “prova real”, para que você confira os valores.

Controle de caixa

 

O fechamento e a sangria de caixa

O processo de checagem a partir da sangria de caixa só ocorre quando você está fazendo o fechamento de caixa do seu negócio.

Mas para fazer o fechamento do caixa é preciso ter muita atenção, pois você precisará conferir valores e as operações que foram realizadas.

Então, além de fazer o registro do valor de reserva, que é o valor que é separado para o troco, você deve fazer o registro dos valores que entrarem e saírem ao decorrer do dia.

E quando ocorrer uma sangria de caixa, por questões de segurança, anote rigorosamente o valor que está sendo retirado do seu caixa.

Faça essas anotações para evitar possíveis erros. A dica é fazer uma pequena divisão para facilitar o fechamento de caixa. Veja:

  • Comprovantes de venda do cartão de crédito;
  • Comprovantes de venda do cartão de débito;
  • Ticktes.

E se seu negócio aceitar outras formas de pagamento, como cheques, acrescente também.

Mas para evitar qualquer erro, mesmo com o registro das entradas, das saídas e das sangrias de caixa, sugerimos que o fechamento de caixa seja feito a cada final de expediente.

Ou , se for melhor para você, sempre que houver troca de operador de caixa. E para finalizar, some tudo e depois diminua as saídas e as sangrias de caixa.

Quando a sangria de caixa deve ser feita?

A sangria de caixa, como já foi dito, ocorre quando acontece a retirada de um valor do caixa que não havia sido programada.

Entretanto, a ela ocorre normalmente para evitar altos valores no caixa, para evitar roubos.

Por isso, retira-se o valor do caixa e o transporta para um outro lugar mais seguro.

Mas é importante lembrar, por este motivo repetimos: é essencial que você não esqueça de registrar as sangrias de caixa que você fizer.

Entretanto, caso você não tenha esse controle é muito provável que ao fechar o seu caixa encontre divergências nos resultados.

Estamos aqui para ajudar você com o fluxo de caixa do seu restaurante.

Valores devem ser registrados na sangria

Sempre você for fazer algum tipo de operação que envolva a sangria, tenha conhecimento dos valores que devem ser registrados.

A quantia de cada sangria feita precisa ser contabilizada no total das operações que serão verificadas no final do dia.

Todas elas precisam ser anotadas, caso contrário, podem haver vários problemas na hora do fechamento de caixa.

Não corra este risco. Procure anotar tudo o que entra e sai do seu restaurante para que nenhum problema ocorra futuramente.

Planilha de fluxo de caixa